Abrir menu principal

Alterações

Acertos
|concelho=[[Cantanhede (Portugal)|Cantanhede]]
|linha=[[Ramal da Figueira da Foz|R. da Figueira da Foz]]<br>(PK 35,429)
|coordenadas={{coord|40|20|23.85|N|8|35|12.75|W|region:PT|display=inline,title}}
}}
A '''Estação ferroviária de Cantanhede''' é uma interface desactivadaencerrada do [[Ramal da Figueira da Foz]], que servia a cidade de [[Cantanhede (Portugal)|Cantanhede]], no [[Distrito de Coimbra]], em [[Portugal]].
 
== Caracterização ==
=== Descrição física ===
EmSegundo o Directório da Rede 2012, publicado pela [[Rede Ferroviária Nacional]] em Janeiro de 2011, a estação ferroviária de Cantanhede possuía 2duas vias de circulação, com 200 e 201 m de comprimento; as gares tinham todas 84 m de extensão, e 35 cm de altura.<ref>{{citar jornal|pagina=71-85| título=Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque|jornal=Directório da Rede 2012|data=6 de Janeiro de 2011|editora=Rede Ferroviária Nacional}}</ref>
 
== História ==
[[file:Aviso CCFPBA Tarifa Especial 9 - GazetaCF 370 1903.jpg|thumb|TarifaAviso Especialde n.º 91903, paraonde ose transporte de vinho na Linha da Beira Alta,faz incluindoreferência aà estação de Cantanhede.]]
=== Inauguração ===
AO estação insere-se no [[Ramal da Figueira da Foz]], que foi inaugurado no dia 3 de Agosto de 1882, em conjunto com a [[Linha da Beira Alta]], pela [[Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses da Beira Alta]].<ref>{{Citar jornal|autor=[[Carlos Manitto Torres|TORRES, Carlos Manitto]]|titulo=A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário|pagina=133-140|data=16 de Março de 1958|jornal=Gazeta dos Caminhos de Ferro| volume=71|numero=1686|url=http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/OBRAS/GazetaCF/1958/N1686/N1686_master/GazetaCFN1686.pdf| acessodata=15 de Julho de 2013}}</ref><ref>REIS ''et al'', p. 12</ref>
 
=== Século XX ===
Em 1913, a estação de Cantanhede era utilizada por serviços de diligências até Fontinha, [[Febres]], Barracão, Leitões e [[Mira (Portugal)|Mira]].<ref>{{Citar jornal|pagina=152-155|titulo=Serviço de Diligencias|jornal=Guia official dos caminhos de ferro de Portugal|volume=39|numero=168|data=Outubro de 1913|url=http://purl.pt/276|acessodata=22 de Fevereiro de 2018}}</ref>
 
Esta estação sofreu grandes obras de reparação em 1933, tendo sido substituídos os rebocos exteriores e a pintura.<ref>{{Citar jornal|pagina=49-52|titulo=O que se fez nos Caminhos de Ferro em Portugal no Ano de 1933|data=16 de Janeiro de 1934|jornal=Gazeta dos Caminhos de Ferro|volume=47|numero=1106|url=http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/OBRAS/GazetaCF/1934/N1106/N1106_master/GazetaCFN1106.pdf|acessadoem=3 de Julho de 2011}}</ref> Em 1 de Janeiro de 1947, a [[Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses]] passou a explorar as antigas linhas da Companhia da Beira Alta.<ref>REIS ''et al'', p.2006: 63</ref>
 
=== Encerramento ===
A circulação no Ramal da Figueira da Foz foi encerrada pela [[Rede Ferroviária Nacional]] em 5 de Janeiro de 2009, por motivos de segurança.<ref>{{Citar jornal|titulo=BE quer obras em ramal ferroviário encerrado|pagina=19|data=7 de Janeiro de 2011|jornal=Jornal de Notícias|volume=123|numero=220|editora=Controlinveste Media SGPS, S. A.|issn=0874-1352}}</ref><ref>{{Citar web|titulo=PNR defende ramal ferroviário da Pampilhosa|publicado=Correio da Manhã|url=http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/pnr-defende-ramal-ferroviario-da-pampilhosa|acessadoem=15 de Julho de 2013|data=4 de Setembro de 2011}}</ref> Em substituição, aA empresa [[Comboios de Portugal]] organizou um serviço alternativorodoviário de substituição, que foi suspenso em 1 de Janeiro de 2012.<ref>{{Citar web|titulo=CP encerra linhas do Leste e Beja-Funcheira a 1 de Janeiro|publicado=Público|url= http://economia.publico.pt/Noticia/linha-do-leste-e-bejafuncheira-encerram-a-1-de-janeiro-1525458|acessadoem=25 de Maio de 2012|data=17 de Dezembro de 2011|autor=MADEIRA, Paulo}}</ref>
 
{{CPCoimbra}}
*[[Transporte ferroviário em Portugal]]
*[[História do transporte ferroviário em Portugal]]
 
{{Referências}}