Abrir menu principal

Alterações

20 bytes adicionados, 07h21min de 12 de dezembro de 2018
sem resumo de edição
[[Imagem:Idrisids vectori map-pt.svg|thumb|[[Califado Idríssida]] e Estados vizinhos]]
 
[[Idris I° (Marrocos)|Idris I]] (Mulai Idris) era bisneto de [[Ali]] e de [[Fátima (filha de Maomé)|Fátima]], filha de [[Maomé]]. Idris fugiu para Marrocos para escapar ao massacre da sua família pelos [[Abássidas]] em [[786]]. Em [[788]], foi acolhido pelos [[berberes]] da região de Ualili ([[Volubilis]]), uma cidade fundada pelos romanos cerca de [[Mequinez]]. Ele é o fundador da cidade de [[Fez]]. Morreu possivelmente envenenado por um funcionário enviado pelo califa [[Harune Arraxide]] em [[791]], deixando sua esposa KenzaCanza grávida. O seu filho [[Idris II]], subiu ao trono com a idade de onze anos. O seu túmulo situa-se em [[Moulay Idriss Zerhoun]], aldeia na encosta de uma montanha perto das ruínas de Volubilis.
 
Os '''chorfas''' [[idríssidas]] vivem no norte do [[Marrocos]]: Fez, [[Ouazzane]], [[Tânger]], [[Taza]], [[Melilha]], [[Rebate]], [[Salé]], [[Oujda]] e [[Tetuão]]. No Marrocos as dinastias idríssidas, [[Saadianos|saadiana]] e [[Dinastia alauita|alauita]] são chamadas ''xerifianas''.
 
No Marrocos as dinastias idríssidas, [[Saadianos|saadiana]] e [[Dinastia Alaoui|alauita]] são chamadas ''xerifianas''.
 
=== Na Argélia ===
Encontram-se também '''chorfas''' idríssidas no oeste da [[Argélia]], em [[TlemcenTremecém]], [[Ain Temouchent]], [[Sidi Bel Abbes]], [[MostaganemMostaganém]], [[Mascara (Argélia)|Mascara]], [[Chlef]], [[Relizane]] e [[Orão]].
 
O [[emir]] [[Abd El-Kader]] é de ascendencia ''xerifiana''.