Abrir menu principal

Alterações

4 bytes adicionados, 18h38min de 11 de dezembro de 2018
sem resumo de edição
}}
{{Angela Merkel}}
'''Angela Dorothea Merkel''' ([[Hamburgo]], [[17 de julho]] de [[1954]]) é uma [[física]], [[Político|política]] [[Alemanha|alemã]] e atual [[Chanceler da Alemanha|chanceler do país]] desde 2005, além de líder do partido de [[centro-direita]] [[União Democrata-Cristã]] (CDU) desdede 2000 a 2018. Ela tem sido amplamente descrita como a líder de fato da [[União Europeia]], a mulher mais poderosa do mundo e a atual líder do [[Mundo Livre]].
 
Merkel nasceu em [[Hamburgo]], na [[Alemanha Ocidental]], e mudou-se para a [[Alemanha Oriental]] ainda criança, quando seu pai, um [[clérigo]] [[luterano]], recebeu um [[Pastor (religião)|pastorado]] em Perleberg. Ela se formou em [[química quântica]] em 1986, e trabalhou com [[Cientista|pesquisas científicas]] até 1989. Após a [[Revoluções de 1989|Revolução de 1989]], ela entrou na política e por um curto prazo foi porta-voz do primeiro governo democraticamente eleito na Alemanha Oriental, liderado por Lothar de Maizière em 1990. Após a [[reunificação alemã]], Merkel foi eleita para o [[Bundestag]], pelo estado de [[Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental]], sendo reeleita desde então. Como protegida do chanceler [[Helmut Kohl]], ela foi nomeada [[Ministério do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha|Ministra do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear da Alemanha]] em 1994. Depois que o seu partido perdeu as [[Eleição federal na Alemanha em 1998|eleições federais em 1998]], ela foi eleita secretária-geral da CDU, antes de vir a se tornar a primeira líder mulher do partido dois anos depois, após um escândalo de corrupção vir a tona e derrubar [[Wolfgang Schäuble]].