Diferenças entre edições de "Criminalidade no Brasil"

18 bytes adicionados ,  19h07min de 24 de janeiro de 2019
.
(ajustes manuais e automáticos gerais nas citações, outros ajustes usando script, +correções semiautomáticas (v0.57/3.1.48/0.1))
(.)
Etiquetas: Editor Visual Possível resumo indevido
Observa-se, no entanto, que há diferenças entre os índices de criminalidade dentro do país. Enquanto em [[Santa Catarina]] a taxa de homicídios registrada em 2010 foi de {{fmtn|12.9}} mortes por 100 mil habitantes, em [[Alagoas]] esse índice foi de {{fmtn|66.8}} homicídios.<ref>{{citar web |url=http://oglobo.globo.com/infograficos/taxa-de-homicidio-estados/ |título=Confira a taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes por estado |editor=[[O Globo]] |data=2010 |acessodata=21 de março de 2014|wayb= 20111215044451|urlmorta= sim}}</ref>
 
A violência praticada pelas minorias também é prevalente. Jovens e negros são a maioria das vítimas e dos praticantes de crimes violentos e o Brasil foi apontado como um dos destinos mais perigosos do mundo para turistas mulheres.
 
Em maio de 2017, uma pesquisa do [[instituto Datafolha]] indicou que aproximadamente um em cada três brasileiros já teve um parente ou amigo que foi assassinado.<ref>{{citar web|título=Um em cada três brasileiros teve amigo ou parente assassinado, diz pesquisa|url=http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-05/um-em-cada-tres-brasileiros-teve-amigo-ou-parente-assassinado-diz-pesquisa|acessodata=12 de Maio de 2017}}</ref> Outra pesquisa do instituto indica também que três em cada quatro brasileiros afirmam ter medo de serem assassinados.<ref>{{citar web|título=Medo de ser assassinado atinge 3 em 4 brasileiros; 67% de jovens temem a PM 173|url=https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2016/11/02/medo-de-ser-assassinado-atinge-3-em-4-brasileiros-67-de-jovens-temem-a-pm.htm|acessodata=12 de Maio de 2017}}</ref>
Utilizador anónimo