Abrir menu principal

Alterações

m
sem resumo de edição
 
=== Grandes eventos em pauta (2010) ===
[[Ficheiro:1 Equipam 06.jpg|esquerda|miniaturadaimagem|O BOPE recebeu R$ 200 milhões designados a equipamentos e treinamento, com foco na Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.]]
Com a aproximação da [[Copa do Mundo FIFA de 2014]], com jogos sediados no [[Rio de Janeiro (estado)|Rio de Janeiro]], e os [[Jogos Olímpicos de Verão de 2016]], realizados principalmente na capital, o BOPE se preocupou com a preparação de seus agentes e o aumento de seu efetivo e equipamentos. Em 2010, a 18ª edição do COEsp ganhou dois meses adicionais, para estudar sobre grupos terroristas e aprimorar o condicionamento físico dos agentes.<ref name=":11">{{citar web|url=http://odia.ig.com.br/portal/rio/curso-do-bope-fica-ainda-mais-duro-para-combater-terrorismo-1.227282|titulo=Curso do Bope fica ainda mais duro para combater terrorismo|data=28 de junho de 2010|acessodata=21 de maio de 2016|obra=O Dia|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> Foi estudado a criação do Curso de Intervenções Táticas, com cerca de seis semanas de duração, dando mais conteúdo, por exemplo, de negociação e equipamento. A modalidade poderia ser realizada por quem já tivesse feito pelo menos um de seus cursos. Também foi marcado um intercâmbio para treinar em [[Israel]] em técnicas contra o terrorismo, e construído um centro de instrução especializada.<ref>{{citar web|url=http://odia.ig.com.br/portal/rio/terrorismo-deixa-o-bope-em-alerta-1.261085|titulo=Terrorismo deixa o Bope em alerta|data=13 de novembro de 2010|acessodata=21 de maio de 2016|obra=O Dia|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> Oito membros do Grupo de Retomada e Resgate participaram do [[Urban Shield]] de 2012, instruído pelo [[Exército dos Estados Unidos]] e Departamento de Polícia de Oakland, e realizado durante 48 horas ininterruptas, com 32 simulações de situações catastróficas, como incêndios, desastres naturais, atentados terroristas e outras ameaças externas.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1299662|titulo=Equipe do Bope disputa competição internacional de segurança|data=28-10-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Subsecretaria de Comunicação Social|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref><ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/seseg/exibeconteudo?article-id=1303200|titulo=Termina treinamento do BOPE com exército dos Estados Unidos|data=30-10-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Secretaria de Estado de Segurança|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref><ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1329442|titulo=Bope comemora bom desempenho em competição nos Estados Unidos|data=12-11-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Medina|primeiro=Esther}}</ref> Em 2 de junho de 2013, foi realizado um treinamento para ambientação operacional em embarcação com a Unidade de Intervenção Tática.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1627114|titulo=Bope realiza ambientação operacional nas Barcas|data=12-06-2013|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Barcellos|primeiro=Clarissa}}</ref>
 
[[Ficheiro:1 Equipam 06.jpg|esquerda|miniaturadaimagem|O BOPE recebeu R$ 200 milhões designados a equipamentos e treinamento, com foco na Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.]]
O efetivo, de cerca de 400 agentes, foi planejado para dobrar, conseguindo assim atuar tanto nos eventos quanto no resto da cidade e tendo uma atuação mais ampla em ambos os casos. O orçamento planejado para investimentos com o BOPE para os jogos foi de R$ 200 milhões.<ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1304778|titulo=Comando de Operações Especiais receberá R$ 300 milhões|data=31-10-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Colbert|primeiro=Marcelle}}</ref> Foram designados quatro novos Caveirões em complementação aos anteriores, adquiridos em [[2014]], da linha sul-africana [[Maverick (veículo)|Maverick]], e adquiridas fardas com camuflado [[MARPAT]] Woodland digital, originais do [[Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos]] (USMC) pra operações diurnas e em selva. Também obtidos foram as escutas, capazes de ouvir através de uma parede de até 80 cm; um robô com câmera, para realização de varreduras em locais de difícil acesso; o videoscope, um tubo flexível com microcâmera na ponta que transmite suas imagens a um monitor na farda do policial, e uma série de Taser X2 com câmera acoplada para imobilização de sequestradores.<ref>{{citar web|url=http://extra.globo.com/casos-de-policia/bope-recebe-novas-armas-equipamentos-para-copa-as-olimpiadas-6898486.html|titulo=Bope recebe novas armas e equipamentos para a Copa e as Olimpíadas|data=2 de dezembro de 2012|acessodata=21 de maio de 2016|obra=Extra|publicado=|ultimo=Serra|primeiro=Paola}}</ref><ref>{{citar web|url=http://rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1376455|titulo=Tropa do Bope contará com novos equipamentos tecnológicos no próximo ano|data=18-12-2012|acessodata=29-05-2016|obra=Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro|publicado=Subsecretaria de Comunicação Social|ultimo=Colbert|primeiro=Marcelle}}</ref>