Abrir menu principal

Alterações

m
{{subst: não funciona dentro de referências, replaced: 1={{subst:DATA}} }} → data=janeiro de 2019}} (2)
== Governo e política ==
[[Imagem:PauloAlexandreBarbosa.JPG|thumb|esquerda|upright|[[Paulo Alexandre Barbosa]] ([[PSDB]]), o atual prefeito.]]
De acordo com a [[Constituição brasileira de 1988|Constituição de 1988]], Santos está localizada em uma [[república]] [[Federalismo|federativa]] [[Presidencialismo|presidencialista]]. Foi inspirada no modelo [[Estados Unidos|estadunidense]], no entanto, o sistema legal brasileiro segue a tradição [[Direito romano|romano]]-[[Direito germânico|germânica]] do [[Direito positivo]].<ref>{{citar web|url=http://www.oas.org/juridico/mla/en/bra/en_bra-int-des-ordrjur.html |titulo=The Brazilian Legal System |língua=Inglês |autor=Organization of American States (OAS) |acessodata=16 de maio de 2011}}</ref> A administração municipal se dá pelo [[poder executivo]] e pelo [[poder legislativo]].<ref>{{citar web |url=http://www.leismunicipais.com.br/cgi-local/orglaw.pl?city=Paul%EDnia&state=sp |titulo=O Poder Público Municipal à frente da obrigação constitucional de criação do sistema de controle interno |autor=Flávio Henrique M. Lima |data=8 de fevereiro de 2006 |publicado=JusVi |acessodata=16 de maio de 2011 }}{{Ligação inativa|1data={{subst:DATA}}janeiro de 2019}}</ref>
 
Antes de 1930, os municípios eram dirigidos pelos presidentes das câmaras municipais, também chamados de agentes executivos ou intendentes. Somente após a [[Revolução de 1930]] é que foram separados os poderes municipais em executivo e legislativo.<ref>{{citar web|url=http://www.webcitation.org/query?url=http%3A%2F%2Fwww.camarabp.sp.gov.br%2Fconteudo%2Fcamara-municipal-da-estancia-de-braganca-paulista-&date=2011-05-21 |titulo=Câmara Municipal de Bragança Paulista |autor=Câmara Municipal de Bragança Paulista |acessodata=16 de maio de 2011}}</ref> O primeiro prefeito de Santos foi o Coronel Carlos Augusto Vasconcelos Tavares. Ao longo de vários mandatos, [[Lista de prefeitos de Santos|diferentes pessoas já passaram pela prefeitura]].<ref>{{citar web |url=http://www.santos.sp.gov.br/comunicacao/historia/prefeitos/prefeitos.html |título=Prefeitos |editor=Prefeitura de Santos |acessodata=22 de setembro de 2014}}</ref>
[[Ficheiro:000 Surfe Brasileiro.jpg|thumb|esquerda|[[Picuruta Salazar]] e jovens estudantes de surfe em Santos, onde o esporte começou no país.]]
 
O esporte em Santos talvez seja um dos temas de maior projeção da cidade. Possui uma grande tradição nos mais variados esportes com constante auxílio de projetos sociais e educacionais. A começar pelo mar, temos o [[surfe]] santista que, apesar das ondas calmas da praia, possui um papel particular na história do surfe brasileiro e mundial: foi em Santos que o esporte começou a se desenvolver no país.<ref>''A Tribuna'', "1º Santos Festival conta história do surf", 20/1/2005.</ref><ref>[http://www.gosurf.com.br/colunas/fornari/index.php?secao=modulos/materia&mat_id=5552 www.gosurf.com.br]{{Ligação inativa|1data={{subst:DATA}}janeiro de 2019}}</ref> Desde a [[década de 1930]], os surfistas utilizavam pranchas de madeira oca e surfavam na praia do [[Gonzaga (Santos)|Gonzaga]].<ref>{{citar web |url=http://www.baixadasantista.com.br/noticia.asp?codigo=2279&COD_MENU=251#.T-HgwxeucsA|título=Santos - berço do surf brasileiro |acessodata=20 de junho de 2012 |data= |publicado=Baixada Santista }}</ref> A carreira dos pioneiros da modalidade no Brasil, os irmãos Thomas Rittscher Júnior e Margot Rittscher, está exclusivamente ligada a Santos e aos nomes de santistas como Osmar Gonçalves e João Roberto Suplicy Hafers, que formam, juntos, o que o jornalismo de hoje diz ser os primeiros surfistas do Brasil.<ref>Bastos, 2005.</ref> Mais tarde, o [[surfe]] santista foi aprimorado e melhor divulgado por parte de escolas (como a Escolinha Radical, no Posto 2, liderado pelo primeiro surfista profissional brasileiro, Cisco Aranha) e de universidades, revelando nomes como [[Picuruta Salazar]], que tornou-se o "maior" símbolo do esporte na cidade,<ref>[http://www2.uol.com.br/jornalasemana/edicao158/esportes.htm]</ref> e [[Renata Agondi]], pessoas que renderam influência à posterioridade. Picuruta, além de criar escolinhas para crianças, também desenvolve projetos paralelos em lugares como o [[Havaí]], oportunidade pela qual jovens talentos da cidade podem assumir responsabilidades internacionais.<ref>''A Tribuna'', "Picuruta leva os jovens talentos santistas ao Havaí", 27 de fevereiro de 1998.</ref>
[[Imagem:Estadio Urbano Caldeira,campo do santos fc,Brasil - panoramio.jpg|thumb|[[Estádio Urbano Caldeira]], conhecido popularmente como "Vila Belmiro", casa do [[Santos Futebol Clube]].]]