Abrir menu principal

Alterações

24 bytes adicionados ,  02h31min de 15 de novembro de 2018
sem resumo de edição
|ocupação =
}}
'''Maria''' ([[Língua hebraica|hebraico]]: מִרְיָם, ''Miriam''; [[aramaico]]: ''Maryām''; [[Língua árabe|árabe]]: مريم, ''Maryam''; [[Koiné|grego koiné]]: Μαριας ou Μαριαμ,<ref>Original da bíblia em grego, versão Scriveners Textus Receptus 1894. A grafia Μαριας é utilizada em Mateus&nbsp;[http://www.scripture4all.org/OnlineInterlinear/NTpdf/mat1.pdf (eg 1.16)], Marcus&nbsp;[http://www.scripture4all.org/OnlineInterlinear/NTpdf/mar6.pdf (eg 6.3)] e João&nbsp;[http://www.scripture4all.org/OnlineInterlinear/NTpdf/joh11.pdf (eg 11.1)]. A grafia Μαριαμ é utilizada em Lucas&nbsp;[http://www.scripture4all.org/OnlineInterlinear/NTpdf/luk1.pdf (eg 1.30)].</ref>), também conhecida como '''Maria de Nazaré''' e chamada pelos [[católicos]] e [[ortodoxos]] de '''Virgem Maria''' e de '''Nossa Senhora''', foi a mulher [[Tribos de Israel|israelita]] <ref>''Mary in the New Testament'', Raymond Edward Brown, Joseph A. Fitzmyer, Karl Paul Donfried, A Collaborative statement by Protestant, Anglican and Roman Catholic scholars, (NJ 1978), page 140</ref> de [[Nazaré]], identificada no [[Novo Testamento]] e no [[Alcorão]] como a mãe de [[Jesus]] [[Anunciação|através da intervenção divina]] ({{citar bíblia|livro=Mateus|capítulo=1|verso=16|verso_final=25}}, {{citar bíblia|livro=Lucas|capítulo=1|verso=26|verso_final=56}}, {{citar bíblia|livro=Lucas|capítulo=2|verso=1|verso_final=7}}). Jesus é visto como o [[messias]] — o [[Cristo]] — em ambas as tradições, dando origem ao nome comum de [[Jesus Cristo]]. Maria teria vivido na [[Galileia]] no final do século I a.C. e início do século I d.C., é considerada pelos cristãos como a primeira adepta ao [[cristianismo]].
 
Os [[evangelhos canônicos]] de [[Evangelho de Mateus|São Mateus]] e [[Evangelho de Lucas|São Lucas]] descrevem Maria como uma virgem (grego: παρθένος, ''parthenos'').<ref>{{citar bíblia|livro=Mateus|capítulo=1|verso=23}} usa o grego ''parthénos'' (virgem), enquanto {{citar bíblia|livro=Isaías|capítulo=7|verso=14}} usa o hebraico ''Almah''. Veja o artigo sobre ''parthénos'' em Bauer/(Arndt)/Gingrich/Danker, "A Greek-English Lexicon of the New Testament and Other Early Christian Literature", Second Edition, University of Chicago Press, 1979, p. 627.</ref> Tradicionalmente, os [[cristãos]] acreditam que ela concebeu seu filho milagrosamente pela ação do [[Espírito Santo]]. Os [[muçulmanos]] acreditam que ela concebeu pelo comando de Deus. Isso ocorreu quando ela estava [[noivado|noiva]] de [[São José|José]] e aguardava o rito do casamento, que tornaria a união formal.<ref>Browning, W. R. F. ''A dictionary of the Bible''. 2004 ISBN 0-19-860890-X page 246</ref> Ela se casou com José e o acompanhou a [[Belém (Palestina)|Belém]], onde Jesus nasceu.<ref name="Ruiz">Ruiz, Jean-Pierre. "Between the Crèche and the Cross: Another Look at the Mother of Jesus in the New Testament." ''New Theology Review''; Aug2010, Vol. 23 Issue 3, pp3-4</ref> De acordo com o costume judaico, o noivado teria ocorrido quando ela tinha cerca de 12 anos, o nascimento de Jesus aconteceu cerca de um ano depois.<ref>Allison, Dale C., [http://books.google.com.au/books?id=m_OShrBh0I0C&lpg=PP1&pg=PA12#v=onepage&q=betrothal&f=false ''Matthew: A Shorter Commentary'', p.12] Continuum International Publishing Group, 2004 ISBN 0-567-08249-0</ref>