Abrir menu principal

Alterações

[[Imagem:Vista da pedreira.JPG|thumb|right|250px| Vista da pedreira]]
 
No local onde hoje se encontram as pegadas de [[dinossáurio]] funcionava uma [[pedreira (geologia)|pedreira]], a ''Pedreira do Galinha''; em [[42 de Julho]] de [[1994]], Ricardo Matos da Silva, João Pedro Falcão e João Carvalho, descobriram as pegadas que viriam a transformar a pedreira no monumento actual.<Ref name="Torres Novas no Sapo">{{citar web|url=http://torresnovas.no.sapo.pt/ParqJurassico.htm/|titulo=Parque Jurássico|autor=Torres Novas no Sapo}}</ref> O [[Museu Nacional de História Natural]] cria um grupo de trabalho que realiza dois relatórios que servem para demonstrar às entidades oficiais e científicas, a importância [[paleontologia|paleontológica]] do achado e consequente criação do monumento.
 
O monumento é aberto ao público em [[1 de Março]] de [[1997]] e no mesmo ano é fundado o primeiro circuito autónomo de visita e de interpretação da jazida. Em [[2002]], é criado o ''Jardim Jurássico'' que tem o objectivo mostrar aos visitantes plantas actuais de grupos botânicos característicos no Mesozóico, a "Era dos Dinossáurios", e o ''Aramossáurio''. O parque possui ainda uma área de animação, um Centro de Animação Ambiental, um parque de merendas, um grande painel ilustrativo da evolução da [[vida]] na [[Terra]] ao longo do tempo geológico e diversos painéis informativos ao longo dos cerca de 1000 metros do seu percurso{{Carece de fontes|data=dezembro de 2016}}.