Diferenças entre edições de "O Idiota"

1 214 bytes removidos ,  17h12min de 11 de janeiro de 2019
Idem
(Fonte Incompleta. Texto não corresponde a seção. Ver WP:PROSA.)
(Idem)
 
== Recepção ==
 
Os anos em que Dostoiévski viveu na [[Europa]] contribuíram para o escritor um forte conhecimento acerca de vários países e de vários costumes da época. Foi uma oportunidade excelente para este poder fazer comparações entre a [[Rússia]] da altura e a [[Europa Ocidental]], sempre sob o ponto de vista [[eslavo]].
Os avanços técnicos eram notórios na Europa Ocidental com a [[revolução industrial|industrialização]] que batia largamente a Rússia aos pontos, contudo, a espiritualidade da Rússia revelava-se bastante superior à da Europa Ocidental, e Dostoiévski, que acreditava piamente no renascimento da [[ortodoxia]] russa e sendo ele também um devoto da fé ortodoxa, tinha conhecimento desta Rússia e a sua força espiritual. Julgava o sentimento [[patriarca]]l e [[ortodoxia|ortodoxo]] como sendo a única solução verdadeira para realização-pessoal de a Rússia não vir a cair na mesma cultura materialista de afirmação-pessoal que a Europa começava a eleger e até de poder salvar a Europa do seu próprio declínio, daí, sob o desejo de cultivar e propagar esse sentimento eslavo, escreve certas partes do romance acerca da contradição Europa-Rússia.<ref name="2.ºLivro"/>
 
{{referências}}