Diferenças entre edições de "Feira de Santana"

77 bytes adicionados ,  00h12min de 17 de dezembro de 2018
Desfeita a edição 53838857 de Paulomedford Informações sobre clima sem fontes. Imagem da caatinga é de outro município.
(Atualização de informações.)
(Desfeita a edição 53838857 de Paulomedford Informações sobre clima sem fontes. Imagem da caatinga é de outro município.)
Etiqueta: Desfazer
|vizinhos = [[Santa Bárbara (Bahia)|Santa Bárbara]], [[Santanópolis]], [[Tanquinho]], [[Candeal]], [[Riachão do Jacuípe]], [[Antônio Cardoso]], [[São Gonçalo dos Campos]], [[Santo Amaro (Bahia)|Santo Amaro]], [[Coração de Maria]], [[Anguera]], [[Serra Preta]], [[Ipecaetá]] e [[Conceição do Jacuípe]]
|dist_capital = 108
|distritos = [[Bonfim de Feira]], DistritoFeira Sede/Centrode Santana (sede), [[Governador João Durval Carneiro]], [[Humildes]], [[Jaguara (Feira de Santana)|Jaguara]], [[Jaíba (Feira de Santana)|Jaíba]], [[Maria Quitéria (Feira de Santana)|Maria Quitéria]], [[Matinha (Feira de Santana)|Matinha]] e [[Tiquaruçu]]<ref name="IBGE_Distritos">{{citar web|URL=https://sidra.ibge.gov.br/territorio#/N10/IN%20N6%202910800 |arquivourl=http://archive.is/H7maK |arquivodata=10 de dezembro de 2018 |título=Feira de Santana - Unidades territoriais do nível Distrito |autor=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |data=9 de setembro de 2013 |acessodata=10 de dezembro de 2018}}</ref>
<!-- Características geográficas -->
|área = 1304.425
|data_pop = estatísticas [[IBGE]]/2018<ref name="IBGE_FeiradeSantana"/>
|altitude = 234
|clima = [[Clima tropical|tropical com estação seca]]
|sigla_clima = AsAw
<!-- Indicadores -->
|idh = 0.712 <!--favor manter o formato-->
|site = [http://www.feiradesantana.ba.gov.br/ www.feiradesantana.ba.gov.br]
}}
'''Feira de Santana''' é um [[Municípios do Brasil|município]] [[brasil]]eiro no [[Interior da Bahia|interior]] do [[Unidades federativas do Brasil|estado]] da [[Bahia]], [[Região Nordeste do Brasil|Região Nordeste]] do país,. É a cidade-sede da [[Região Metropolitana de Feira de Santana]] e encontra-se localizada no centro-norte baiano, a 108 quilômetros da capital, [[Salvador|capital estadual]], com a qual se liga através da [[BR-324]].
 
''Feira'', como comumente é apelidada, é a [[Lista de municípios da Bahia por população|segunda cidade mais populosa do estado]] e [[Lista dos 50 municípios mais populosos do interior do Nordeste do Brasil|primeira cidade do interior nordestino em população]], ou seja, é a maior cidade do interior das regiões [[Região Norte do Brasil|Norte]], Nordeste, [[Região Centro-Oeste do Brasil|Centro Oeste]] e [[Sul do Brasil]], e é também a sexta maior cidade do interior do país, e com uma população maior que oito capitais estaduais.<ref>[http://www.cdlfs.com.br/feiradesantana.php]</ref> Na [[Hierarquia urbana do Brasil]], Feira de Santana é uma [[capital regional]] B e sede da maior [[região metropolitana]] do interior nordestino. Feira de Santana é uma cidade consolidada no vale do [[Rio Jacuípe (Bahia)|Rio Jacuípe]], na borda ocidental do Recôncavo, a leste dos planaltos semiáridos. O distrito do centro de Feira de Santana está localizado imediatamente a leste da confluência dos planaltos acidentados com o Rio Jacuípe e as planícies que se limitam com a zona da mata a leste, a cerca de 45&nbsp;km de distancia do [[Oceano Atlântico]]. O meridiano 39° oeste de [[Meridiano de Greenwich|Greenwich]] passa através da região central da cidade.<ref name="cidades.ibge.gov.br">http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=291080</ref>
 
Feira de Santana é o principal centro urbano, político, educacional, tecnológico, econômico, imobiliário, industrial, financeiro, administrativo, cultural e comercial do interior da Bahia e um dos principais do Nordeste, exercendo influência sobre centenas de municípios do estado. Além de maior, é também a principal e mais influente cidade do interior da região Nordeste. Feira de Santana foi a primeira cidade da [[América Latina]] a ter um [[plano diretor]], eleita pela ''[[revista Exame]]'' a melhor cidade da Bahia para investimentos imobiliários, a sétima do Nordeste e a 44º do Brasil, por estudos da mesma revista, é considerada a décima cidade do país em infraestrutura urbana;, Porpor estudos da ''Editora 3'' e revista ''Isto É'', foi eleita a 5º melhor cidade grande do país por indicadores sociais e está entre as 50 melhores cidades do Brasil para se viver, e foi destacada no jornal ''[[Folha de Londrina]]'' como uma das cidades que mais crescem no país atualmente.<ref name="acil.com.br">http://www.acil.com.br/noticias-detalhe/17/12/2012/sem-industria-nao-ha-salvacao</ref><ref>[https://www.leismunicipais.com.br/plano-diretor-feira-de-santana-ba]</ref><ref>[http://www.correiofeirense.com.br/noticia/16534/feira-de-santana-entre-as-50-melhores-cidades-para-investir-em-imoveis]</ref><ref>[http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticias.asp?idn=9261]</ref><ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/148063/estudo-aponta-feira-de-santana-como-uma-das-50-melhores-cidades-do-pais.html]</ref>
 
Localiza-se a 12º16'00" de [[latitude]] [[sul]] e 38º58'00" de [[longitude]] [[oeste]], a uma [[altitude]] de 234 [[metro]]s. Sua [[população]] de acordo com estimativa do [[IBGE]] de 2018 é de {{fmtn|609913}} habitantes, sendo a única cidade grande em população do interior do Norte, Nordeste e Centro Oeste do país.<ref name="IBGE_FeiradeSantana"/><ref>[http://www.brasilescola.com/brasil/hierarquia-das-cidades-no-brasil.htm]</ref><ref name="ibge.gov.br">[http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1]</ref><ref>[http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias?view=noticia&id=1&busca=1&idnoticia=1246]</ref>
 
Feira de Santana tendo o [[Lista de municípios do Brasil por PIB|69º maior produto interno bruto (PIB) municipal da nação]], o [[Lista de municípios da Bahia por PIB|terceiro maior na Bahia]] e o [[Lista dos municípios do interior do Brasil por PIB|maior do interior do Nordeste]], com R$ 13.107.354,0011 961 846 bilhões de reais ([[USD]] 3.346.067,61 de [[dólar]]es), é um importante centro industrial e comercial do Brasil, com um grande poder de compra e um forte [[comércio]]. Feira de Santana exerce um alto nível de influência econômica, comercial e política na Bahia e na região Nordeste brasileira, sendo o único município do interior do Nordeste com PIB acima de 10 bilhões. É sede de grandes empresas como a ''[[Le Biscuit]]'', ''[[Paradise Indústria Aeronáutica]]'', ''R.Carvalho'', ''L.Marquezzo'', ''Brasfrut'', ''Empresa de transportes Santana'', entre outras. A cidade é conhecida mundialmente por sediar o maior [[carnaval]] fora de época do país, a ''[[Micareta de Feira]]''. Destaca-se também festejos como o São João de São José, São Pedro de [[Humildes]], festa de Nossa Senhora de Sant'Ana, a ''ExpoFeira'' (uma das maiores feira de exposição agropecuária do Nordeste) e o ''Natal Encantado'', além de ter importantes monumentos, como o monumento do caminhoneiro que representa a importância rodoviária do município, a estátua do tropeiro (um dos símbolos da cidade fundada por tropeiros comerciantes no século XIX), Monumento à Maçonaria, o Relógio [[Rotary]], a [[Igreja Senhor dos Passos]] em [[Arquitetura neogótica|estilo neogótico]], o museu parque do saber que possui um [[planetário]] de última geração, com apenas outro existente na América Latina localizado em [[Buenos Aires]] ([[Argentina]]), o [[Observatório Astronômico Antares]] e o ''[[Feiraguai]]'', um dos três maiores centros de comércio de produtos importados do país, em sua maioria [[chineses]], perdendo apenas para a ''25 de março'' em [[São Paulo (cidade)|São Paulo]] e a ''feira do Paraguai'' em [[Brasília]].<ref>[http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-2/artigo/meca-da-pirataria-feiraguai-cresce-em-ritmo-chines-e-e-a-terceira-do-pais-em-contrabando/]</ref><ref>[http://www.bahiahoje.com.br/turismo/feiradesantana/acidade/festaspopulares.htm]</ref><ref>[http://www.blogdafeira.com.br/noticias/455/maior-polo-de-festas-juninas-da-bahia/]</ref><ref name="feiradesantana.ba.gov.br">http://www.feiradesantana.ba.gov.br/natalencantado/</ref>
 
Feira de Santana é um grande polo educacional, possui um bom ensino de base e fundamental, e algumas das melhores escolas do país, como o Colégio Helyos, Acesso, Nobre e Anísio Teixeira, é sede da [[Universidade Estadual de Feira de Santana]] (UEFS), e possui mais de 30 [[Faculdades]] particulares, e a [[Universidade Federal do Recôncavo da Bahia]] (UFRB-CETENS). Ainda no ensino superior, a cidade conta também com instituições de educação tecnológica como o [[Instituto Federal da Bahia]] (IFBA) e o [[Centro de Educação Tecnológica do Estado da Bahia]] (CETEB). Feira de Santana possui mais escolas que várias capitais do país como [[Natal (Rio Grande do Norte)|Natal]], [[Aracaju]], [[Florianópolis]], [[Maceió]], [[Cuiabá]], [[João Pessoa]], entre outras.<ref>[http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=9184 Feira terá campus da UFRB]</ref><ref>[http://www.ebc.com.br/2012/08/futuro-prefeito-de-feira-de-santana-vai-administrar-cidade-baiana-com-porte-de-capital]</ref>
Feira de Santana apresenta um grande crescimento em seus índices sociais, seu [[Índice de Desenvolvimento Humano]] (IDH), medido pelas [[Nações Unidas]] é de 0,712 (alto), possuindo uma qualidade de vida superior a 72,24% dos municípios brasileiros.<ref>[http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/temas.php?codmun=291080&idtema=118&search=bahia%7Cfeira-de-santana%7C%C3%8Dndice-de-desarrollo-humano-municipal-idhm-&lang=]</ref>
 
Localizada no [[Agreste]],em uma zona de transição entre a [[Zona da Mata]] e o [[SertãoAgreste]], a cidade ganhou de [[Ruy Barbosa]], o [[Águia de Haia]], a alcunha de "Princesa do Sertão". Há também outros cognomes: "Porta Áurea da Bahia" ([[Pedro Calmon]]), "Cidade Patriótica" (Heroína [[Maria Quitéria]]), "Cidade Escola" (Padre Ovídio de São Boaventura), "Cidade Formosa e Bendita" (Poetisa Georgina Erismann), "Cidade Progresso" ([[Jânio Quadros]]).
Possui alguns dos melhores índices do estado: o terceiro maior acesso à [[Águas residuais|rede de esgoto]] do estado; o maior centro de abastecimento do [[Região Norte do Brasil|Norte]]-[[Região Nordeste do Brasil|Nordeste]]; além de [[internet]] gratuita à [[população]], fornecida em diversas partes do [[Centro (Feira de Santana)|centro da cidade]], no conjunto ''Feira V'' (ao lado da ''Capela São Francisco de Assis''), no [[Terminal rodoviário de Feira de Santana|rodoviária municipal]], no aeroporto, na biblioteca municipal, e em várias praças e bairros da cidade, servindo a dezenas de milhares usuários diários no município.<ref name="embasa.ba.gov.br">http://www.embasa.ba.gov.br/</ref>
A cidade é um grande centro de referência regional na área da saúde, conta com vários Hospitais públicos e particulares, além de dezenas de postos de saúde, UPAs e centros médicos espalhados por toda cidade, Feira de Santana possui mais estabelecimentos de saúde que algumas capitais como [[Aracaju]], [[Maceió]] e [[Cuiabá]], a saúde e a educação municipal de Feira de Santana possui parceria tecnológica com a [[Microsoft]].<ref>[http://www.feiradigital.ba.gov.br/]</ref>
 
Seu aeroporto é o [[Aeroporto de Feira de Santana|Aeroporto Governador João Durval Carneiro]]. A cidade encontra-se no principal entroncamento [[rodoviário]] do Norte-Nordeste brasileiro, e o segundo do Brasil, atrás apenas de [[São Paulo (estado)|São Paulo]], é onde ocorre o encontro das [[Lista de rodovias do Brasil|BRs]] [[BR-101|101]], [[BR-116|116]] e [[BR-324|324]], além de seis rodovias estaduais, funcionando como ponto de passagem para o tráfego que vem do [[Região Sul do Brasil|Sul]], [[Sudeste brasileiro|Sudeste]] e do [[Região Centro-Oeste do Brasil|Centro-Oeste]], que se dirige para [[Salvador (Bahia)|Salvador]] e outras capitais e importantes cidades nordestinas. Graças a esta posição privilegiada, possui um importante e diversificado setor de [[comércio]] e [[serviços]], além de [[Indústria de transformação|indústrias de transformação]], [[Indústria alimentícia|alimentícias]], [[Indústria química|química]], utensílios domésticos, materiais elétricos, materiais de transporte, na produção de [[biodiesel]], [[mecânica]], e [[aeronáutico]]. A partir da década de 1970, o perfil econômico feirense cresceu progressivamente, tendo evoluído para um importante e diversificado centro industrial, logístico e econômico regional, até se tornar uma das principais cidades do interior do Brasil.<ref>[http://www.cis.ba.gov.br/industrias.html]</ref><ref>[http://www.paradise-ultraleve.com/]</ref>
 
== História ==
 
Novas entidades e realizações surgiram então: a fundação da [[associação comercial|Associação Comercial]] e do Feira Tênis Clube, a abertura de [[estrada]]s municipais, o início da construção e conclusão da nova ''[[BR-324|Rodovia Feira-Salvador]]'', a inauguração da [[Rádio Sociedade de Feira]], pavimentação de ruas arteriais da cidade, a construção da [[biblioteca|Biblioteca Municipal]] e do ''Matadouro Municipal'', a inauguração do [[Fórum]] Felinto Bastos, da atual [[Terminal rodoviário de Feira de Santana|Estação Rodoviária]] e do Parque Agropecuário ''João Martins da Silva''.<ref>Vide http://www.achetudoeregiao.com.br/ba/feira_do_santana/historia.htm</ref> Em [[1967]] foi fundado o [[Centro das Indústrias de Feira de Santana]], e em 1970 criou-se em Feira de Santana o [[Centro Industrial do Subaé]] (CIS),<ref>[http://www.cis.ba.gov.br/ Sítio oficial do Centro Industrial de Subaé] - acessado em [[29 de julho]] de [[2009]]</ref> que apoia as indústrias instaladas proporcionando meios para que as novas indústrias sejam ampliadas. A recepção de indústrias e sequenciais ganhos de [[Infraestrutura (economia)|infraestrutura]] no município desde então fizeram a cidade ter características benéficas e maléficas de grandes centros urbanos, como por um lado a demanda de [[mão-de-obra]] especializada, acentuação na [[Desigualdade econômica|desigualdade social]], aumento de [[criminalidade|ocorrências policiais]], [[Congestionamento (trânsito)|congestionamentos de trânsito]] nas áreas centrais da cidade, e por outro lado, ampliação de cursos de [[ensino superior]] (privados e públicos), expansão do [[saneamento]] e do [[transporte público]], etc; ou seja, a cidade ganhou típicas características de uma ''[[capital regional]]''.<ref>[http://www.artigosinformativos.com.br/Avaliando_os_problemas_do_crescimento_demografico_Feira_de_Santana_Bahia-r1193155-Feira_de_santana_BA.html Avaliando os problemas do crescimento demográfico Feira de Santana, Bahia]</ref><ref>[http://www.achetudoeregiao.com.br/ba/feira_do_santana/historia.htm História de Feira do Santana BA]</ref>
[[Imagem:Feira de Santana (BA).tif|miniaturadaimagem|201x201px|Feira de Santana, 1963. [[Arquivo Nacional (Brasil)|Arquivo Nacional]].]]
 
=== Cronologia ===
 
== Geografia ==
De acordo com a divisão do [[Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]] vigente desde 2017,<ref>{{citar web|URL=https://www.ibge.gov.br/geociencias-novoportal/cartas-e-mapas/redes-geograficas/2231-np-divisoes-regionais-do-brasil/15778-divisoes-regionais-do-brasil.html |título=Divisão Regional do Brasil |autor=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |data=2017 |acessodata=10 de dezembro de 2018 |wayb=20181210124544}}</ref> o município pertence às Regiões Geográficas [[Região geográfica intermediária|Intermediária]] e [[Região geográfica imediata|Imediata]] de Feira de Santana.<ref name="IBGE_DTB_2017"/> Até então, com a vigência das divisões em [[Microrregiões do Brasil|microrregiões]] e [[Mesorregiões do Brasil|mesorregiões]], o município fazfazia parte da microrregião de Feira de Santana, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Centro-Norte Baiano.<ref>{{Citar periódico |autor=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |ano=1990 |título=Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas |jornal=Biblioteca IBGE |página=62–63 |volume=1 |url=http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv2269_1.pdf |acessadoem=10 de dezembro de 2018 |wayb=20181210124553}}</ref><ref>{{citar web|URL=https://www.ibge.gov.br/geociencias-novoportal/cartas-e-mapas/redes-geograficas/2231-np-divisoes-regionais-do-brasil/15778-divisoes-regionais-do-brasil.html |título=Divisão Regional do Brasil |autor=Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) |data=2017 |acessodata=10 de dezembro de 2018 |wayb=20181210124544}}</ref><ref name="IBGE_DTB_2017"/>
 
=== Relevo e hidrografia ===
<!--imagem ocultada por falta de espaço---- [[Imagem:Statue in Feira de Santana, Bahia, Brazil.JPG|200px|thumb|direita|[[Monumento]] na ''Praça da [[Catedral Metropolitana de Sant'Ana|Igreja da Matriz]]''. [[Cactaceae|Cactos]], como este na imagem, são comuns na cidade. Muitos são comestíveis<ref>[http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/noticia/2012/01/cactus-e-rico-em-proteina-nutriente-raro-entre-os-vegetais-3635232.html Cactus é rico em proteína, nutriente raro entre os vegetais]</ref> e fazem parte da culinária típica da região.<ref>[http://belezadecactos.blogspot.com/2009/06/opuntia-ficus-indica-produz-fruto.html Opuntia ficus-indica produz fruto comestível]</ref><ref>[http://www.portaldoagrovt.com.br/agro/fruticultura/figo_da_india.pdf sabor exótico em meio aos espinhos]</ref>]] ----->
 
Em relação à [[hidrografia]], os principais rioselementos são: [[Rio Subaé]], o menos caudaloso do município, porém permanente. O Rio Pojuca, o [[Rio Jacuípe (Bahia)|Jacuípe]], diversas [[lagoa]]s, alguns [[riacho]]s e várias fontes nativas. O solo contém: [[argila]], caulim, [[areia]]s, arenito e granulito. Destes elementos são explorados apenas: areia, argila e pedras para construção que também são, industrialmente transformadas em várias espécies de [[brita]]s e tipos de pedra.
Feira de Santana está a 234&nbsp;[[metro]]s acima do [[nível do mar]] tendo como referência a [[Igreja Senhor dos Passos]], embora os pontos mais elevados da cidade estão nos bairros Pampalona, Asa Branca, Jardim Cruzeiro e Kalilândia. O relevo é um conjunto de [[tabuleiro]]s, [[planalto]]s e [[esplanada]]s, sendo a parte oeste e noroeste do município a mais acidentada. Nota-se no município a presença de algumas [[serra]]s: Serra da Agulha, Cágado, Serra Grande, Branco, Santa Maria e Serra do Boqueirão. Nenhuma destas ultrapassa os 300 metros de altura. O ponto culminante do município é o Morro de São José, no distrito de Maria Quitéria, possui mais de 610 metros de altitude e é utilizado para o lazer, como voos livres de asa delta e trilhas, outro ponto culminante do município é o pico das agulhas no distrito de Jaguara. A cidade possui 133.799 hectares e 1 362,880 quilômetros quadrados (516,60 sq mi).<ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/150965/equipe-do-inema-identifica-pontos-de-poluicao-e-ocupacao-irregular-em-areas-ambientais.html]</ref>
 
=== Clima ===
O clima de Feira de Santana é [[Clima tropical|tropical com estação seca]], classificado como ''AsAw'' de acordo com a [[Classificação climática de Köppen-Geiger|Köppen-Geiger]]. A cidade é influenciada por massas de ar quentes provenientes do Atlântico e massas de ar frias vindas do Sul do Brasil. No verão é quente e seco, com médias máximas de 33&nbsp;°C e mínimas de 22&nbsp;°C. No inverno é ameno e chuvoso, com máximas de 26&nbsp;°C e mínimas de 18&nbsp;°C. O [[índice pluviométrico]] é de aproximadamente 750&nbsp;mm.<ref name="NCB_1981-2010"/> O índice de aridez é de 22,0%, hídrico: -19,0&nbsp;mm, a cidade enfrente anualmente vários meses.{{Carece de seca, que podem durarfontes|data=dezembro de 5 a 8 meses. 2018}}
 
Segundo dados do [[Instituto Nacional de Meteorologia]] (INMET), referentes ao período de 1961 a 1970 e a partir de 1999, a menor temperatura registrada em Feira de Santana (estação climatológica da [[Universidade Estadual de Feira de Santana|UEFS]]) foi de {{fmtn|11.6|°C}} em 18 de janeiro de 2001,<ref name="TempMínINMET_FeiradeSantanaBA"/> e a maior atingiu {{fmtn|39.4|°C}} em 12 de fevereiro de 1961.<ref name="TempMáxINMET_FeiradeSantanaBA"/> Os maiores acumulados de [[Precipitação (meteorologia)|precipitação]] registrados em 24 horas foram {{fmtn|100.3|mm}} em 25 de novembro de 2005 e {{fmtn|100|mm}} em 17 de março de 2011.<ref>{{citar web|url=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt.php?&mRelEstacao=83221&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2018&mAtributos=,,,,,,,,,,1,,,,,,|título=Série Histórica - Dados Diários - Precipitação (mm) - Feira de Santana|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=30 de maio de 2014}}</ref> <!-- O menor índice de [[umidade relativa do ar]] foi registrado em 3 de fevereiro de 2002, de 17%.<ref>{{citar web|url=http://www.inmet.gov.br/projetos/rede/pesquisa/gera_serie_txt.php?&mRelEstacao=83221&btnProcesso=serie&mRelDtInicio=01/01/1961&mRelDtFim=31/12/2015&mAtributos=,,,,1,,,,,,,,,,,, |título=Série Histórica - Dados Horários - Umidade Relativa (%) - Feira de Santana|publicado=Instituto Nacional de Meteorologia|acessodata=30 de maio de 2014}}</ref> -->
 
=== Vegetação ===
[[Imagem:CaatingaRiofeiradesantana.jpg|230px|direita|thumb|CaatingaFloresta nade estaçãotransição chuvosaentre a [[mata atlântica]] e a [[caatinga]] às margens do [[Rio Jacuípe (Bahia)|rio Jacuípe]].]]
[[Imagem:Xique-xique sf.JPG|230px|direita|thumb|Caatinga na estação seca.]]
 
O município está localizado no [[Agreste]] (zona de transição entre a Zona da Mata e o Sertão), e possui uma vegetação de transição. A Vegetação é constituída por cerradosflorestas etropicais algunsno trechoslado sobreviventessudeste dedo florestas tropicaismunicípio, no distrito de Humildes, (únicoquase distritototalmente localizadodevastadas forapela doocupação [[Polígonohumana, dasrestando Secas]]).poucos Atrechos, [[Estepe]]essas florestas logo se transformam em ([[caatinga]]) é arbórea, arbustiva e herbáceas, dependendo do solo e da região do município, a caatinga apresenta características diferentes, sendo mais densaseca no lado lesteoeste e mais secadensa no lado oeste, há vegetação de brejos, como pequenas florestas estacionárias em margens de córregos, lagoas e em encostas de alguns morros, a vegetação predominante no município é a Caatingaleste.
 
=== Localização ===
O município de Feira de Santana está localizado na zona de planície entre o [[Recôncavo baiano]] e os [[tabuleiro]]s [[semiárido]]s do nordeste baiano. Faz divisa com doze municípios: [[Anguera]] (oeste); [[Antônio Cardoso]] (sul); [[Candeal]] (norte); [[Conceição do Jacuípe]] (leste); [[Coração de Maria]] (leste); [[Ipecaetá]] (oeste); [[Santa Bárbara (Bahia)|Santa Bárbara]] (norte); [[Santanópolis]] (leste); [[Santo Amaro da Purificação]] (leste); [[São Gonçalo dos Campos]] (sul); [[Serra Preta]] (oeste); e [[Tanquinho]] (norte).
 
Feira de Santana está localizada geograficamente no [[Agreste]], na zona econômica do Paraguassu,<ref>[http://www.infoescola.com/geografia/agreste/]</ref><ref>[http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_21449/artigo_sobre_inser%C3%87%C3%83o_de_feira_de_santana_na_regi%C3%83o_econ%C3%94mica_do_paragua%C3%87%C3%9A]</ref> mas antes da sua fundação a região onde hoje se localiza a cidade era de forte ligação cultural e econômica com o Recôncavo Baiano, quando a cidade foi fundada em 1832 houve um desmembramento do território até então pertencente ao município de Nossa Senhora do Rosário do Porto de Cachoeira atual cidade de [[Cachoeira (Bahia)|Cachoeira]], ao longo do tempo as influências culturais do Sertão se tornaram mais influentes na cidade assim como as próprias características da sua população<ref>[http://www.goeb.com.br/anexo/_1251239515.pdf]</ref>, enquanto o Recôncavo Baiano é formado por cidades históricas com população de maioria Negra e cultura de raiz predominantemente africanaAfricana, Feira de Santana foi povoada por migrantes vindos do interior da Bahia e de todo o Brasil que a partir de então se misturaram etnicamente e culturalmente<ref name="feiradesantanna.com.br">http://www.feiradesantanna.com.br/origem.htm</ref>, a tradição dos tropeiros e do sertanejo se enraizou na cidade de maneira que Feira se tornou uma das maiores e principais representantes da cultura sertaneja em todo o Nordeste, conhecida como o Portal do Sertão, Feira de Santana é o ponto de divisão sociocultural entre o recôncavo e o interior do estado<ref>[http://www.ufrb.edu.br/janelasculturais/?p=168]</ref>, esse ponto onde Feira se localiza é o encontro de grandes regiões Culturais e Históricas do estado: [[Recôncavo]] (Leste e Sul), Região do médio Paraguassu (Oeste e Sudoeste), região do Nordeste Baiano (Leste e Nordeste) e [[Região Sisaleira]] (Norte e Noroeste), a sua região metropolitana possui cidades integrantes de todas estas regiões citadas, fazendo de Feira de Santana um importante polo de encontro cultural e histórico da Bahia além de exercer forte influencia econômica sobre essas regiões.<ref name="feiradesantanna.com.br"/><ref>[http://www.feiradesantanna.com.br/]</ref><ref>[http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=23634]</ref>
 
=== Região metropolitana ===
Com uma população total de {{fmtn|732754}} habitantes, a Região Metropolitana de Feira de Santana engloba por enquanto seis municípios: [[Amélia Rodrigues (Bahia)|Amélia Rodrigues]], [[Conceição da Feira]], [[Conceição do Jacuípe]], [[Tanquinho]], [[São Gonçalo dos Campos]] e Feira de Santana. Durante a segunda fase de incorporação da RMFS, serão incluídas as cidades de [[Anguera]], [[Antônio Cardoso]], [[Candeal]], [[Coração de Maria]], [[Ipecaetá]], [[Irará]], [[Santa Bárbara]], [[Santanópolis]], [[Serra Preta]] e [[Riachão do Jacuípe]]. Após a segunda fase, a região metropolitana contará com uma [[população]] de cerca de 1 milhão de habitantes.
 
A [[conurbação]] de Feira de Santana com São Gonçalo dos Campos é muito evidente, além de casas ao longo da BA 502 que se confunde nos limites territoriais, o conjuntobairro [[Parque Viver (Feira de Santana)|Parque Viver]] faz limite com o loteamento Ouro Verde no distrito rural de Tapera em São Gonçalo dos Campos, são separados apenas por uma rua e compartilham alguns serviços, ainda há conflitos políticos territoriais nos limites de Feira e São Gonçalo. Do lado leste, a conurbação com o município de Conceição do Jacuípe é evidente no entroncamento da BR 324 com a BR 101, onde os condomínios Haras Residence, Quintas Imperial e Horto Residencial; e o povoado Bessa, pertencentes a Conceição do Jacuípe, fazem limite com o Polo Industrial de Feira e perto da sede do distrito de Humildes. Possui uma área de {{fmtn|1363|km²}}, sendo reconhecida como o Portalportal do Sertãosertão por estar situada no início do Agreste e Sertãoagreste baiano. A sede possui 111&nbsp;km². A região leste e sudeste de Feira de Santana está avançando cada vez mais em direção aos municípios vizinhos de Coração de Maria e Conceição do Jacuípe com a construção de grandes condomínios, em sua maioria de luxo, na região leste da cidade.<ref>{{citar web|url= http://www.urbanizacao.cnpm.embrapa.br/conteudo/base.html|titulo=Urbanização das cidades brasileiras|publicado=[[Embrapa Monitoramento por Satélite]]|acessodata=23 de setembro de 2008}}</ref>
 
Extremamente estratégica a [[Região Metropolitana de Feira de Santana]] é composta por municípios de diversas sub regiões da Bahia: Amelia Rodrigues, São Gonçalo dos Campos, Conceição da Feira e Conceição do Jacuípe, pertencentes ao [[Recôncavo Baiano]]; Antonio Cardoso, Anguera, Serra Preta e Ipecaetá, pertencentes ao baixo e médio Paraguassu; Coração de Maria, Irará, Santanópolis e Santa Barbara, pertencentes ao Nordeste Baiano; Candeal e Riachão do Jacuípe, pertencentes a [[Região Sisaleira]]; e Feira de Santana se localiza no centro, sendo um ponto de encontro entre estas importantes sub regiões econômicas da Bahia.
A cidade conta com 416,03 habitantes a cada km², seu crescimento populacional é de 6,70% ao ano.
 
Em números, a cidade que tinha cerca de 4000 habitantes quando da visita do então Imperador [[Pedro II do Brasil|D. Pedro II]] atualmente conta com cerca de {{fmtn|609913622639}} moradores, de acordo com os números do Censo de 2015, Feira de Santana ocupa a segunda posição em população do estado atrás da capital [[Salvador (Bahia)|Salvador]], equivalente ao somatório da terceira cidade [[Vitória da Conquista]] com 343 230 habitantes e a quarta [[Camaçari]] com 286 919 habitantes. É a 11ª maior cidade do Nordeste, e a 34ª colocada no ranking nacional, maior que oito capitais: [[Cuiabá]], [[Vitória (Espírito Santo)|Vitória]], [[Florianópolis]], [[Rio Branco]], [[Palmas]], [[Porto Velho]], [[Boa Vista (Roraima)|Boa Vista]] e [[Macapá]]. Dentro da divisão regional do ''REGIC - Regiões de Influência das Cidades'', constituída em regiões funcionais urbanas, publicadas pelo IBGE em 1987 e 2003, Feira de Santana é classificada como [[capital regional]], abrangendo mais de cem municípios com população de mais de 3 milhões de habitantes, e uma área de 99.538 Km2, representando 20,72% do total de habitantes do Estado da Bahia, 23.02% dos municípios do estado, 27.88% da área territorial do Estado. É também a cidade mais populosa do interior do [[Norte]], [[Nordeste]], [[Centro Oeste]] e [[Sul]] do Brasil, a sexta maior cidade do interior do país ficando atrás apenas de [[Campinas]], [[São José dos Campos]], [[Ribeirão Preto]], [[Uberlândia]] e [[Sorocaba]], e a 68º maior cidade da [[América do Sul]], com uma região metropolitana de mais de 732 754 habitantes é o maior aglomerado urbano do interior do Norte-Nordeste, quando concluída, a [[Região Metropolitana de Feira de Santana]] contará com cerca de 914 650 habitantes. A população de Feira de Santana cresce em média 80 a 120 mil habitantes por década, um número bastante expressivo. Cerca de 91,7% da população do município vive na zona urbana e apenas 8,3% na zona rural, 52,72% da população do município são mulheres, e 47,42% são homens. Feira de Santana é a cidade que proporcionalmente melhor oferece oportunidades de trabalho, empreendedorismo e educação superior acima da média do estado da Bahia, sendo estes, os principais motivos para intensa migração a cidade. Feira de Santana recebe migrantes de diversas partes do estado da Bahia, de outros estados nordestinos e outras regiões do Brasil, principalmente do Sul e Sudeste, além de receber um grande número de imigrantes vindos da [[China]], [[Coréia do Sul]], [[Japão]] e [[Colômbia]]. A população de Feira é predominantemente de meia idade.<ref name="ibge.gov.br"/><ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/71888/banners.php?id=611]</ref><ref>[http://g1.globo.com/bahia/noticia/2011/06/criacao-da-regiao-metropolitana-de-feira-de-santana-ba-e-aprovada.html]</ref><ref name="camarafeiradesantana.ba.gov.br">http://www.camarafeiradesantana.ba.gov.br/historia/historia-cidade/historia-de-feira-de-santana</ref>
 
O [[Índice de Desenvolvimento Humano]] Municipal (IDH-M) de Feira de Santana é considerado alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), seu valor é de 0,712 (censo de 2010), Feira de Santana ocupa a 1546ª posição, em relação aos 5.570 municípios do Brasil, sendo que 1545 (27,76%) municípios estão em situação melhor e 4.020 (72,24%) municípios estão em situação igual ou pior. Em relação aos 417 outros municípios da Bahia, Feira de Santana ocupa a 5ª posição, sendo que 4 (0,96%) municípios estão em situação melhor e 413 (99,04%) municípios estão em situação pior. A renda per capita é de R$ 15,199 91, o índice de pobreza é de 15,75%, Analfabetismo 11,25%, desemprego 8,6%, [[índice de Gini]] é de 60,79 (2010), Longevidade ou esperança de vida ao nascer de 74,2 anos. A cidade possui a maioria dos indicadores altos em relação a média nacional e da região Nordeste. O IDH-M passou de 0,585 (baixo) em 2000, para 0,712 (alto) em 2010 - uma taxa de crescimento de 21,71%.<ref name="ReferenceB">http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1</ref>
|-
|}
[[Imagem:Skyline Feira.JPG|thumb|1115px|centro|Vista da linha do horizonte de Feira de Santana, a partir do edifício Metropolitan Center]]
 
=== Migração ===
Feira de Santana é uma cidade de [[migração humana|migrantes]], cerca de metade da população não nasceu na cidade, o forte fluxo migratório resultado da posição privilegiada e do crescimento econômico em todos os setores da economia atraiu e continua atraindo a Feira de Santana um grande número de migrantes de todo país. A princípio os comerciantes de gado e sua famílias que viajavam de norte a sul do Brasil foram os primeiros a se estabelecerem na cidade em seus primórdios, logo depois vieram grupos de [[nordeste brasileiro|Nordestinos]] principalmente do [[Ceará]], [[Maranhão]] e [[Paraíba]], que ao se dirigirem para [[São Paulo (estado)|São Paulo]], muitos acabaram ficando em Feira de Santana, investiram e prosperaram, alguns bairros antigos da cidade como o Jardim Acácia, Queimadinha, [[Santo Antônio dos Prazeres]] e [[Chácara São Cosme]], possui grande número de descendentes de [[Pernambucanos]], [[Cearenses]] e Paraibanos, entre outros Nordestinos. Com a expansão das rodovias a partir da década de 1960 e a industrialização a partir dá década de 1970 a cidade viveu uma nova onda de migração que aumentou enormemente a população da cidade em poucos anos, a partir desse período vieram migrantes do [[Sul]] e [[Sudeste]] do país, como [[Paulistas]], [[Paranaenses]], [[Catarinenses]], [[Gaúchos]], [[Mineiros (Goiás)|Mineiros]] e [[Cariocas]], que juntamente com outros migrantes Nordestinos e do interior da Bahia se misturaram e formaram a atual configuração da população Feirenses. Recentemente a cidade vive um novo tipo de migração, a do retorno, devido ao desenvolvimento recente do Nordeste, muitos nordestinos que migraram para São Paulo e Rio de Janeiro estão voltando para o Nordeste e se distribuindo nas principais cidades da região, Feira de Santana é uma cidade de destinoalvo desses migrantes de retorno, não apenas de nordestinos puros, mas também de descendentes miscigenados já nascidos no Sudeste.<ref>[http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40142001000300014&script=sci_arttext]</ref><ref>[http://www.fazendogenero.ufsc.br/8/sts/ST34/Keila_de_Sousa_Aguiar_34.pdf]</ref>
 
A maior parte dos migrantes que residem em Feira de Santana são do próprio estado da [[Bahia]], originários principalmente das regiões do alto e médio [[Rio Paraguaçu|Paraguaçu]], Nordeste Baiano, [[Região Sisaleira]], [[Recôncavo Baiano]], entre os migrantes das demais regiões do Brasil destacam-se os [[Pernambucanos]], [[Paulistas]], [[Cearenses]], Paraibanos, [[Gaúchos]] e [[CatarinensesMineiros (Goiás)|Mineiros]]. Já em relação ao estrangeiros, Feira de Santana nunca recebeu um número significativo de imigrantes de outros países, recentemente esse quadro vem mudando com o grande fluxo migratório de [[Chineses]], [[Coreanos]] e [[ColombianosCoreanos]], há europeus e descendentes, além de norte americanos e outros latinos, mas que não chegam a formar bairros, nem grupos notáveis ou comunidades numerosas.<ref>[http://guialocal.clubejus.com.br/Saiba_como_natualizar_seu_filho_nascido_no_estrangeiro_Feira_de_Santana_Bahia-r1385376-Feira_de_santana_BA.html]</ref><ref>[http://atarde.uol.com.br/bahia/materias/1466003-quase-200-mil-paulistas-vivem-na-bahia-aponta-ibge]</ref>
 
=== Língua, sotaques e dialetos ===
O idioma [[Língua portuguesa|português]], assim como em quase todas as cidades brasileiras, é o idioma oficial e língua principal de Feira de Santana, o [[Língua mandarim|mandarim]] e o [[Língua castelhana|espanhol]] é falado por muitos imigrantes que ainda utilizam como língua principal na comunicação comunitária e dentro de casa, ou de forma secundária para os seus descendentes. O [[Língua inglesa|inglês]] e o espanhol (para os não hispânicos), são idiomas secundários, ensinado nas escolas, cursos de idiomas e largamente usados nos meios de comunicação, entretenimento e na internet, mas não são línguas faladas de forma comumente.
O sotaque feirense está dentro da zona do ''típico'' [[dialeto baiano]], que abrange toda região litorânea (incluindo a capital) e cerca de 100 ou 150&nbsp;km em direção ao interior, sofrendo poucas variações. Por conta da grande quantidade de migrantes ede vários imigranteslugares, o dialeto local acaba sendo uminfluenciado poucoem influenciadomenor porgrau pelos dialetos de outras regiões do estado e outrosdo sotaquespaís.<ref>[http://www.cljornal.com.br/antigo-site/noticia.php?id=6380]</ref><ref>[http://www.vertentes.ufba.br/associados/feira-de-santana]</ref>
 
=== Pobreza e desigualdade ===
 
=== Segurança e criminalidade ===
Até meados dos anos 2000, Feira de Santana era uma cidade relativamente tranquila com índices de criminalidade baixos, a partir da segunda metade dos anos 2000, esse índice foi aumentando gradativamente, impulsionado principalmente pelo [[tráfico de drogas]], tal crecimento da violência foi verificado em todo território brasileiro, nos últimos anos Feira de Santana passou a ter um número elevado de assassinatos, roubos e assaltos, embora esteja havendo reduções, os números ainda são preocupantes e assustam a população feirense, os bairros mais violentos da cidade são: Queimadinha, Conceição, Rua Nova, George Américo, Santo Antônio dos Prazeres, Magabeira, AviárioTomba e o distrito de HumildesAviário.<ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/100937/policia-de-feira-de-santana-registrou-412-homicidios-em-2012.html]</ref>
 
Quase todos os assassinatos em Feira de Santana envolvemenvolve pessoas ligadas ao tráfico de drogas e com passagem pela [[policia]], entre as chamadas ''pessoas de bem'' (geralmente vítimas de [[latrocínio]]), o número é bem pequeno, mas há uma preocupação por parte da sociedade feirense dessa violência migrar para as ''pessoas de bem'' como já aconteceu em outros grandes centros urbanos do país. Em Feira de Santana há políticas públicas para combater a violência e o tráfico de drogas, como o aumento de policiais nas ruas, atividadespoliciais culturais e artísticas nasa periferiaspaisana, criação de módulos da Policia em praças e pontos estratégicos, a ampliação do presídio regional localizado no bairro Aviário, equipamentos modernos de segurança, câmeras de vigilância em pontos estratégicos por toda cidade e basesBases comunitárias de segurança, estas funcionam semelhante as bases de pacificação das favelas do [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]], a primeira foi instalada no final de 2012 no bairro George Américo e no bairro Rua Nova em 2014, até então os mais violentos da cidade, após a instalação das bases houve redução da violência nestes bairros, a Polícia e o governo estadual já confirmaram novas bases em outros bairros periféricos, o objetivo é vencer o tráfico de drogas e reduzir os índices de violência da cidade, desde 2014 as polícias civil e militar vem fazendo um trabalho conjunto no combate a violência, gerando resultados positivos, nos últimos anos os índices de assassinatos vem diminuindo na cidade, mas os assaltos ainda preocupam muito a população. A grande maioria das vítimas de assassinatos são jovens da periferia, com idades entre 15 a 27 anos, e cerca de 97% das pessoas assassinadas em Feira de Santana são [[Negros]], o que é resultado das graves desigualdades sócio-raciais existente na cidade. Na cidade há sedes da polícia Militar, Estadual, Civil e Federal.<ref>[http://atarde.uol.com.br/bahia/materias/1476522-feira-de-santana-tem-alta-de-126-assassinatos-em-2012]</ref><ref>[http://www.bomdiafeira.com.br/noticias/policia/10671/97+das+v%C3%ADtimas+de+homic%C3%ADdios+em+Feira+s%C3%A3o+negros,+diz+pesquisa]</ref>
 
=== Religião ===
Os bairros mais populosos da cidade são: [[Tomba (Feira de Santana)|Tomba]], [[Campo Limpo (Feira de Santana)|Campo Limpo]], [[Muchila (Feira de Santana)|Muchila]], [[Conceição (Feira de Santana)|Conceição]], Brasília, [[Mangabeira (Feira de Santana)|Mangabeira]], [[Calumbi (Feira de Santana)|Calumbi]], [[Queimadinha (Feira de Santana)|Queimadinha]], [[Gabriela (Feira de Santana)|Gabriela]] e [[Parque Ipê (Feira de Santana)|Parque Ipê]].
 
A cidade também possui vários conjuntos habitacionais com o prenome ''Feira'', são eles: ''Feira IV'' (pertencente ao bairro [[Pedra do Descanso (Feira de Santana)|Pedra do Descanso]]), ''Feira V'' (pertencente ao bairro Mangabeira), ''Feira VI'' (pertencente ao bairro Campo Limpo), ''Feira VII'' (pertencente ao bairro Tomba), ''Feira IX'' (pertencente ao bairro Calumbi) e ''Feira X'' (pertencente ao bairro Muchila). Os atuais bairros da Cidade Nova é o antigo ''Feira I e II'', o Jomafa é o antigo ''Feira III'' e o Viveiros seria o ''Feira VIII''.
 
'''A cidade conta com numerosos bairros e sub-bairros de classe média alta e nobre''', entre eles estão: Tomba, [[Santa Mônica (Feira de Santana)|Santa Mônica]], Vale do Jacuípe, [[Santa Mônica 2(Feira de Santana)|Santa Mônica 2]], Muchila, [[Parque Getúlio Vargas (Feira de Santana)|Parque Getúlio Vargas]], [[SIM (Feira de Santana)|SIM]], Brasília, [[Ponto Central (Feira de Santana)|Ponto Central]], [[Capuchinhos (Feira de Santana)|Capuchinhos]], [[Kalilândia]], [[Serraria Brasil (Feira de Santana)|Serraria Brasil]], [[Vila Olímpia (Feira de Santana)|Vila Olímpia]], entre outros.
 
'''Entre os bairros e sub-bairros de classe média''', destacam-se: Panorama, Conjunto Jomafa, Conjunto Luís Eduardo Magalhães, [[Jardim Cruzeiro]], Conceição, [[Sobradinho (Feira de Santana)|Sobradinho]], [[Cidade Nova (Feira de Santana)|Cidade Nova]], Conjunto João Paulo II, [[Parque Viver (Feira de Santana)|Parque Viver]], [[Pampalona (Feira de Santana)|Pampalona]], Asa Branca ,Eucalipto, Feira X, Conjunto Feira IV, Conjunto Feira V, Conjunto Feira VI, Conjunto Feira VII, Conjunto Feira IX, [[Cruzeiro (Feira de Santana)|Cruzeiro]], [[DNER (Feira de Santana)|Queimadinha]], Coronel José Pinto, São João da Escócia, [[Jardim Acácia (Feira de Santana)|Jardim Acácia]], Campo Limpo, Parque Ipê, Baraúnas, entre outros.
'''Entre os bairros pobres''', destacam-se: Conjunto George Américo, Conjunto Viveiros, Conjunto Jussara, Gabriela II, Gabriela III, Conjunto Bom Viver, Parque Lagoa do Subaé, Queimadinha (região de invasão da Lagoa do Prato Raso), partes do bairro Baraúnas, [[Nova Esperança (Feira de Santana)|Nova Esperança]], Rua Nova, Pedra do descanso, expansão do Conjunto Feira IX, Três Riachos, entre outros.
 
'''Bairros Industriais''': CIS Tomba, CIS BR 324 (Polo Industrial) e o futuro CIS Norte.
 
A cidade conta também com centenas e numerosos condomínios residenciais fechados localizados em todos os cantos da cidade, os condomínios já mudaram completamente a paisagem urbana do município. O Vila Olímpia, por exemplo, localizado na zona oeste, é inteiramente formado por um conjunto de condomínios fechados; os bairros Mangabeira e Alto do Papagaio possuem numerosos condomínios residenciais, muitos deles de alto luxo como o Rio São Francisco e ''Bella Vittá''. Na região conhecida como ''Agrovila'', pertencente ao bairro Mangabeira, e no bairro Conceição há numerosos conjuntos e condomínios populares do ''Programa Habitacional [[Minha Casa, Minha Vida]]''. De longe, o bairro SIM é a maior frente imobiliária do município; o bairro, localizado na zona leste, possui dezenas de condomínios ao longo da Avenida Artêmia Pires, com destaque para o ''Terra Nova I e II Rodobens''; entre os de alto padrão, tem a ''Reserva Guyrá'' e o '' Village Damha I e II'', este último da Damha Urbanizadora, presente em vários estados do país e pioneira na Bahia. Há também os luxuosos condomínios da [[Alphaville]] I e II na zona oeste da cidade localizado no bairro Vale do Jacuípe, próximo ao rio do mesmo nome. Com uma Mancha Urbana formada predominantemente por casas residenciais, Feira de Santana não possui uma grande aglomeração de prédios, o que é incomum para uma cidade do seu porte e até para cidades com metade de sua população. Porém, forma uma característica urbana única no país para uma cidade do seu tamanho.
 
Feira de Santana possui oito distritos, os quais são: [[Bonfim de Feira (Feira de Santana)|Bonfim de Feira]] (oeste), [[Governador João Durval Carneiro (Feira de Santana)|Governador João Durval Carneiro]] (oeste), [[Humildes (Feira de Santana)|Humildes]] (leste), [[Jaguara (Feira de Santana)|Jaguara]] (norte), [[Jaíba (Feira de Santana)|Jaíba]] (leste), [[Maria Quitéria (Feira de Santana)|Maria Quitéria]] (norte), [[Matinha (Feira de Santana)|Matinha]] (norte) e [[Tiquaruçu (Feira de Santana)|Tiquaruçu]] (norte). Os distritos mais populosos são Maria Quitéria, com mais de 15 mil habitantes e Humildes com cerca de 14,5 mil habitantes, e os menos populosos são Bonfim de Feira e Governador João Durval, ambos com cerca de 4000 habitantes.<ref>[http://www.feiradesantana.ba.gov.br/website/]</ref>
[[Imagem:Subae1.jpg|direita|thumb|200px|Inscrição na entrada do [[Centro Industrial de Subaé]](CIS Tomba).]]
[[Imagem:McDonald's FSA.JPG|thumb|200px|Franquia da [[McDonald's]] em Feira de Santana]]
[[Imagem:Aero-Light-Club Wild Thing WT01 D-MELW.jpg|200px|thumb|direita|Aviões ultraleves e monomotores são produzidos pelaspela empresasParadise feirensesem ParadiseFeira de Santana.]]
e Montaer em Feira de Santana.]]
O município é o segundo maior centro urbano da [[Bahia]], o maior do interior do [[Norte]]-[[Nordeste]] e um dos mais importantes do país. Feira de Santana como cidade grande de nível médio metropolitana, assim definida pelo [[IBGE]], durante boa parte de sua história, atuava como parte de um sistema urbano primaz, dependente de [[Salvador (Bahia)|Salvador]], a partir da segunda metade do [[século XX]] a cidade passou a ser um pólo de atividades econômicas e sociais, passando a exercer influencia sobre centenas de municípios da região. Em 2016 Feira de Santana possuía um PIB de R$ {{fmtn|13 107 354}} bilhões de reais, sendo o município com maior PIB do interior do Nordeste do Brasil.<ref name="IBGE_PIB" /><ref name="ReferenceC">http://www.ibge.gov.br/cidadesat/index.php</ref>
 
A agricultura é responsável por apenas uma pequena parcela da economia da cidade, a população rural é pequena, mas produz uma quantidade significativa de produtos, a cidade possui um grande rebanho [[Bovinos|bovino]], a praça de Feira de Santana figura entre as cinco maiores do Brasil em volume de negócios, obviamente devido a sua forte vocação pecuária que remonta desde a sua fundação. Feira de Santana se destaca na criação de [[asininos]] (1ª posição nacional), [[equinos]] e [[coelhos]] (2ª posição nacional), a cidade é também grande produtora de [[frango]]s, [[ovos]] e [[leite]].
 
Feira de Santana é uma cidade de atração demográfica, polo educacional, de geração de emprego, renda, e de grandes oportunidades de negócios em todos os setores de atividades econômicas, principalmente no imobiliário, comercial e industrial. LogisticamenteEstá aem cidadeimplantação atendeo pólo de logística, onde atenderá a demanda de todo o Norte e Nordeste do país, além de outras regiões do mesmo, o município de Feira de Santana também conta com boa infra-estrutura e concentra todos os investimentos de ampliação e implantação dos principais suportes econômicos, o comércio, os serviços e a indústria de transformação. Feira de Santana exerce papel proeminente em uma ampla região da Bahia pelo fato de possuir uma importante economia de aglomeração e se constituir em um entroncamento por onde circulam mercadorias oriundas do Sul/Sudeste do Brasil para o Nordeste e vice-versa e das várias regiões do próprio Estado. Segundo o censo empresarial, existem mais de 4.292 estabelecimentos na cidade, sendo 81,4% deles de varejo e 18,6% de atacado, gerando 23.207 empregos diretos e mais de 75 mil indiretos e sua participação no PIB brasileiro cresceu 21,19% nos últimos anos<ref>[http://www.bomdiafeira.com.br/noticias/gerais/5466/Feira:+maior+PIB+do+interior+do+Nordeste]</ref>. O município é o terceiro maior arrecadador de ICMS do Estado da Bahia e o segundo maior no ranking [[IPC]] na Bahia, o maior do interior do Norte/Nordeste e [[Centro Oeste]] e o 47º do Brasil com um consumo de mais de 10 bilhões ao ano (2015)<ref>[http://www.ipcbr.com/downpress/Ranking_IPC_2013_500_Maiores.pdf]</ref>, com PIB per - capita/ano de R$ 21 05119.172,2947 e PIB total de R$ 13 107 354 bilhões ([[USD]] 311.346733.067,61553 de [[dólar]]es)bilhões, é o município mais rico de todo interior da região Nordeste, e (único acima de 10 bilhões), o 3º mais rico da Bahia, o 12º mais rico do Nordeste, e o 69º mais rico do país.<ref name="camarafeiradesantana.ba.gov.br"/><ref>[http://www.cdlfs.com.br/feiradesantana.php]</ref><ref>[http://www.rotadainformacao.com.br/?p=22029]</ref>
 
=== Industrialização ===
[[Imagem:Nestlé1.jpg|thumb|direita|200px|O Ex-Presidente [[Lula da Silva]] inaugura fábrica da [[Nestle]] no CIS BR 324 em Feira de Santana em 2007.]]
 
O município recebeu uma intensa [[industrialização]] a partir da década de 1970, quando houve um grande crescimento da [[indústria automobilística]] no [[Brasil]], ao mesmo tempo que a [[população]] da cidade crescia em demasia. O entroncamento viário (eixo das BRs [[BR-101|101]], [[BR-116|116]] e [[BR-324|324]]) e baixo custo das terras (se comparado com [[Salvador (Bahia)|Salvador]]) atraiu diversas empresas industriais, que acabaram por formar o [[Centro Industrial de Subaé]] (CIS) e o [[Centro das Indústrias de Feira de Santana]] (CIFS).
 
A principal região industrial de Feira de Santana é o Centro Industrial de Subaé (CIS), localizadolocalizados nano zonabairro sul[[Tomba do(Feira municípiode Santana)|Tomba]] e na BR-324, considerado um três maiores [[Parque industrial|centros industriais]] da [[Bahia]], atrás apenas do [[Polo de Camaçari]] e o [[Centro Industrial de Aratu]] em [[Simões Filho]]/[[Candeias (Bahia)|Candeias]]. O local atrai grandes empresas por conta de [[incentivo fiscal|incentivos fiscais]], por conta dos baixos salários que um trabalhador baiano recebe em relação aos das regiões Sul e Sudeste, e pela localização privilegiada (fica em rotas comerciais próximas ao Sudeste). Feira de Santana também é o primeiro município do interior (ou seja, cidade não capital) do [[Região Nordeste do Brasil|nordeste]] a abrigar uma unidade da [[Defensoria Pública|Defensoria Pública Federal]]. A indústria de Feira de Santana é bastante diversificada e se destaca na produção de diversos produtos como: alimentícios, material de transporte, materiais elétricos, [[mecânica]], [[química]], utensílios domésticos, [[vestuário]], [[têxtil]], móveis, [[máquinas]] e equipamentos, autopeças, bebidas, papel e papelão, e até aeronáutico.<ref>[http://www.defensoria.ba.def.br/]</ref><ref>[http://www.cis.ba.gov.br/]</ref>
 
A cidade está situada em uma área industrial que se estende desde o [[litoral]] ao [[Agreste]] entre o [[Centro Industrial do Subaé]] e o Centro Industrial de [[Camaçari]]. Após esta zona industrial receber corporações como a Dagris, a [[Petrobras]] e a [[Brasil Ecodiesel]], a empresa Orbitrade, que é o maior produtor de [[mamona]] do Brasil, também abriu um complexo industrial para produção de [[biodiesel]] no município feirense. Feira de Santana é sede da [[Paradise Indústria Aeronáutica]], que produz aviões de pequeno porte e ultraleves, a maior parte da produção é exportada principalmente para os [[Estados Unidos]], [[Austrália]] e [[África do Sul]].<ref>[http://www.paradise-ultraleve.com/]</ref><ref>[http://www.ecopress.jex.com.br/eco+watch/orbitrade+vai+instalar+fabrica+de+biodiesel+em+feira+de+santana]</ref>
[[Imagem:Outlet park.JPG|thumb|200px|Parque de diversões no shopping América Outlet.]]
[[Imagem:Foguete da NASA EM FEIRA.JPG|thumb|200px|Réplica de foguete da NASA no Observatório Antares.]]
[[Imagem:América Outlet Feira de Santana 01.jpg|thumb|200px|Shopping América Outlet Feira de Santana]]
 
Feira de Santana é famosa também por suas festas típicas, como a da Senhora Sant'Ana, na segunda quinzena de julho, com [[bumba-meu-boi]], segura-a-véia, [[burrinha]] e outros [[folguedo]]s populares; a [[Micareta]], conhecida como [[Carnaval]] fora de época, comemorada na cidade 15 dias após a [[Páscoa]];<ref name="micaretafeira"/><ref name="terradelucas"/> o [[Festival de Violeiros]], em setembro; e a Corrida de Jegues, em novembro. A cidade tem como principais pontos turísticos a estátua do "Vaqueiro", símbolo que representa a cidade, já que foi fundada originalmente por [[vaqueiro]]s que atravessavam aquela região levando seus [[gado]]s; a Igreja Senhor do Passos, localizada no centro da cidade, e uma das maiores da região; o Mercado de Arte, (vale lembrar que o Mercado de Arte antes de ser o famoso Centro cultural da cidade foi o grande centro de comercialização de todos os produtos se constituindo na maior feira livre do Nordeste logo se transferindo para o Centro de Abastecimento), local onde são exibidos e comercializados produtos artesanais, produzidos por artistas da cidade e proximidades; o "Feiraguai", espécie de centro comercial, composto por centenas de [[camelô]]s, que comercializam produtos importados como eletroeletrônicos, roupas, calçados, brinquedos, artigos para casa e escritório e outros, que em sua maioria são importados do [[China]]; o [[Observatório Astronômico Antares]],<ref>[http://www.uefs.br/antares/ Sítio oficial do Observatório Antares] - acessado em [[29 de julho]] de [[2009]]</ref> situado no bairro do [[Jardim Cruzeiro (Feira de Santana)|Jardim Cruzeiro]] e atualmente administrado pela [[UEFS]], As Igrejas Senhor dos Passos (em estilo gótico), Nossa Senhora dos Remédios e a [[Catedral Metropolitana de Sant'Ana|Catedral de Santana]] (Matriz), [[monumento]] à heroína [[Maria Quitéria]], e o [[Paço Municipal de Feira de Santana|Paço Municipal]]. O evento "Natal Encantado", assim como a Micareta, também é um evento de grande visibilidade na cidade de Feira de Santana.
 
==== Shoppings ====
Apesar da tradição comercial, Feira de Santana ainda carece de shopping centers, o maior shopping da cidade é o Boulevard Shopping Feira de
O maior shopping da cidade é o Boulevard Shopping Feira deSantana, localizado na [[Avenida João Durval]], conta com cerca de 174 lojas e 31.715 m² de ABL, o Boulevard Shopping Feira é o principal espaço de lazer de Feira de Santana, um Shopping funcional e moderno que é referência comercial e de lazer para vários municípios vizinhos, possui salas de cinema, grandes marcas de lojas, um prédio empresarial envidraçado de 21 andares, o Multiplace, e um [[Hotel Ibis]] com cerca de 10 andares integrado ao shopping. Na BR 324 tem o América [[Outlet]], com cerca de 100 lojas, parque de diversões infantil com uma roda gigante de 20 metros, praça de alimentação e grandes marcas de lojas nacionais e internacionais, é o primeiro e único Outlet do interior do Norte-Nordeste. Os demais Shoppings da cidade se destaca o quase falido Shopping Jomafa no centro da cidade, com cerca de 60 lojas, há dezenas de galerias e mini shoppings no centro como o Luciana Center, Galeria Carmac, Waldy Pitombo, Maria Luíza, o Millenium Mall, na Avenida Fraga Maia zona norte da cidade, o famoso Arnold Silva Plaza, um mini Shopping a céu aberto que se destaca como um dos cartões postais da cidade, Feira Portal Center, entre outros. Breve será inauguraro o Shopping Avenida no bairro SIM, com cerca de 60 lojas e estrutura de um shopping center comum, além do Pátio Artemia, shopping de pequeno porte também no bairro SIM.
Santana, localizado na [[Avenida João Durval]] entre as zonas leste e
O maior shoppingcentral da cidade é o Boulevard Shopping Feira deSantana, localizado na [[Avenida João Durval]], conta com cerca de 174200 lojas e 31.715 m² de ABL, é um dos maiores do interior do [[Norte]]-[[Nordeste]], o Boulevard Shopping Feira é o principal espaço de lazer de Feira de Santana, um Shopping funcional e moderno que é referência comercial e de lazer para vários municípios vizinhos, possui salas de cinema [[3D]], grandes marcas de lojas, um prédio empresarial envidraçado de 21 andares, ochamado Multiplace, e um [[Hotel Ibis]] com cerca de 10 andares integrado ao shopping. Na BR 324 tem o América [[Outlet]], com cerca de 100 lojas, parque de diversões infantil com uma roda gigante de 20 metros, praça de alimentação e grandes marcas de lojas nacionais e internacionais, é o primeiro e único Outlet do interior do Norte-Nordeste. Os demais Shoppings da cidade se destaca o quase falido Shopping Jomafa no centro da cidade, com cerca de 60 lojas, há dezenas de galerias e mini shoppings no centro como o Luciana Center, Galeria Carmac, Waldy Pitombo, Maria Luíza, Kalilândia Shopping, o Millenium Mall, na Avenida Fraga Maia zona norte da cidade, o famoso Arnold Silva Plaza, um mini Shopping a céu aberto que se destaca como um dos cartões postais da cidade, Feira Portal Center, entre outros.outras Breve será inauguraro o Shopping Avenida no bairro SIM, com cerca de 60 lojas e estrutura de um shopping center comum, além do Pátio Artemia, shopping de pequeno porte também no bairro SIMgalerias.
<ref>[http://www.blogdafeira.com.br/noticias/8891/shopping-se-reinventa-para-sobreviver-a-concorrencia-do-boulevard/]</ref>
 
Há na cidade o [[Feiraguai]], um grande centro de compras com mais de 500 lojas, dedicados a venda de produtos importados e pirateados, geralmente oriundos da China, sendo este o terceiro maior centro de compras desses produtos no país, perdendo apenas para rua 25 de março em São Paulo e a Feira do Paraguai em Brasília. O Feiraguai já se firmou como um grande shopping popular altamente diversificado em produtos, atraindo até mesmo pessoas de outros estados para compras. Atualmente está em projeto um grande Shopping popular que seria construído no Centro de Abastecimento, trata-se de um shopping popular com mais de 1800 lojas/boxes, com o objetivo de abrigar os atuais ambulantes do mercado informal que ocupa o centro da cidade.<ref>[http://www.lancenet.com.br/corinthians/LANCENet-visita-Feiraguai-rivais-Corinthians_0_1103889797.html]</ref><ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/120531/prefeito-apresenta-projeto-do-shopping-popular-com-investimentos-de-rs-30-milhoes.html]</ref>
 
Em 2016 iniciará as obras do Park Shopping, o segundo grande shopping center da cidade, localizado na avenida Noide Cerqueira, no bairro SIM, zona leste da cidade, com investimentos de 310 milhões de reais. Está em Obras o Feira Portal Center, um Shopping completo e com 500 lojas/boxes na avenida do Canal, terá um nível de estrutura mais simples que um shopping center tradicional, porém superior a um shopping popular.
Atualmente está em obras um grande Shopping popular no Centro de Abastecimento, trata-se de um shopping popular com mais de duas mil lojas/boxes, com o objetivo de abrigar os atuais ambulantes do mercado informal que ocupa o centro da cidade.<ref>[http://www.lancenet.com.br/corinthians/LANCENet-visita-Feiraguai-rivais-Corinthians_0_1103889797.html]</ref><ref>[http://www.acordacidade.com.br/noticias/120531/prefeito-apresenta-projeto-do-shopping-popular-com-investimentos-de-rs-30-milhoes.html]</ref>
<ref>[http://www.dilsonbarbosa.com.br/noticias/gerais/10676/Obras+em+novo+shopping+ser%C3%A3o+iniciadas+no+primeiro+semestre+de+2013]</ref><ref>[http://www.dilsonbarbosa.com.br/noticias/gerais/1054/EXCLUSIVO:+Feira+de+Santana+ter]</ref><ref>[http://www.tribunafeirense.com.br/noticias/3050/decidida-implantacao-do-terceiro-shopping-center-de-feira]</ref>
 
==== Áreas verdes ====
 
==== Clubes sociais ====
[[Imagem:América Outlet Feira de Santana 01.jpg|thumbalt=América Outlet Feira de Santana |200pxminiaturadaimagem|Shopping América Outlet Feira de Santana]]
 
Feira de Santana possui vários Clubes sociais entre eles estão o Feira Tênis clube, o mais tradicional da cidade, porem obsoleto, atualmente passou a funcionar um estacionamento particular e ainda há esperança de ser transformado em outro espaço de lazer voltado ao atletismo e lazer de jovens e idosos, tem o clube do SESC, AABB, Adeva, entre outros, o principal Clube social deda Feiracidade fica localizado em sua região metropolitana, no município de [[São Gonçalo dos Campos]], o ''Águas Claras Place Club'' que mistura club social com um pequeno parque aquático.<ref>[http://deolhonacidade.net/noticias.php?secao=51&id=2454]</ref>
 
=== Museus ===
* [[Faculdade Católica de Feira de Santana]]
* [[Centro Universitário de Maringá]] (UNICESUMAR)
* [[Faculdade Multivix]]
* Instituto Pró Saber (Parceria com a FINOM) ''pós''
* Centro de Pós Graduação Faculdade Montenegro ''pós''
* Instituto Federal da Bahia ([[IFBA]])
* Centro de Educação Tecnológica do Estado da Bahia ([[CETEB]]{{Dn}})
 
'''Institutos Federais'''
* [[Instituto Fedral da Bahia]] (IFBA)
 
=== Ciência e tecnologia ===
 
Feira de Santana hoje com mais de 620 mil habitantes e um poderoso e diversificado polo industrial e comercial, o segundo maior entroncamento rodoviário do país, mas as rodovias feirenses estão evidentemente saturadas com o tráfego intenso, o construção de uma nova ferrovia seria importante para o polo de Logística, assim como o aeroporto, e para o escoamento da produção industrial até um porto mais próximo, uma linha férrea desafogaria as rodovias da região. A linha férrea de Feira de Santana que está sendo estudada, seria uma extensão da ferrovia que liga o Recôncavo a cidade de [[Conceição da Feira]], localizada em sua própria região metropolitana, a nova linha iria passar pelo CIS [[Tomba]], parte do CIS [[BR 324]] e pela [[BR 101]]. Há também a ferrovia [[Belo Horizonte]] - [[Salvador (Bahia)|Salvador]], que utilizará partes da atual ferrovia [[Centro Alântica]] e passará por Feira de Santana, deve ficar pronta em 2017, a outra que está em estudo é uma malha ferroviária ligando Feira de Santana a cidade portuária de Ipojuca em [[Pernambuco]]. Nesse estudo prevê também a viabilização do transporte de passageiros por Trem,<ref>[http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/governo-estuda-trem-de-passageiros-ligando-salvador-e-feira-de-santana/?cHash=7fa1d60db43a0889a6b88ce948fe12a2 Governo estuda trem de passageiros ligando Salvador e Feira de Santana]</ref><ref>[http://www.metro1.com.br/governo-quer-trem-de-passageiro-ligando-feira-de-santana-e-salvador-10-31268,noticia.html Governo quer trem de passageiro ligando Feira de Santana e Salvador]</ref> já existem projetos da Associação dos Engenheiros da Viação Férrea Federal Leste Brasileiro (Aelb-BA) para uma expansão do Trem suburbano de Salvador até o município vizinho de Conceição da Feira, para meados da década de 2020. Há também um projeto de um [[veículo leve sobre trilhos]] metropolitano.<ref>[http://www.correio24horas.com.br/noticias/detalhes/detalhes-1/artigo/governo-estuda-trem-de-passageiros-ligando-salvador-e-feira-de-santana/ Governo estuda trem de passageiros ligando Salvador e Feira de Santana]</ref><ref>[http://www.sinduscon-ba.com.br/noticias/prg_not_exi.cfm/1AF109C6/governo-estuda-trem-de-passageiros-ligando-salvador-e-feira-de-santana Governo estuda trem de passageiros ligando Salvador e Feira de Santana]</ref> Muitos municípios da região metropolitana também já foram incluídos no roteiro do trem regional turístico Transbaião.<ref name="portal.pps.org.br"/>
 
Há um projeto atual para construção de uma linha ferroviária ligando Feira de Santana a capital Salvador<ref>http://www.deolhonacidade.net/noticias/54394/concidades-avalia-pre-projeto-de-trem-ligando-feira-salvador</ref>.
 
==== Aeroviário ====
O Aeroporto foi fundado em 1985, mas jamais recebeu voos comerciais até 2013, apenas voos particulares, foi diversas vezes interditado pela ANAC, em 2011 começou os investimentos para modernização e reestruturação e colocá-lo como um aeroporto para voos regionais e de conexões, houve diversas etapas e em 2014 o aeroporto foi reinaugurado por completo e aberto a voos comerciais.
 
O aeroporto faz semanalmente voos para a cidade de [[Belo Horizonte]], [[Salvador]] e [[Campinas]].<ref name="portalrenatoribeiro.com">http://portalrenatoribeiro.com/noticia.php?id=1028</ref>
* {{BRAb}} [[Imagem:Leme AZU.gif|Leme AZU.]] [[Azul Linhas Aéreas]]<ref name="portalrenatoribeiro.com"/>
 
* [[Embratel]]/[[Claro]]
* [[Vivo Speedy]]
* [[Hughesnet]]
 
==== TV por assinatura/TV a Cabo ====
* [[Fluminense de Feira Futebol Clube]]
* [[Associação Desportiva Comunitária Astro]]
 
; Futebol Americano
* [[Santana RedBulls]]
 
===Filhos ilustres===
 
São naturais de Feira de Santana os ex jogadores de futebol [[Júnior Baiano]] e [[Fábio Baiano]]; os políticos [[Colbert Martins]] e [[João Durval Carneiro]]; os atores [[Emiliano D'Avila]], [[Irving São Paulo]] e [[Ilya São Paulo]]; os jogadores de futebol [[Anderson Talisca]] e [[Jorge Wagner]]; o cantor [[Luiz Caldas]]; a poetisa [[Georgina Erisman]]; o escritor [[Godofredo Filho]]; a dupla musical [[Lucas e Orelha]]; o médium espírita [[Divaldo Pereira Franco]]; a heroína e comandante da independência da Bahia, [[Maria Quitéria]], além de ter adotado artistas nascidos fora, como a carioca [[Márcia Porto]], que é cidadã feirense e uma das celebridades mais famosas e influentes da cidade. Entre outros filhos ilustres.<ref>http://www.bahia.com.br/cidades/feira-de-santana/?submit=ir</ref><ref>https://www.mundodastribos.com/conheca-os-famosos-que-sao-nordestinos.html</ref>
 
== Ver também ==
Utilizador anónimo