Diferenças entre edições de "Ábba"

35 bytes adicionados ,  15h42min de 28 de novembro de 2018
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
==Importância do uso==
 
Ao invés de a verem {{Quem?}} apenas como uma tradução do aramaico para o grego, alguns veem{{Quem?}} no uso de "''Ab·bá''" e de "'''Pai'''" juntos, primeiro, o crédito, a confiança e a submissão de um filho, seguidos pelo apreço maduro da relação filial e das suas responsabilidades. Na Bíblia, nos tempos apostólicos, os cristãos utilizavam o termo "''Ab·bá''" em suas orações a Deus.{{carece de fontes}}
 
A palavra "''Ab·bá''" veio a ser aplicada como título de honra aos rabinos judeus, nos primeiros séculos da A.D., e é encontrada como tal no Talmude Babilônico. <ref>Berakhot 16b</ref> Quem atuava na qualidade de vice-presidente do Sinédrio judaico já tinha o título de ''’Av'', ou Pai, do Sinédrio. Em períodos posteriores, este título foi também aplicado aos bispos das igrejas cóptica, etíope e síria, e, mais especificamente, tornou-se o título do Bispo de Alexandria, tornando-o assim o "'''papá'''" ou "'''papa'''" daquela parte da igreja oriental. As palavras portuguesas "abade" e "abadia" derivam ambas da palavra aramaica "''ab·bá''".