Diferenças entre edições de "B3 (bolsa de valores)"

434 bytes adicionados ,  21h59min de 6 de novembro de 2018
→‎Índices: Mudança nome da empresa de: Bm&FBOVESPA para: B#
m (Foram revertidas as edições de 177.54.218.10 para a última revisão de Chronus, de 23h56min de 17 de outubro de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
(→‎Índices: Mudança nome da empresa de: Bm&FBOVESPA para: B#)
 
Em 29 de agosto de 2002, foi lançada a [[Bolsa Brasileira de Mercadorias]], que reunia, além da BM&F, que lhe presta serviços de compensação e liquidação, as bolsas de mercadorias dos estados de [[Goiás]], [[Mato Grosso do Sul]], [[Minas Gerais]], [[Paraná]] e [[Rio Grande do Sul]] e da cidade de [[Uberlândia]] (MG), transformadas em Centrais Regionais de Operação, com o intuito de formar um grande mercado nacional para as commodities agropecuárias, com mecanismos modernos de formação de preços e sistema organizado de comercialização.<ref name="História"/><ref name="História2"/><ref name="História3"/>
[[Ficheiro:B3 logo.png|alt=|miniaturadaimagem|Logo da B3.]]
 
[[Imagem:BM&FBovespa.png|miniatura|upright=1.3|Logo da BM&FBOVESPA.]]
 
No dia 29 de janeiro de 2004, o [[Banco Central do Brasil]] emitiu resolução por meio da qual autorizou as bolsas de mercadorias e futuros a constituir bancos comerciais para atuar no desempenho de funções de liquidante e custodiante central, prestando serviços às bolsas e aos agentes econômicos responsáveis pelas operações nelas realizadas. Assim, a BM&F deu início ao processo de criação do Banco BM&F de Serviços de Liquidação e Custódia. Em 30 de novembro de 2007 a BM&F torna seu [[capital aberto]], registrando um recorde na procura de seus papéis, negociados sob o código ''BMEF3.SA'', com preço inicial de 20 reais por ação e lote padrão de 100 ações. O volume de negócios nos primeiros momentos de negociação foi tão grande que causou uma pane no sistema [[Bolsa de Valores de São Paulo|BOVESPA]]. Os primeiros negócios foram realizados no valor de 25 reais por ação.<ref name="História"/><ref name="História2"/><ref name="História3"/>
 
=== Escritórios ===
[[Imagem:Bovespa, São Paulo city downtown.jpg|miniatura|[[Sede da B3]] no centro de [[São Paulo (cidade)|São Paulo]].]]
Além da sede localizada no centro da [[São Paulo (cidade)|capital paulista]] na Praça Antônio Prado,48 a [http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/cotacoes/ B3] mantém outras unidades na [[avenida Faria Lima]], em [[Alphaville (bairro de Barueri e Santana de Parnaíba)|Alphaville]]. Também possui escritórios de representação em [[Londres]] e em [[Xangai]], para oferecer suporte aos participantes desses mercados nas atividades com os clientes estrangeiros e no relacionamento com os órgãos reguladores, além de divulgar seus produtos e práticas de governança a potenciais investidores.<ref>{{Citar web|url=http://www.b3.com.br/pt_br/b3/institucional/unidades/|titulo=Sobre a B3|acessodata=2018-08-14|obra=www.b3.com.br|lingua=pt-BR}}</ref>
 
Também possui escritórios de representação em [[Londres]] e em [[Xangai]], para oferecer suporte aos participantes desses mercados nas atividades com os clientes estrangeiros e no relacionamento com os órgãos reguladores, além de divulgar seus produtos e práticas de governança a potenciais investidores.<ref>{{Citar web|url=http://www.b3.com.br/pt_br/b3/institucional/unidades/|titulo=Sobre a B3|acessodata=2018-08-14|obra=www.b3.com.br|lingua=pt-BR}}</ref>
 
=== Índices ===
[[Imagem:Bovespa 94 18 log2 2k 128k.png|miniatura|Evolução do índice [[Ibovespa]] entre 1994 a 2018.]]
 
Apesar do [[Ibovespa]], índice que mede o desempenho das ações de maior liquidez da BM&FBovespa[http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/cotacoes/ B3], ser ainda hoje o mais conhecido dos índices calculados pela BM&FBovespa[http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/cotacoes/ B3], esta possui várias famílias de índices de ações.
 
Índices amplos:
 
=== Novo Mercado ===
O ''Novo Mercado'' da ''[[Bovespa|B3]]'' é uma listagem de empresas que se comprometem, de modo voluntário, com a adoção de práticas de [[governança corporativa]], além das obrigações legais.<ref>{{Citar web |url=http://www.bovespa.com.br/Empresas/NovoMercadoNiveis/NovoMercado.asp |publicado=Bovespa.com.br |título=Novo Mercado - Apresentação |data= |acessodata= | arquivourl=http://web.archive.org/web/20091029104348/http://www.bovespa.com.br/empresas/novomercadoniveis/novomercado.asp | arquivodata=29 de outubro de 2009 }}</ref>
 
A entrada de uma ''companhia'' no Novo Mercado implica na adesão de um conjunto de regras de "boas práticas de governança corporativa", presentes no Regulamento de Listagem do Novo Mercado, através da assinatura de um contrato.<ref>{{Citar web|url=http://www.bmfbovespab3.com.br/pt_br/listagemmarket-data-e-indices/acoesindices/segmentosindices-de-listagemgovernanca/indice-de-governanca-corporativa-novo-mercado/-igc-nm.htm|titulo=Segmentos de listagem|data=|acessodata=2017-11-27|obra=www.bmfbovespab3.com.br|publicado=Assessoria de Imprensa|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
Segundo a Bovespa[http://www.b3.com.br/pt_br/market-data-e-indices/servicos-de-dados/market-data/cotacoes/ B3], "''a valorização e a [[liquidez]] das [[Ação (bolsa de valores)|ações]] negociadas em um determinado mercado são influenciadas positivamente pelo grau de segurança que os direitos concedidos aos [[acionistas]] oferecem e pela qualidade das informações prestadas pelas empresas''".{{Carece de fontes|Brasil=sim|data=agosto de 2017}}
 
Relação das principais empresas listadas no ''Novo Mercado da Bovespa'':<ref>{{Citar web |url=http://www.bmfbovespa.com.br/pt_br/produtos/listados-a-vista-e-derivativos/renda-variavel/empresas-listadas.htm |título=Empresas Listadas no segmento "Novo Mercado" da Bovespa|publicado=BMF&BOVESPA|acessodata=23 de outubro de 2016}}</ref>
4

edições