Diferenças entre edições de "Mário Dionísio"

1 568 bytes adicionados ,  13h42min de 22 de janeiro de 2019
Removida fonte "Vá você encontrar" com pouca WP:V (p.e. apresenta 10 livros e apenas 1 verificava lista "Monólogo") + reformatação de fonte "dhp" (falta |página=) + "|acessodata" é importante (mesmo sem URL) + correcções datas + refs + conjuge
(Removida fonte "Vá você encontrar" com pouca WP:V (p.e. apresenta 10 livros e apenas 1 verificava lista "Monólogo") + reformatação de fonte "dhp" (falta |página=) + "|acessodata" é importante (mesmo sem URL) + correcções datas + refs + conjuge)
{{Info/Biografia
|nome = Mário Dionísio
|pseudónimo = Leandro Gil <br> José Alfredo Chaves
|imagem =
|imagem_tamanho =
|parentesco =
|tipo-cônjuge =
|cônjuge = Maria Letícia Clemente da Silva
|período_atividade =
|influências =
|influenciados =
|prémios = {{nowrap|[[Grande Prémio de Ensaio]] (1963) [[Sociedade Portuguesa de Escritores|SPE]]}}<br>[[Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários|Prémio da Crítica]] (1981) CPAICL
|principais_trabalhos =
|género = <!--Género literário--->
 
==Biografia==
Mário Dionísio de Assis Monteiro nasceu em 16 de julho de 1916, em Lisboa.<ref name="cml05"/><ref name="mir94">{{citar web |autor=Carlos de Cira |data=1994-03-15 |url=https://omirante.pt/semanario/1994-03-15/sociedade/2016-04-08-Mario-Dionisio-O-Homem-e-a-Obra |título=Mário Dionísio: O Homem e a Obra |jornal=O Mirante |local=Santarém |acessodata=062019-01-201920}}</ref><ref name="jjlP2">{{citar web |autor=José Jorge Letria |autorlink=José Jorge Letria |data=2016 |url=https://www.spautores.pt/assets_live/12820/m_rio_dion_sio_o_poeta_o_pintor_e_o_mundo_2016_br.pdf |título=Mário Dionísio : (1916-1933) : O Poeta, o Pintor e o Mundo |publicado=Sociedade Portuguesa de Autores |página=2 |acessodata=062019-01-201920}}</ref>
 
{{carece de fontes2|Filho de Eurico Monteiro, comerciante, oficial miliciano da Administração Militar, e Julieta Goulart Parreira Monteiro, doméstica com o curso superior de Piano.|data=janeiro de 2019}} É pai de [[Eduarda Dionísio]].<ref name="jjlP2"/>
 
[[Ficheiro:Mário Dionísio O Músico 1948.jpg|thumb|Mário Dionísio , ''O Músico'', 1948, tinta de esmalte s/ tela, 130 cm x 97 cm]]
 
===As artes plásticas: pintor e crítico===
Teve uma forte ligação às artes plásticas. Além da actividade como pintor (desde 1941), foi um dos principais impulsionadores das [[Exposições Gerais de Artes Plásticas]]; integrou o júri da [[Exposições de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian|II Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian]]; foi autor de inúmeros textos, de diversa ordem, das simples críticas até à publicação de referência que é ''A Paleta e o Mundo''; etc.<ref name="dhp">FRANÇA,{{citar livro |ultimo=França |primeiro=José Augusto. «Mário Dionísio de Assis Monteiro» in BARRETO,|editor-sobrenome=Barreto |editor-nome=António; MÓNICA,|editor-sobrenome2=Mónica |editor-nome2=Maria Filomena (coords.). ''|titulo=Dicionário de História de Portugal'', vol. |volume=VIII. Porto : |editora=Figueirinhas, |local=Porto |data=1999. {{ISBN|pagina=??? |capitulo=Mário Dionísio de Assis Monteiro |isbn=972-661-165-2 |OCLC=248607983 |acessodata=2019-01-21}}.</ref>
 
Enquanto artista plástico usou os [[pseudónimo|pseudónimos]] de Leandro Gil e José Alfredo Chaves. Participou em diversas exposições colectivas, nomeadamente nas [[Exposições Gerais de Artes Plásticas]] de 1947, 48, 49, 50, 51 e 53. Realizou a sua primeira exposição individual de pintura em 1989.<ref name="dhp" />
 
== Bibliografia ==
===Poesia===
* ''As Solicitações e Emboscadas'' <small>(1945, Coimbra : Atlântida)</small><ref>{{OCLC|959066690}}. Consultado em 22 de janeiro de 2019</ref>
* ''As Solicitações e Emboscadas'' (1945)<ref name="bn">[http://catalogo.bnportugal.pt/ipac20/ipac.jsp?session=1548M0733JC03.84824&profile=bn&uri=link=3100018~!10308~!3100024~!3100022&aspect=basic_search&menu=search&ri=1&source=~!bnp&term=Dion%C3%ADsio%2C+M%C3%A1rio%2C+1916-1993&index=AUTHOR Obras de Mário Dionísio] na Biblioteca Nacional de Portugal.</ref>
* ''O Riso Dissonante'' (1950)<ref name="bn" />
* ''Memória dum Pintor Desconhecido'' (1965)<ref name="jjlP2"/>
* ''Poesia Incompleta'' (1966, onde reuniu toda a obra publicada até então)<ref name="bn" />
* ''Le Feu qui Dort'' (1967)<ref name="bn" />
* ''Terceira Idade'' (1982)<ref name="bn" />
* ''Historias e Vagabundagens'' (2000)<ref name="jjlP2"/>
* ''Poesia completa'' (2016)<ref name="bn" />
===Prosa===
* ''O Dia Cinzento'' (1964, contos)<ref name="jjlP2"/>
* ''Não Há Morte Nem Princípio'' (1969, romance)<ref name="jjlP2"/>
* ''Monólogo a Duas Vozes'' <small>(1986, Lisboa : D. Quixote)</small><ref>{{citar web |autor=BNP |data= |url=http://id.bnportugal.gov.pt/bib/catbnp/35042 |título=Catálogo : Monólogo a Duas Vozes : Histórias |publicado= Biblioteca Nacional de Portugal |acessodata=2019-01-22}}</ref>
* ''Monólogo a Duas Vozes'' (1986, contos)<ref name="bn" />
* ''A Morte é para os Outros'' (1988, contos)<ref name="jjlP2"/>
===Memórias===
 
===Obras sobre pintura===
* ''Vincent Van Gogh'' (1947)<ref name="bn" />
* ''O Músico'' (1948)<ref name="bn" />
* ''Conflito e Unidade da Arte Contemporânea'' (1958)<ref name="bn" />
* ''A Paleta e o Mundo'' (1956, ensaio)<ref name="jjlP2"/>
 
==Casa da Achada – Centro Mário Dionísio==
Em setembro de 2009 abriu ao público a Casa da Achada – Centro Mário Dionísio, fundada em Lisboa em setembro do ano anterior por mais de meia centena de familiares, amigos, ex-alunos, ex-assistentes, conhecedores e estudiosos da sua obra. Partindopara a salvaguarda e divulgação do seu [[espólio,]].<ref>{{citar interessesweb e|autor=CML obra|data=2018 de|url=http://www.cm-lisboa.pt/equipamentos/equipamento/info/casa-da-achada-centro-mario-dionisio Mário|título=Equipamentos Dionísio, a: Casa da Achada - Centro Mário Dionísio. |publicado=Câmara Municipal de Lisboa |acessodata=2019-01-20}}</ref><ref>http://www.cm-lisboa.pt/equipamentos/equipamento/info/casa-da-achada-centro-mario-dionisio</ref><ref>{{citar web |autor=Agência Lusa |data=15/02/16 |url=https://www.noticiasaominuto.com/cultura/538655/obras-de-vergilio-ferreira-e-de-mario-dionisio-sao-mote-para-ciclo-no-ccb |título=Obras de Vergílio Ferreira e de Mário Dionísio são mote para ciclo no CCB |publicado=Notícias ao Minuto |acessodata=2019-01-20}}</ref> A instituição possui ainda a biblioteca privada da mulher de Mário Dionísio, a professora Maria Letícia Clemente da Silva.<ref>{{citar web |autor=MZG/MAG (Agência Lusa) |data=2016-07-16 |url=https://24.sapo.pt/noticias/nacional/artigo/casa-da-achada-celebra-hoje-centenario-de-mario-dionisio-com-festa-na-mouraria_21004505.html |título=Casa da Achada celebra hoje centenário de Mário Dionísio com festa na Mouraria |publicado=Sapo24 |acessodata=2019-01-22}}</ref> {{carece de fontes2|EstaA instituiçãoCasa da Achada é dirigida pela filha do escritor, [[Eduarda Dionísio]].|data=janeiro de 2019}}
 
==Prémios e homenagens==
* Troféu "Pintor do Ano" (1989) da [[Antena 1]]|data=janeiro de 2019}}
* Mário Dionísio recebeu o [[Grande Prémio de Ensaio]] (1963) atribuído em 1963 pela [[Sociedade Portuguesa de Escritores]] pela obra ''A Paleta e o Mundo''.<ref>{{citar web |autor=Redacção |data=17 de Dezembro de 1963 |url=http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06551.089.18658#!21 |título=O Prémio de Ensaio |publicado=''Diário de Lisboa'' (via Casa Comum) |página=21 |acessodata=2019-01-18 }}</ref>
* Pela obra ''Terceira Idade'' Mário Dionísio recebeu o [[Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários|Prémio da Crítica do Centro Português da Associação Internacional de Críticos Literários (CPAICL)]] (1981), ''[[ex aequo]]'' com [[Alexandre O'Neill]]<ref>{{citar web |autor=DGLB |data= |título=Prémio : Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos Literários |url=http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=9801 |publicado=Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas |acessodata=2019-01-19 |notas=Clicar na secção/página "6"}}</ref>
* Foi homenageado na [[toponímia]] de Lisboa, sendo o seu nome atribuído a uma rua na freguesia do [[Lumiar|freguesia do Lumiar]], em Julho de 2005.<ref name="cml05">{{citar web |autor=Câmara Municipal de Lisboa |data=2005-07-20 |URL=http://bm-pesquisa.cm-lisboa.pt/pls/OKUL/app_bm.download_my_file?p_file=1016 |título=Deliberação n.º 443/CM/2005 (Proposta n.º 443/2005) |página=348 (260) |publicado=2.º ''Suplemento ao Boletim Municipal'' n.º 597 |acessodata=2019-01-19}}</ref><ref>{{citar web |autor=António Adriano |data=2016 |url=http://www.cm-lisboa.pt/fileadmin/DOCS/Publicacoes/publicacoes-digitais/Toponimia/toponimia_lx_-_Mario_Dionisio.pdf |título=Mário Dionísio : Escritor (1916-1993) |local=Lisboa |publicado=Câmara Municipal de Lisboa (Comissão Municipal de Toponímia) |página=?? |acessodata=2019-01-17}}</ref>. Seria inaugurada em 2726 de Outubro de 2016.<ref>{{citar web |autor=Redacção |data=26 de Outubro de 2016 |url=http://www.destak.pt/docs/4394/dtk-2789.pdf |título=Em dez segundos : Mário Dionísio dá nome a rua |jornal=Destak |página=2 |acessodata=2019-01-22}}</ref><ref>https://www.facebook.com/camaradelisboa/videos/1316167301736550/?hc_ref=PAGES_TIMELINE</ref>
 
{{Referências}}
{{commonscat}}
* {{link ||2=http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/PesquisaAutores1.aspx?AutorId=9801 |3= Biografia : Mário Dionísio |4= ''in'' ''Dicionário Cronológico de Autores Portugueses'', Vol. IV, Lisboa, 1997 (via Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas)}}
* ''As{{link Solicitações e Emboscadas'' (1945)<ref name||2="bn">[http://catalogo.bnportugal.pt/ipac20/ipac.jsp?session=1548M0733JC03.84824&profile=bn&uri=link=3100018~!10308~!3100024~!3100022&aspect=basic_search&menu=search&ri=1&source=~!bnp&term=Dion%C3%ADsio%2C+M%C3%A1rio%2C+1916-1993&index=AUTHOR Obras|3=Busca de obras de Mário Dionísio]|4= nano catálogo da Biblioteca Nacional de Portugal.</ref>}}
* {{link ||2=http://www.centromariodionisio.org |3=Casa da Achada - Centro Mário Dionísio |4= (Lisboa)}}
* {{link ||2=https://www.spautores.pt/exposicoes/itinerantes/exposicao-mario-dionisio |3=Mário Dionísio : (1916-1933) : O Poeta, o Pintor e o Mundo |4= (ver "Painéis") na Sociedade Portuguesa de Autores}}