The Daily Stormer: diferenças entre revisões

1 504 bytes adicionados ,  6 de fevereiro de 2019
m
Foram revertidas as edições de 2804:18:4024:C906:70A3:9255:D8FF:24EE para a última revisão de Tittles, de 20h33min de 14 de agosto de 2018 (UTC)
(Corrigimos as mentiras da grande mídia sobre o The Daily Stormer)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Foram revertidas as edições de 2804:18:4024:C906:70A3:9255:D8FF:24EE para a última revisão de Tittles, de 20h33min de 14 de agosto de 2018 (UTC))
Etiqueta: Reversão
| nomes_anteriores =
| pago = Não
| gênero = Direita alternativa, notícias [[Neo-Nazismo|neo-nazistas]], comentário, quadro de mensagens
| cadastro = Obrigatório para comentar
| país =
| url = {{URL|https://dailystormer.name}}<ref>{{citar web|titulo=Andrew Anglin|url=https://hatreon.net/Anglin/|website=Hatreon|acessodata=3 de Fevereiro de 2018|idioma=inglês}}</ref>
| estado_atual =
}}
}}'''''The Daily Stormer''''' é um ''website'' de quadro de mensagens e comentários norte-americano. Considera-se como parte do movimento [[direita alternativa]].<ref name=voice>{{citar noticia|ultimo1=Gallo|primeiro1=William|titulo=What is the 'Alt-Right'?|url=http://www.voanews.com/a/hillary-clinton-attacks-donald-trump-alt-right-ties/3481117.html|acessodata=18 de setembro de 2016|publicação=[[Voice of America]]|data=25 de agosto de 2016}}</ref> Seu editor, Andrew Anglin, fundou em 4 de julho de 2013, como uma substituição mais rápida de seu website anterior, "Total Fascism".
{{Antissemitismo}}
 
'''''The Daily Stormer''''' é um ''website'' de quadro de mensagens e comentários de [[negação do Holocausto]], [[supremacia branca]] e [[Neo-Nazismo|neo-nazistas]] norte-americano que defende o [[genocídio]] dos [[judeus]].<ref name=mill>{{citar web|url=https://www.nytimes.com/2015/07/06/us/white-supremacists-extend-their-reach-through-websites.html|titulo=White Supremacists Extend Their Reach Through Websites|trabalho=[[The New York Times]]|autor=Wines, Michael|data=5 de julho de 2015|acessodata=6 de outubro de 2015}}</ref><ref name=lat>{{citar noticia|ultimo1=Pearce|primeiro1=Matt|titulo=What happens when a millennial goes fascist? He starts up a neo-Nazi site|url=http://www.latimes.com/nation/la-na-daily-stormer-interview-20150624-story.html|acessodata=22 de agosto de 2015|trabalho=Los Angeles Times|data=24 de junho de 2015}}</ref><ref>{{citar noticia|url=https://www.huffingtonpost.com/entry/neo-nazi-holocaust-denial-legal-defense_us_5a612a5ce4b0125fd6354368|titulo=American Neo-Nazi Is Using Holocaust Denial As A Legal Defense|ultimo=O'Brien|primeiro=Luke|data=19-01-2018|trabalho=[[HuffPost]]|acessodata=25-04-2018|idioma=en-US}}</ref><ref>{{Citar web|url=https://www.theatlantic.com/magazine/archive/2017/12/the-making-of-an-american-nazi/544119/|titulo=The Making of an American Nazi|last=O'Brein|primeiro=Luke|data=Dezembro de 2017|website=[[The Atlantic]]|acessodata=4 de abril de 2018|citação=(Como Anglin escreveria mais tarde, a política oficial de seu sítio era: “os judeus deveriam ser exterminados.”)}}</ref> Considera-se como parte do movimento [[direita alternativa]].<ref name=voice>{{citar noticia|ultimo1=Gallo|primeiro1=William|titulo=What is the 'Alt-Right'?|url=http://www.voanews.com/a/hillary-clinton-attacks-donald-trump-alt-right-ties/3481117.html|acessodata=18 de setembro de 2016|publicação=[[Voice of America]]|data=25 de agosto de 2016}}</ref> Seu editor, Andrew Anglin, fundou em 4 de julho de 2013, como uma substituição mais rápida de seu website anterior, "Total Fascism".
O site é conhecido por seu uso de memes da Internet, que foram comparados ao ''imageboard'' [[4chan]] e citados como atrações para um público mais jovem e mais ideologicamente diversificado.<ref name="beast">{{citar noticia|ultimo1=Siegel|primeiro1=Jacob|titulo=Dylann Roof, 4chan, and the New Online Racism|url=http://www.thedailybeast.com/articles/2015/06/29/dylann-roof-4chan-and-the-new-online-racism.html|acessodata=30 de junho de 2015|website=[[The Daily Beast]]|data=22 de junho de 2015}}</ref> Enquanto alguns autores [[nacionalismo branco|nacionalistas brancos]] elogiaram o alcance do ''The Daily Stormer'', outros questionaram seu conteúdo e tom, acusando Anglin de ser um [[agente provocador]], usado para desacreditar o verdadeiro nacionalismo branco.<ref name="salon">{{citar noticia|ultimo1=Hankes|primeiro1=Keegan|titulo=White nationalism’s exploding civil war|url=http://www.salon.com/2014/10/23/white_nationalisms_exploding_civil_war_partner/|acessodata=4 de março de 2015|trabalho=[[Salon (website)|Salon]]|data=23 de outubro de 2014}}</ref>
 
O sitesítio é conhecido por seu uso de memes da Internet, que foram comparados ao ''imageboard'' [[4chan]] e citados como atrações para um público mais jovem e mais ideologicamente diversificado.<ref name="beast">{{citar noticia|ultimo1=Siegel|primeiro1=Jacob|titulo=Dylann Roof, 4chan, and the New Online Racism|url=http://www.thedailybeast.com/articles/2015/06/29/dylann-roof-4chan-and-the-new-online-racism.html|acessodata=30 de junho de 2015|website=[[The Daily Beast]]|data=22 de junho de 2015}}</ref> Enquanto alguns autores [[nacionalismo branco|nacionalistas brancos]] elogiaram o alcance do ''The Daily Stormer'', outros questionaram seu conteúdo e tom, acusando Anglin de ser um [[agente provocador]], usado para desacreditar o verdadeiro nacionalismo branco.<ref name="salon">{{citar noticia|ultimo1=Hankes|primeiro1=Keegan|titulo=White nationalism’s exploding civil war|url=http://www.salon.com/2014/10/23/white_nationalisms_exploding_civil_war_partner/|acessodata=4 de março de 2015|trabalho=[[Salon (website)|Salon]]|data=23 de outubro de 2014}}</ref>
 
''The Daily Stormer'' orquestra o que chama de "Exército Troll" (''Troll Army''), que está envolvido no ''Internet trolling'' com figuras com as quais Anglin discorda politicamente. Em agosto de 2017, depois de causar indignação ao insultar a vítima de um homicídio violento em uma manifestação de extrema direita, o sítio foi rejeitado por vários registradores de domínio.