Diferenças entre edições de "São João da Barra"

2 751 bytes adicionados ,  00h14min de 4 de fevereiro de 2019
→‎Turismo: Adicionou ligações, adição de conteúdo
(A população estava com uma vírgula indevida (32,747 habitantes).)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
(→‎Turismo: Adicionou ligações, adição de conteúdo)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel Edição via aplic. Android
# Barcelos
 
== TurismoEconomia ==
Em 1676 quando São João da Barra era uma [[Vila]] sua economia girava em torno da [[pesca]], criação de [[gado]] e o início da cultura da [[Cana-de-açúcar|cana]]. No início do século XIX, quando a [[Família Real Portuguesa|Família Real]] se mudou para o Brasil, a Vila, que já se dedicava ao comércio, passou a suprir as necessidades da Corte. No início do século XX, os problemas de assoreamento da foz do [[rio Paraíba do Sul]] se intensificaram, forçando a venda da Companhia de Navegação, que já enfrentava problemas com a competição gerada pela abertura da navegação a navios estrangeiros. O que não permitiu que a cidade entrasse em decadência total foi o surgimento da Industria de Bebidas Joaquim Thomaz de Aquino. No final da década de 70, o município voltou a prosperar com a descoberta do [[Petróleo]] passando, assim, a receber [[royalties]] por ser município limítrofe aos campos produtores de petróleo, tornando-se definitivamente produtor a partir do ano de 2000.<ref>{{citar web| url =http://www.sjb.rj.gov.br/historico| titulo =Histórico - São João da Barra| ultimo =| primeiro =| data =| publicado =www.sjb.rj.gov.br| acessodata =3 de fevereiro de 2019}}</ref>
A partir de 2014, o [[Porto do Açu|Porto do Açú]] começou a operar na cidade, fazendo com que sua economia desse um grande salto.<ref>{{citar web| url =https://www.portodoacu.com.br/SitePages/sobre-o-porto/porto-do-acu.aspx| titulo = Porto do Açú| ultimo =| primeiro =| data =| publicado =www.portodoacu.com.br| acessodata =3 de fevereiro de 2019}}</ref> De acordo com dados do [[IBGE]], no ano de 2014 e 2015, a cidade obteve o maior [[PIB]] per capita das cidades do estado do Rio de Janeiro, ficando assim em primero lugar. Em nivel nacional São João da Barra ficou em nono lugar. <ref>{{citar web| url =https://g1.globo.com/rj/norte-fluminense/noticia/sao-joao-da-barra-rj-e-a-cidade-com-o-maior-pib-per-capita-do-estado-do-rio-segundo-ibge.ghtml| titulo =São João da Barra, RJ, é a cidade com o maior PIB per capita do estado do Rio, segundo IBGE| ultimo =| primeiro =| data =15 de dezembro de 2017| publicado =[[G1]]| acessodata =3 de fevereiro de 2019}}</ref> O Imposto sobre Serviços ([[ISS]]) arrecadou 700 mil reais em 2004, seis anos depois, 2010, subiu para 12 milhões. A geração de emprego também aumentou, comparando os anos de 2010 com 2011, saiu de 400 para 1286 postos de trabalho.<ref>{{citar web| url =https://veja.abril.com.br/economia/o-que-leva-dilma-rousseff-a-pequena-sao-joao-da-barra/| titulo =O que leva Dilma Rousseff à pequena São João da Barra| ultimo =Ritto| primeiro =Cecília| data =26 de abril de 2012| publicado =[[Veja]]| acessodata =3 de fevereiro de 2019}}</ref>
=== Turismo ===
São João da Barra conta com diversas [[praia]]s [[Turismo|turísticas]], como: Praia de [[Grussaí]], Praia de Chapéu de Sol, [[Barra do Açu|Praia do Açu]] e Praia de Atafona, conhecida pelas [[ruína]]s de casas transgredidas pelo mar, tornando submersas algumas [[rua]]s da região, além da Lagoa de Iquipari e Lagoa do Salgado.
 
1 414

edições