Diferenças entre edições de "Grepo"

Sem alteração do tamanho ,  19h12min de 1 de janeiro de 2019
sem resumo de edição
|nacionalidade =[[Escandinávia]]
|nome_pai =[[Vestmaro]]
|nome_mãe =[[GotvaraGotuara]]
|morte_data ={{séc|I}}
|morte_local =[[Leire]], [[Zelândia (Dinamarca)|Zelândia]]
== Vida ==
 
Grepo era filho de [[Vestmaro]] e [[GotvaraGotuara]] e irmão de 11 homens, dois deles homônimos. Grepo tentou se relacionar com {{ilc|Gunuara||Gunwara|Gunnur}}, irmã do rei {{lknb|Frodo|III}}, mas suas pretensões estavam fora de alcance. Gunuara, para garantir que ficaria segura longe de Grepo, trancou-se num edifício fortificado e colocou 30 homens vigiando a entrada.{{sfn|Saxão Gramático|2015|p=252-253 (V.1.3-4)}} Pouco depois, participou na embaixada à corte dos [[hunos]] que teve como resultado o compromisso de casamento da princesa [[Hanunda]] com Frodo.{{sfn|Saxão Gramático|2015|p=254-259 (V.1.6-10)}} Grepo traiu o rei ao cometer adultério com a rainha. Gradualmente o escândalo se espalhou até tornar-se público diante do rei, mas conseguiu reverter a situação ao intimidar aqueles que espalharam a notícia. Além disso, conseguiu a permissão do rei para avaliar os pretendentes de sua irmã, decidiu que reuniões com o rei deveriam ser feitas mediante suborno e proclamou que nenhuma pessoa teria reuniões garantidas se não oferece presentes.{{sfn|Saxão Gramático|2015|p=259-262 (V.1.10-14)}}
 
Mais adiante, os [[Noruega|noruegueses]] [[Érico, o Eloquente]] e seu meio-irmão {{ilc|Rolero||Rollerus}} chegaram na [[Dinamarca]] e Grepo, ciente da fama de Érico como o homem mais eloquente, se apressou para confrontá-lo numa disputa de eloquência:{{sfn|Saxão Gramático|2015|p=274-277 (V.3.2-5)}}