Abrir menu principal

Alterações

4 bytes removidos, 13h52min de 7 de novembro de 2018
m
Desfeita(s) uma ou mais edições de 2401:4900:1280:3dcd:6fd4:d2ff:4dc7:958c, com Reversão e avisos
Surgiram há cerca de 400 mil anos na [[Europa]] e no [[Médio Oriente]] e, na [[Península Ibérica]], extinguiram-se há 28 mil anos<ref>[https://www.publico.pt/2017/10/11/ciencia/noticia/os-neandertais-tem-uma-nova-historia-romantica-para-contar-e-nos-tambem-entramos-1788383 Os neandertais têm uma nova história (romântica) para contar e nós também entramos, por Teresa Serafim, Público, 11 de Outubro de 2017]</ref>.
 
Compartilha com os humanos atuais em 99,7 % do seu [[DNA]]. Revela no entanto diferenças morfológicas significativas.<ref name=":2">{{Citar web|url=http://humanorigins.si.edu/evidence/genetics/ancient-dna-and-neanderthals/interbreeding|titulo=Ancient DNA and Neanderthals {{!}} The Smithsonian Institution's Human Origins Program|acessodata=2016-08-02|obra=humanorigins.si.edu}}</ref> Prevalece como [[fóssil]] do género ''[[Homo]]'' en&sa quantoenquanto habitante remoto da [[Europa]] e de territórios da [[Ásia]] ocidental desde há cerca de 350 000 até há 29 000 anos aproximadamente ([[Paleolítico Médio]] e [[Paleolítico Inferior]], no [[Pleistoceno]]).<ref name="genome">The complete genome sequence of a Neanderthal from the Altai Mountains - [http://www.nature.com/nature/journal/v505/n7481/full/nature12886.html The complete genome sequence of a Neanderthal from the Altai Mountains] Acessado em [[6 de agosto]] de [[2014]]</ref><ref name="Pereira"/>
 
A [[cultura material]] do homem de Neandertal, chamada [[musteriense|cultura musteriense]], era sofisticada em vários aspectos.<ref name=":0" /> Além de ferramentas, também usavam o fogo, eram bons caçadores e já cuidariam dos doentes<ref>[https://www.publico.pt/2017/10/11/ciencia/noticia/os-neandertais-tem-uma-nova-historia-romantica-para-contar-e-nos-tambem-entramos-1788383 Os neandertais têm uma nova história (romântica) para contar e nós também entramos, por Teresa Serafim, Público, 11 de Outubro de 2017]</ref>.