Boeing 717: diferenças entre revisões

3 bytes removidos ,  30 de dezembro de 2018
m (ajuste de datas de tags, test, removed: ░)
A [[Boeing]] não estava tendo muito sucesso nas vendas do 717, mesmo tendo recebido o primeiro pedido, feito pela Air Tran, de 50 aeronaves. Além disso, a companhia via-se ameaçada pelo lançamento de aeronaves mais modernas na mesma classe de assentos pela [[Embraer]] e a [[Bombardier]]. Além disso, após 2001, iniciou-se um período de pós-regulamentação no mercado de aviação comercial americano.
 
O primeiro golpe foi a perda de um contrato com a [[Air Canada]] que escolheu os ERJ, da Embraer, e CRJ, da Bombarider, aoem invésvez do 717.
 
Vale lembrar também que o 717 foi a última aeronave a ser produzida na antiga fábrica da Douglas em Long Beach, Califórnia, e a produção nessa fábrica implicava em custos mais altos e emprego de mais mão de obra.