Abrir menu principal

Alterações

14 bytes adicionados ,  15h36min de 22 de novembro de 2018
sem resumo de edição
[[FileImagem:1992 BMS Dallara 192 pic2.JPG|thumb|313x313px|Dallara F1 1992]]
{{Info/Equipe de F1
|nome = {{ITAb}} Dallara/Scuderia Italia
|pneus = [[Goodyear]] e [[Pirelli]]
|combustível =
|primeiro_GP = [[Grande Prêmio do Brasil de 1988 (Fórmula 1)|GP do Brasil de 1988]]
|último_GP = [[Grande Prêmio da Austrália de 1992 (Fórmula 1)|GP da Austrália de 1992]]
|corridas = 80 (69 largadas)
|camp_construtores = 0
 
== Fórmula 1 ==
=== A estréiaestreia ===
Entrou na F-1 em 1988, com um modelo muito simples, e com um piloto não muito experiente no acerto de seus carros, o italiano [[Alex Caffi]], que já havia corrido pela [[Osella Corse]]. Ele surpreendeu e conseguiu se classificar em nove provas, mas destas nove, terminou apenas uma. Para [[1989]], a Dallara veio com uma melhor estrutura de seus carros, e com o experiente [[Andrea De Cesaris]] ao volante. Resultados não faltaram (como o 3º lugar de Andrea De Cesaris no GP do Canadá e O 4º lugar de Alex Caffi, no GP de Monaco) e o carro teve uma significativa melhora com relação a 1988.
 
* J.J. Letho: único piloto não italiano da equipe, disputou as Temporadas de 1991 e 1992. Seu melhor resultado foi um 3º lugar no GP de San Marino em 1991;
* Pierluigi Martini: disputou a última temporada da equipe na F1 em 1992, conseguindo como melhor resultado dois 6º lugares nos GPS da Espanha e de San Marino.
 
== Outras categorias ==
Após sair da F-1, a Dallara projetou e construiu também protótipos para várias corridas, entre elas as [[24 Horas de Le Mans]].
 
Desde [[1997]], fornece monopostos para equipes que disputam a [[Indy Racing League]], onde tem/[[IndyCar colecionado inúmeras vitóriasSeries]]. Fornece também monopostos para ao [[GP2Campeonato Seriesde Fórmula 2 da FIA]] e o [[Campeonato de Fórmula 3 da FIA]].
 
== Ligações externas ==