Diferenças entre edições de "Histologia"

86 bytes adicionados ,  19h29min de 3 de janeiro de 2019
(Meyer)
 
== História ==
[[File:Histology (1).jpg|thumb|right|255px|<center> {{PAGENAME}} (1950) </center>]]
 
Nasceu com os primeiros estudiosos que se utilizaram do [[microscópio]]: [[Robert Hook]], [[Marcello Malpighi|Malpighi]], Graw, Ham, Fontana e outros; muito antes que [[Meyer]], em [[1819]], desse esse nome à [[ciência]] que descreve os tecidos dos [[animalia|animais]] e dos [[vegetais]]. O termo ''[[tecido]]'' foi, contudo, introduzido por [[Xavier Bichat]].
<!-- seria interessante uma cronologia de descobertas mais impostantes aqui ou quebra de paradigmas -->
 
== Métodos de estudo dos tecidos biológicos ==
A observação de tecidos ao [[microscópio]] óptico é feita por transparência. É necessário que o tecido seja submetido a cortes finíssimos, através da sua inclusão num bloco de [[parafina]], para ser cortado num ''[[micrótomo]]''. Depois de cortado, retirada a parafina e colocado numa [[Lâmina (microscopia)|lâmina]], o corte é fixado (para não se deteriorar) e [[corante|corado]]. É comum a utilização de [[corante]]s que destacam determinadas partes das células (como o [[azul de metileno]] e o [[iodo]]). Essas lâminas então podem ser finalmente observadas ao microscópio óptico. Esses métodos histológicos são geralmente utilizados para a observação de [[tecidos animais]].