Diferenças entre edições de "Suplemento alimentar"

132 bytes adicionados ,  22h51min de 2 de fevereiro de 2019
sem resumo de edição
m (Desfeita(s) uma ou mais edições de 191.254.203.50 (spam), com Reversão e avisos)
 
== Suplementação desportiva ==
O uso de suplementos cresce no mercado e muitas pessoas buscam esse tipo de produto na esperança de mais saúde, beleza e rendimento. As promessas de resultados feitas pelos fabricantes geralmente não possuem qualquer respaldo científico ou são embasadas em pesquisas encomendadas. Burke & Read classificam os suplementos em duas grandes categorias: os [https://sinedrolsiteoficial.wordpress.com suplementos dietéticos] e os auxiliadores ergogênicos.{{Carece de fontes|data=setembro de 2017}}
 
Os [https://sinedrolsiteoficial.wordpress.com suplementos dietéticos] são similares aos alimentos em relação aos nutrientes fornecidos, são produtos práticos para ingestão durante atividades, podem servir como auxiliares no aumento do consumo energético ou do aporte vitamínico-mineral. Entre eles, estão: as bebidas esportivas (com [[CHO]] e [[eletrólito]]s), os suplementos com alto teor de CHO (como os geis de CHO), os multivitamínicos, os vitamínicos, os suplementos minerais, as refeições líquidas e os suplementos à base de [[cálcio]].{{Carece de fontes|data=setembro de 2017}}
 
Por eliminação, o restante das substâncias ingeridas de forma suplementar à alimentação seria considerado auxiliador ergogênico. Os [https://sinedrolsiteoficial.wordpress.com suplementos dietéticos] não promovem aumento de desempenho. O resultado melhor na ''performance'' seria uma consequência da capacidade em atender uma demanda nutricional. Ou seja, o atleta não ficaria mais forte ou mais rápido devido ao suplemento, mas conseguiria manter-se em atividade mais tempo, por exemplo. Já o [[auxiliador ergogênico]] teria a capacidade de aumentar a ''performance'', fornecendo substâncias que fisiologicamente não fariam parte da demanda nutricional. Outras classificações surgiram e alguns autores classificam todos os suplementos como sendo ergogênicos porque, de uma forma ou de outra, eles auxiliam na ''performance'' então a comida deveria ser considerada ergogênica pois auxilia na performançe.{{Carece de fontes|data=setembro de 2017}}
 
Na verdade, a grande diferenciação que se deve fazer é: existem substâncias que podem agir alterando processos metabólicos e genéticos diferentemente dos alimentos e existem produtos que simplesmente fornecem os nutrientes que normalmente viriam da alimentação de outra forma. É a linha que divide o que seria considerado suplementação nutricional do que se aproxima do ''[[doping]]''. Dessa forma, quem consome suplementos e participa de eventos esportivos, deve estar atento para o conteúdo real do suplemento, para não ingerir substâncias proibidas, fato que já ocorreu com atletas importantes, que foram condenados por ''doping'', depois provando-se que a substância provinha de produtos comercializados como “suplementos alimentares”.{{Carece de fontes|data=setembro de 2017}}
1

edição