Diferenças entre edições de "Paços de Ferreira"

485 bytes adicionados ,  13h51min de 2 de janeiro de 2019
→‎Concelho e Freguesia: mosteiro de Ferreira: conflitos entre dioceses
(→‎História do território: outros concelhos e as reformas liberais)
(→‎Concelho e Freguesia: mosteiro de Ferreira: conflitos entre dioceses)
[[Ficheiro:Em Ferreira, posses de Mumadona Dias, séc. X.jpg|alt=Posses e Igrejas constantes no livro de Mumadona, no território de Ferreira|esquerda|miniaturadaimagem|250x250px|Posses de Mumadona, séc. X, no território de Ferreira]]
 
No período da reconquista, foi restaurada a Diocese de Braga e a Chã de Ferreira ficou a pertencer-lhe. Há registos que afirmam que, no ano de 1111, o cavaleiro Soeiro Viegas é senhor do “Couto de Fins de Ferreira” e que aqui fundou um mosteiro. O séculoInicia-se XIa econstrução XIIdo foramMosteiro de grandesFerreira conflitose religiosos,logo quese obrigoudivide aeste intervenção papalterritório. Inicia-seA a construçãodiocese do MosteiroPorto depretende Ferreirarecuperar os antigos limites e logoentra seem divideconflito estepela posse do território de Ferreira. entreOs asséculo duasXII Diocesese XIII foram de grandes conflitos religiosos; o que obrigou a intervenção papal. Na prática, a diocese Braga ficaficou com as paróquias ado norte edo oatual Portoconcelho, com aso paróquiasseu aMosteiro sul.de O"Sam Fins de Ferreira[[Igrejahttp://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/1737/4/21893_ulfl061171_tm_corpo_documental.pdf " http://repositorio.ul.pt/] e igreja de SãoS. Pedro Fins de Ferreira]]. passaA entãodiocese ado pertencerPorto àficou Diocesecom as paróquias a sul do Portoatual concelho, semcom queo hajaseu registoMosteiro de "S. terPedro havidode mongesFerreira" e [[igreja de São Pedro de Ferreira]]. O título nobiliárquico de “senhor do Couto de Fins de Ferreira” é referido ainda ao longo do século XIII<nowiki[http:/>/www.decarne.com/gencar/dat216.htm .http://www.decarne.com/gencar/dat216.htm<nowiki] e foi este esta Igreja/>Mosteiro que foi transformada em Comenda, cujo primeiro comendatário foi D. [[Miguel da Silva (cardeal)]]. A restauração das Dioceses provocaramprovocou disputas entre Braga e Porto que se prolongaram ateaté 1882, data em que a Diocese de Braga devolveu à Diocese do Porto as antigas igrejas dodos medieovos Termo de Ferreira e Terra de Ferreira.
 
 
No Foral da [[Terra de Ferreira]] apenas as freguesias da Diocese de Braga e a norte do atual concelho de Paços de Ferreira são referidas: Raimonda, Codessos, Lamoso, Figueiró e Sanfins de Ferreira. Sanguinhedo, junto à nascente do rio Ferreira mais distante da foz, já em Lustosa (no concelho de Lousada), são os terrenos centrais e com que se inicia o Foral da [[Terra de Ferreira]].
 
No Foral da [[Terra de Ferreira]] apenas as freguesias da Diocese de Braga e a norte do atual concelho de Paços de Ferreira são referidas: Raimonda, Codessos, Lamoso, Figueiró e Sanfins de Ferreira. Sanguinhedo, junto à nascente do rio[[Rio Ferreira]] mais distante da foz, já em Lustosa (no concelho de Lousada), são os terrenos centrais e com que se inicia o Foral da [[Terra de Ferreira]].
 
A Terra de Frazão https://www.jf-frazaoarreigada.pt/index.php/juntfreguesia/fraz%C3%A3o.html, Honra desde o século XIII, também recebeu Foral de D. Manuel, em 1514. A sede da Honra encontrava-se em Santa Maria Alta, hoje o S. Brás da Poupa. Com o Liberalismo obteve o estatuto de Concelho, sendo que a 20 de novembro de 1836, na Igreja Matriz de S. Martinho, se registou o último ato de vulto da autonomia administrativa, que se estendia pela Seroa e tinha marca histórica na Torre dos Alcoforados, na atual freguesia de [[Lordelo (Paredes)]].