Abrir menu principal

Alterações

m
→‎Etimologia: {{subst: não funciona dentro de referências, replaced: 1={{subst:DATA}} }} → data=janeiro de 2019}}
O nome [[língua tupi|tupi]] ''Ipanema'' admite três interpretações semânticas: "água ruim, rio sem peixes", através da junção dos termos '' 'y '' ("água") e ''panema'' ("imprestável");<ref>{{citar web|url=http://www.aguas.cnpm.embrapa.br/vida/anchieta.htm|titulo=Embrapa: Água na natureza, na vida e no coração dos homens|data=2004|acessodata=16/08/2008|arquivourl=https://web.archive.org/web/20090701094652/http://www.aguas.cnpm.embrapa.br/vida/anchieta.htm#|arquivodata=01/07/2009|urlmorta=yes}}</ref> "lagoa fedorenta", através da junção dos termos ''upaba'' ("lago") e ''nem'' ("fedorento");<ref>http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm</ref> e "rio amarelo", através da junção dos termos '' 'y '' ("rio") e ''panema'' ("amarelo").{{Carece de fontes|data=abril de 2017}}
 
O nome faz referência a uma região do atual município de [[Iperó]], no estado brasileiro de [[São Paulo (estado)|São Paulo]], onde [[José Antônio Moreira Filho]] (1830-1899), feito segundo Barão de Ipanema em 1847 (e conde em 1868), tinha uma metalúrgica. Essa metalúrgica, chamada [[Fundição Ipanema|Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema]], se localizava aos pés do [[Morro de Ipanema]] e havia sido fundada por seu pai, o primeiro Barão de Ipanema. José Antônio Moreira Filho investiu seu capital na região atualmente ocupada pelo bairro de Ipanema, fundando a Villa Ipanema. Com esse nome, homenageava o seu local de nascimento, a vila de São João de Ipanema, hoje pertencente ao município de Iperó.<ref>http://www.cidadedeipero.com.br/ipanema.html{{Ligação inativa|1data={{subst:DATA}}janeiro de 2019}}</ref>
 
== História ==
30 920

edições