Diferenças entre edições de "Banda Grafith"

36 bytes adicionados ,  20h22min de 25 de dezembro de 2018
sem resumo de edição
m (Desfeita a edição 52665469 de Fox de Quintal Inventadas e/ou sem respaldo e/ou absurdas)
Etiqueta: Desfazer
|país = {{BRA}}
|atividade = [[1988]] – atualmente
|gênero = [[música popular]], eventualmente [[forró eletrônico]], [[jovem guarda]], [[reggae]], [[Axé (gênero musical)|axé]], [[bolero]], [[brega]] e [[música romântica|romântico]]' [[Arrocha]], [[Dance]], [[flash back]]
|gravadora =
|afiliações =
E não parou por aí. Os irmãos ainda foram os pioneiros do “alô”, aquela pausa entre as músicas que é aproveitada para dar um alô aos presentes, tão utilizada nos dias de hoje. Virtude de família, a humildade sempre pode ser percebida nos shows, quando os primeiros alôs de cada apresentação eram dados a qualquer pessoa,  independente da classe social. Esta atitude ainda é vista nos shows, 25 anos depois.
 
<strong>Tempos de adaptações</strong>&nbsp;– Na década de 90, o cenário musical começou a mudar no Rio Grande do Norte. As músicas mais tocadas pelos irmãos, inspiradas em bandas como Pink Floyd, Queen, Aerosmith, passaram a não empolgar tanto quanto antes. Este foi um período difícil e os irmãos pensaram em desistir. Analisando o cenário local, outras bandas que tocavam baile como a Grafith migraram para o forró eletrônico, a nova tendência. Entre desistir e seguir o mercado musical, Kaká, Carlinhos, Joãozinho e Júnior decidiram fazer o que eles têm feito de melhor – arrastar multidões com música e energia.
 
<strong>Versatilidade</strong>&nbsp;– A Banda Grafith é admirada por sua versatilidade. Adapta-se desde micaretas a festas de formatura de escolas, universidades e confraternizações. Dessa forma, a história da Banda em 25 anos pode ser colocada em prática com o arrocha do momento ao repertório de bailes de tempos atrás.
 
[[Categoria:Bandas de reggae]]
[[Categoria:Bandas de forró eletrônico]]
[[Categoria:Bandas de Natal (Rio Grande do Norte)]]
[[Categoria:Bandas formadas em 1988]]
29

edições