Abrir menu principal

Alterações

→‎Assassinato de Euronymous e Temporadas na Prisão: Correção de erro, adição de conteúdo
Após sua saída da prisão, em 2008, Varg deu continuidade à banda e lançou o álbum "[[Belus]]", em 2010, considerado um do melhores álbum de metal dos últimos anos. Nos anos seguintes, sucederam-se novos discos: "''[[Fallen (álbum de Burzum)|Fallen]]"'' (2011), "''[[From the Depths of Darkness]]"'' (2011), uma regravação dos clássicos, e "''[[Umskiptar]]"'' (2012). No início de 2013, ele anuncia que deixaria de fazer Black Metal e então divulga seu último trabalho do gênero pela internet, uma música instrumental de 2 minutos. Como isso ele passaria a gravar apenas álbuns com teclados e sintetizadores: no mesmo ano, ele divulga "''[[Sôl austan, Mâni vestan]]"''. Seu último lançamento é o disco "[[The Ways of Yore]]"(2014).
 
=== MorteAssassinato de Euronymous e Temporadas na Prisão ===
Existem boatos que dizem que a disputa entre Varg e [[Øystein Aarseth|Euronymous]], causada pelo fato de o primeiro estar deixando o selo do segundo. Varg dizia que [[Øystein Aarseth|Euronymous]] era incompetente para lançar discos do Burzum com a [[Deathlike Silence]] Records, e que pretendia criar sua própria gravadora chamada Burznazg, cujo nome foi mudado para Cymophane Records, em 1993. Vikernes considerou assinar com a [[Earache Records]] na época, mas as negociações não progrediram.
 
Utilizador anónimo