Ética a Nicômaco: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  29 de janeiro de 2019
m (v1.43b - Corrigido usando WP:PCW (Cabeçalhos com negrito))
**'''Justiça Correlativa''': Visa à correlação das transações entre os indivíduos, que podem ocorrer de modos voluntários, a exemplo dos acordos e contratos, ou de modo involuntário, como os delitos em geral. Nesta forma de justiça surge a necessidade de intervenção de uma terceira pessoa, que deve decidir sobre as relações mútuas e o eventual descumprimento de acordos ou de cláusulas contratuais. O juiz, segundo Aristóteles, passa a personificar a noção do justo. A justiça correlativa é também denominada equitadora ou sintagmática. Subdivide-se em:
***'''Justiça Comutativa''': Preside os contratos em geral: compra e venda, locação, empréstimo, etc. É essencialmente preventiva, já que a justiça prévia iguala as prestações recíprocas antes mesmo de uma eventual transação.
***'''Justiça Reparativa''': Visa, reprimir a injustiça, a reparar ou indenizar o donodano, estabelecendo, se for o caso, punições.
 
== Princípio da Equidade ==
Utilizador anónimo