Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
Em [[linguística]], um '''fonema''' é a menor unidade sonora ([[Fonologia|fonológica]]) de uma língua. São sons que, articulados e combinados, constituem as sílabas, as palavras e a frase, na comunicação oral.<ref>{{Citar periódico|titulo=Fonema. O que é? - Norma Culta|url=https://www.normaculta.com.br/fonemas/|jornal=Norma Culta|lingua=pt-BR}}</ref><ref>{{citar livro|título=Novíssima Gramática|ultimo=FIGUEIREDO|primeiro=Domingos Pascoal|editora=Companhia Editora Nacional|ano=1988|local=São Paulo-SP|página=3|páginas=|acessodata=04/01/2019}}</ref>
 
== Introdução ao conceito ==
 
=== Conceito de fonema ===
Ao ler um texto em voz alta, uma pessoa estará produzindo sons. Tais sons são gerados pela passagem de ar pelos mais diversos órgãos do [[trato respiratório]] e são conhecidos como sons da fala.<ref name=":oi" />
 
Esse fenômeno ocorre com inúmeros grupos de palavra, como: ''cal'' e ''sal,'' ''calar'' e ''colar'', ''vendo'' e ''vento''.<ref name=":oi" />
 
=== Observações relevantes ===
'''O fonema não deve ser confundido com letra'''. Na língua escrita, representa-se fonemas por meio de sinais chamados letras. Portanto, a letra é a representação gráfica do fonema. No vocábulo ''sol'', por exemplo, a letra ''s'' representa o fonema /s/ (lê-se ''sê''); já na palavra casa, o fonema /z/ (lê-se ''zê''). <ref name=":oi">{{citar livro|título=Gramática|ultimo=FRANCO|primeiro=Carlos Emílio|ultimo2=DE MOURA|primeiro2=Francisco Marto|editora=Editora Ática|ano=1990|local=São Paulo-SP|páginas=|acessodata=04/01/2018}}</ref>
 
'''Algumas letras, em determinadas palavras, não representam fonemas'''. Por exemplo, o ''n'' e o ''m'', respectivamente, nas palavras ''vendo'' e ''bomba'' não representam um som isolado, mas servem para indicar a nasalização da vogal que lhes precede. Assim, quando essas letras sucedem vogais, em vez de produzir os fonemas /a/, /e/, /i/, /o/ e /u/; passa-se a emitir os sons /ã/, /ẽ/, /ĩ/, /õ/ e /ũ/ respectivamente. Outros exemplos em que esse fenômeno ocorre são: ''anta'', ''entrar'', ''índice'', ''oncologista'' e ''ungulado''.<ref name=":oi" />
 
'''Algumas palavras são escritas com letras que não possuem qualquer som''' e, portanto, não representam nenhum fonema, como o caso do ''h'' em palavras como ''harmonia'' ou ''hoje'', ''s'' em palavras como ''nascer'' ou ''discípulo'' ou ''u'' nos grupos ''gu'' e ''qu'' seguidos de ''e'' ou ''i'', em palavras como ''guerra'' e ''quero''; além do ''x'' em palavras como ''exceção'' ou ''exceder''. Essas letras são conservadas na escrita por razões etimológicas, embora não apareçam na oralidade.<ref name=":oi" />
 
=== Alofone ===
Alofone: são as várias possibilidades de pronúncia de um mesmo fonema. Exemplo: o fonema final /l/ da palavra "SOL" pode ser pronunciado como /l/, /w/ ou /ɾ/. Isto ocorre por causa de diferenças regionais, sociais ou individuais.
Os fonemas finais /l/ e /r/ das palavras ''sol'' e ''colar'' podem ser pronunciadas de maneiras distintas, de acordo com variáveis regionais, sociais ou individuais. Tais variações de pronúncia não chegam a comprometer o entendimento do vocábulo nem implicam em alterações de sentido. Às várias possibilidades de realização de um mesmo fonema, da-se o nome de "variante" ou "alofone".
 
== Classificação dos Fonemas ==
896

edições