Diferenças entre edições de "Dialeto recifense"

250 bytes adicionados ,  23h19min de 25 de novembro de 2018
Adicionada uma fonte. Seguirei melhorando o artigo e pesquisando mais fontes.
(Revolucionário, procurarei fontes. Peço que deixe por enquanto... São termos utilizados no estado de Pernambuco.)
(Adicionada uma fonte. Seguirei melhorando o artigo e pesquisando mais fontes.)
Suas características mais marcantes são o ''chiado'', quando os fonemas /s/ e /z/ são pronunciados [ʃ] e [ʒ] em final de sílaba, e a não [[palatalização]] das letras "d" e "t" antes da semivogal /i/ (pronuncia-se "leiti" e não "leitchi"). Esta última característica é compartilhada com o [[dialeto nordestino]], que tem origem no [[Recife]].
 
São palavras, expressões e significados utilizados no dialeto recifense: '''''Aonde?''''', '''''Arretado''''', '''''E aê?''''', '''''É nenhuma''''', '''''Colé, moral''''' ou '''''Colé, Recife''''', '''''Macaxeira''''', '''''Mainha''''', '''''Painho''''', '''''Porreta''''', '''''Tomar uma''''', etc. <ref>{{citar web|url=http://g1.globo.com/pernambuco/carnaval/2015/noticia/2015/02/turistas-que-vao-estrear-na-folia-falam-ao-g1-como-imaginam-festa-em-pe.html |titulo=Turistas que vão estrear na folia falam ao G1 como imaginam a festa em PE}}</ref>
 
{{Referências}}
19

edições