Diferenças entre edições de "Mestre Bimba"

184 bytes adicionados ,  00h30min de 24 de novembro de 2018
m
traduzindo nome/parâmetro, ajustes gerais nas citações, outros ajustes usando script
(Alteração de brincadeiras.)
m (traduzindo nome/parâmetro, ajustes gerais nas citações, outros ajustes usando script)
{{Ver desambig|o velejador brasileiro Bimba|Ricardo Winicki}}
{{Info/Biografia/Wikidata|imagem=Mestre Bimba.jpg}}
'''Manoel dos Reis Machado''', também conhecido como '''Mestre Bimba''' ([[Salvador (Bahia)|Salvador]], [[23 de novembro]] de [[1900|1899]] – [[Goiânia]], [[5 de fevereiro]] de [[1974]]),<ref>Mano, Lucyanne. (05/02/2011). ''[http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=25719 5 de fevereiro de 1974 - A morte de Mestre Bimba, um filho de Zumbi]''. JBlog Hoje na história, acessado em 10 de fevereiro de 2011‎</ref> foi criador da Luta Regional Baiana, mais tarde chamada de [[Capoeira#Regional|capoeira regional]], foi muito importante e ainda é na história da capoeira, como negro, criou e quis ter a própria cultura, a chamada "CAPOEIRA".
 
== Biografia ==
Mestre Bimba trabalhou como minerador de carvão antes de criar a capoeira regional.
Mestre Bimba nasceu em [[Salvador]] em 1899.<ref>{{Citar periódico|ultimo=López|primeiro=Alberto|data=2018-11-23|titulo=Mestre Bimba, o homem que abriu as portas para o ‘boom’ mundial da capoeira|url=https://brasil.elpais.com/brasil/2018/11/23/cultura/1542961010_911079.html|jornal=EL PAÍS}}</ref> Trabalhou como minerador de carvão antes de criar a capoeira regional.
 
Ao perceber que a capoeira estava perdendo seu valor cultural e enfraquecendo enquanto [[luta]], Mestre Bimba misturou elementos da Capoeira Tradicional com o batuque.<ref name="rhbn">Farias, Bruno. (26 de junho de 2010). ''[http://revistadehistoria.com.br/v2/home/?go=detalhe&id=3125 Mestre Bimba]''. [[Revista de História da Biblioteca Nacional]], acesso em 4 de julho de 2010</ref> (luta do [[Nordeste Brasileiro]] extinta com o passar do tempo) criando assim um novo estilo de luta com praticidade na vida, com movimentos mais rápidos e acompanhada de música.<ref name="rhbn" /> Assim conquistou todas as classes da sociedade. Foi um exímio lutador e acima de tudo um grande educador, foi o responsável por tirar a capoeira da marginalidade. Praticantes dessa arte se denominam "capoeristas", pois, para eles, a capoeira é um estilo de vida – ser, pensar, agir como a arte da capoeira.
 
Bimba impunha regras para os praticantes da capoeira regional, sendo elas:
A versão original do vídeo, veiculada em 2006 pela extinta PAM TV Florianópolis (Antigo canal 17 da [[TVA]]), acabou se extraviando. Porém, recentemente, o jornalista Bruno Farias encontrou no antigo acervo da emissora uma amostra de 2 minutos do "''Relíquias da Capoeira: Depoimento do Mestre Bimba''" e escreveu uma matéria sobre o assunto, publicada no site da ''Revista de História da Biblioteca Nacional'', junto à referida amostra.<ref>Farias, Bruno. (maio de 2010). ''[http://historiaxatualidade.blogspot.com/2010/05/reliquias-da-capoeira-depoimento-do.html Recuperados trechos do vídeo perdido "Relíquias da Capoeira: Depoimento do Mestre Bimba"]'', acesso em maio de 2010</ref>
 
O 119º aniversário do Mestre Bimba foi objeto de homenagem com um "Doodles" na maior empresa transnacional de serviços online, a [[Google]].<ref>{{Citationcitar web|titletítulo=Mestre Bimba’s 119th Birthday|url=https://www.google.com/doodles/mestre-bimbas-119th-birthday|languagelíngua=en|accessdateacessodata=2018-11-23}}</ref>
 
{{referências}}