Abrir menu principal

Alterações

m
remover parâm. duplicado
Com a morte de Leão, [[Zenão I]], que era um "bárbaro" de [[Isáuria]], todavia ao mesmo tempo era casado com uma filha do imperador, subiu ao trono, depois de um curto reinado de seu próprio filho, [[Leão II (imperador)|Leão II]] (474). As origens "bárbaras" do imperador Zenão causaram uma certa antipatia entre o povo de [[Constantinopla]]. Além disso, uma parte significativa do exército era formada por soldados de origem germânica, liderado por Teodorico Estrabão, que detestava os oficiais [[Isáuria|isauros]] que Leão trouxe para reduzir sua dependência dos ostrogodos. Por último, Zenão fugiu de seu companheiro e general isauro [[Ilo (cônsul)|Ilo]], que havia sido subornado por Basilisco. No meio da conspiração estava Verina, que promovia uma revolta popular contra o imperador. A revolta, apoiada por Teodorico Estrabão, Ilo e Armato, foi bem sucedida, e Verina convenceu o imperador a deixar a cidade. Zenão fugiu para sua terra natal, levando consigo alguns dos isauros que viviam em Constantinopla, junto com o tesouro imperial.
 
Basilisco foi, então, proclamado ''augusto'' em 9 de janeiro 475,<ref>Existe um horóscopo feito no dia da coroação de Basilisco — 12 de janeiro de 475, às 9 da manhã — provavelmente por um partidário de Zenão&nbsp;I. O horóscopo, preservado com os horóscopos de outros dois usurpadores do trono de Zenão através de fontes árabes, corretamente prediz o fim do governo de Zenão em dois anos. Ver {{citar livro|último =Barton |primeiro =Tamsyn |título=Power and knowledge: Astrology, physiognomics, and medicine under the Roman Empire |anodata=dezembro 2002 |month=December |publicado=University of Michigan Press |isbn=0-472-08852-1 |páginas=60 }}</ref> no palácio de [[Hebdomo]], pelos ministros do palácio e do senado.<ref>A tradição permitia que o senado reconhecesse o usurpador como imperador, então Basilisco tornou-se o novo governante. Entretanto, foi primeira sucessão de base militar nos últimos cem anos (Friell).</ref> A população de Constantinopla conseguiu a sua vingança contra Zenão, matando quase todos os isauros que estavam na cidade.<ref name="friell">Friell.</ref><ref name="bury" />
 
No início, tudo parecia ir bem para o novo imperador, que inclusive tentou criar uma nova dinastia, conferindo o título de [[Augusta (título)|augusta]] à sua esposa [[Élia Zenonis]] e nomeando [[César (título)|césar]] seu filho [[Marcos (filho de Basilisco)|Marcos]] e mais tarde [[Augusto (título)|augusto]];<ref>Basílico também cunhou moedas celebrando o governo conjunto com Marcos;[http://www.romancoins.info/Byzantines.html#basiliscus] Também moedas de ouro e bronze foram cunhadas em honra de Élia Zenonis, [[Augusta (título)|Augusta]][http://www.wildwinds.com/coins/ric/zenonis/i.html] As moedas tinham a inscrição AVGGG, com os três "G" referindo-se aos três "[[Augusto (título)|augustos]]". Ver {{citar livro|último =Yonge Akerman |primeiro =John |título=A Descriptive Catalogue of Rare and Unedited Roman Coins |anooriginal=1834 |ano=2002 |publicado=Adamant Media Corporation |isbn=1-4021-9224-X |páginas=383}}</ref> porém, devido à sua má administração como imperador, Basilisco rapidamente perdeu a maioria de seus partidários.
== Ver também ==
{{Começa caixa}}
{{Caixa de sucessão|título = [[Imperador bizantino]]
|título = [[Imperador bizantino]]
|anos = 475 - 476
|antes = [[Zenão I]]
{{Refbegin|2}}
* [[Evágrio Escolástico]], ''[[História Eclesiástica (Evágrio)|Historia Ecclesiae]]'' iii. 4–8
* {{citar livro |sobrenome=Georgius Cedrenus |editor=Goar and [[Fabrot]]|autorlink=Jorge Cedreno |título=Compendium Historiarum ab Orbe Condita ad Isaacum Comnenum (1057) |ano=1647 |local=Paris | língua=Latinlatim | páginas= 349–350}}
* [[Procópio de Cesareia]], [[s:History of the Wars/Book III|''Bellum Vandalicum'' i.6–8]]
* [http://www.earlychristianwritings.com/fathers/zachariah05.htm [[Zacarias Escolástico]], ''Crónica Siria'', v.1].
{{Refbegin|2}}
* {{citar livro |sobrenome=Boardman |nome=John |título=The Cambridge Ancient History |ano=1982 |editora=Cambridge University Press |isbn= 0-521-32591-9 | páginas=49}}
* {{citar livro |sobrenome=Bury |nome=John Bagnall |autorlink=J.B. Bury |título=History of the Later Roman Empire |ano=1923 |url=http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/secondary/BURLAT/home.html |acessodata=2006-08-23 |capítulo= XII.1 The Usurpation of Basiliscus (A.D. 475‑476) |capítulourl=http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/secondary/BURLAT/12*.html|ano=1958|editora=Dover Books | páginas=389–395}}
* {{citar web | sobrenome = Elton | nome = Hugh | título = Flavius Basiliscus (AD 475–476) | publicado = De Imperatoribus Romanis | data = 1998-06-10 | url = http://www.roman-emperors.org/basilis.htm | acessodata = 2006-08-23 }}
* {{citar livro |sobrenome=Friell |nome=Gerard |coautor=and Stephen Williams |título=The Rome That Did Not Fall |data=dezembro 1998 |editora=Routledge |isbn= 0-415-15403-0 | páginas=184–186}}
* {{citar livro |sobrenome=Martindale |nome=J.R. |título=[[The Prosopography of the Later Roman Empire]] |ano=1980 |editora=Cambridge University Press |isbn= 0-521-20159-4 | páginas=212–214}}
* {{citar livro |sobrenome=Samuel |nome=Vilakuvel Cherian |título=The Council of Chalcedon Re-Examined |ano=2001 |editora=Xlibris Corporation |isbn= 1-4010-1644-8 | páginas=134–139}}
* {{citar livro |sobrenome=Smith|nome=William |autorlink=William Smith (lexicógrafo) |título=Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology |orig-yearanooriginal=1870 |url=http://www.ancientlibrary.com/smith-bio/index.html |acessodata=2006-08-23 |editora=C. Little and J. Brown |local=Boston | páginas=466}}
{{Refend}}