Diferenças entre edições de "Itália"

3 bytes adicionados ,  12h41min de 12 de janeiro de 2019
m
→‎Ambiente: {{subst: não funciona dentro de referências, replaced: 1={{subst:DATA}} }} → data=janeiro de 2019}}
m (→‎Ambiente: {{subst: não funciona dentro de referências, replaced: 1={{subst:DATA}} }} → data=janeiro de 2019}})
=== Ambiente ===
[[Imagem:Italy natural parks.png|thumb|esquerda|upright|Parques nacionais (verde) e regionais (vermelho) na Itália]]
Depois do seu rápido crescimento industrial, a Itália levou um longo tempo para confrontar os seus problemas ambientais. Depois de várias melhorias, ela agora se posiciona na 84.ª&nbsp;posição no mundo com relação a sustentabilidade ecológica.<ref name=devp2>{{citar web|url=http://dev.prenhall.com/divisions/hss/worldreference/IT/environment.html |titulo=Italy – Environment |publicado=Dev.prenhall.com |acessodata=2/8/2010 |urlmorta=sim |wayb=20090701064224}}</ref> [[Parque nacional|Parques nacionais]] cobrem cerca de 5% do país.<ref>{{citar web|titulo=National Parks in Italy|publicado=Parks.it|data=1995–2010|url=http://www.parks.it/indice/NatParks.html|acessodata=15/3/2010|urlmorta=não|wayb=20100329203159|df=dmy-all}}</ref> Na década de 2010, a Itália se tornou um dos líderes do mundo em produção de [[energia renovável]], sendo o país com a quarta maior capacidade instalada de [[energia solar]] no mundo em 2010 e um dos países com a maior penetração de energia solar.<ref>{{citar web |url=http://www.ren21.net/Portals/97/documents/GSR/REN21_GSR2011.pdf |titulo=Renewables 2010 Global Status Report |publicado=REN21 |data=15/7/2010 |acessodata=16/7/2010 |urlmorta=yes |wayb=20110820095506 |arquivourl=https://web.archive.org/web/20110820095506/http://www.ren21.net/Portals/97/documents/GSR/REN21_GSR2011.pdf# |arquivodata=20/08/2011 }}</ref><ref name="BaroPhoto2010">{{citar web|url=http://www.eurobserv-er.org/pdf/baro196.asp|titulo=Photovoltaic energy barometer 2010|publicado=EurObserv'ER|acessodata=30/10/2010|datali=junho de 2018|wayb=20110726043955}}{{Ligação inativa|1data={{subst:DATA}}janeiro de 2019}}</ref> além de ter a sexta maior capacidade instalada de [[energia eólica]] em 2010.<ref name="wwea">{{citar web|autor=World Wind Energy Association|titulo=World Wind Energy Report 2010|formato=PDF|data=fevereiro de 2011|url=http://www.wwindea.org/home/images/stories/pdfs/worldwindenergyreport2010_s.pdf|acessodata=8/8/2011|urlmorta=yes|wayb=20110904232058|arquivourl=https://web.archive.org/web/20110904232058/http://www.wwindea.org/home/images/stories/pdfs/worldwindenergyreport2010_s.pdf#|arquivodata=04/09/2011}}</ref>
 
No entanto, a [[poluição atmosférica]] continua sendo um problema severo, especialmente no norte industrializado, atingindo o décimo maior nível mundial de emissão de [[dióxido de carbono]] industrial no anos 1990.<ref name="Encyclopedia of the Nations">{{citar web|titulo=Italy – Environment|publicado=Encyclopedia of the Nations|acessodata=7/4/2010|wayb=20110104111601|url=http://www.nationsencyclopedia.com/Europe/Italy-ENVIRONMENT.html|df=dmy-all}}</ref> Em 2009, a Itália era o 16.° maior lançador global de dióxido de carbono na atmosfera.<ref>{{Citar web|url=http://mdgs.un.org/unsd/mdg/SeriesDetail.aspx?srid=749&crid=|título=Carbon dioxide emissions (CO2), thousand metric tons of CO2 (CDIAC)|títulotrad=Emissões de dióxido de carbono (CO2), em milhares de toneladas métricas de CO2|data=21 de julho de 2015|publicado=Millennium Development Goals Indicators, ONU. mdgs.un.org|língua=en|acessodata=7 de junho de 2018}}</ref> Tráfico intenso e congestão nas maiores áreas metropolitanos continuam a causar severos problemas ambientais e de saúde pública, mesmo que os níveis de ''[[smog]]'' tenham diminuído dramaticamente entre os anos 1970 e 1980, com a presença de ''smog'' se tornando um fenômeno cada vez mais raro e os níveis de [[dióxido de enxofre]] estavam diminuindo no início da década de 1990.<ref>{{Citar web|url=http://www.euro.who.int/document/hms/ehiexes_e.pdf|título=Environment and health in Italy|publicado=Word Health Organization Regional Office for Europe. www.euro.who.int|língua=en|wayb=20100303051309|acessodata=17 de maio de 2018|arquivourl=https://web.archive.org/web/20100303051309/http://www.euro.who.int/document/hms/ehiexes_e.pdf#|arquivodata=3 de março de 2010|urlmorta=yes}}</ref>
35 162

edições