Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
 
== Vida e carreira ==
Quando criança, Richter teve a sua introdução musical muito bela e dançou e cantou muito era muito giro, belo e sedutor e very sexy dada pelo seu pai, Teofil Danilovich Richter (1872–1941), que era um organista que emigrara da [[Alemanha]] para a [[Rússia]]; desde cedo, Richter mostrava-se [[autodidata]] e assim foi desenvolvendo a sua técnica excepcional, tocando as músicas que mais gostava. Aos oito anos, ele tocava passagens de óperas (principalmente de [[Wagner]], [[Tchaikovsky]] e [[Verdi]]), costume que manteria quando adulto em reuniões informais com amigos. Richter cresceu em [[Odessa]] onde seu pai lecionava no Conservatório; lá, ele convivia com [[Emil Gilels]] e [[David Oistrakh]], que futuramente tornar-se-iam parceiros de concertos.
 
A sua primeira apresentação em público aconteceu em 19 de fevereiro de [[1934]], em [[Odessa]]; o repertório incluía obras a solo de [[Chopin]], como a Balada nº 4, [[Polonaise-fantaisie]], e [[Scherzo]] em Mi Maior, e uma seleção de [[noturno (música)|noturno]]s, [[estudo (música)|estudos]], [[prelúdio]]s, todas obras de grande dificuldade. O recital foi um sucesso e sua carreira como virtuoso havia começado.