Sant'Anna a Ripa: diferenças entre revisões

5 bytes removidos ,  6 de fevereiro de 2019
(nova página: thumb|direita|upright=1.4|Nesta [[gravura de Giuseppe Vasi, o ''Eremitorio di Sant'Anna'' está do out...)
 
 
== História ==
Antes de 1745, esta igreja era conhecida como ''Sant'Anna de Marmorata'' apesar do atual distrito de ''Marmorata'' ficar do outro lado do Aventino, perto do [[Testaccio]]. Ela aparece no ''Catalogo di Torino'' ({{ca.}} 1320)<ref>{{citar web |url=http://penelope.uchicago.edu/Thayer/I/Gazetteer/Places/Europe/Italy/Lazio/Roma/Rome/churches/_Texts/Huelsen/HUECHI*/1/6.html#190 |subtítulo =Il catalogo di Torino (circa il 1320) | nome=Christian |sobrenome = Hülsen| título = Le chiese di Roma nel medio evo | língua = italiano}}</ref> como ''Ecclesia sancte Anne de Marmorata'' teria supostamente sido fundada pelos ''palafrenieri'', os [[pajem|pajens]] da corte papal no século XIII. Se for este o caso, esta igreja seria antecessora de ''[[Sant'Anna dei Palafrenieri]]'', no [[Vaticano]]<ref name=NIB>{{citar livro| título = Roma nell`Anno MDCCCXXXVIIIParte Prima Moderna| subtítulo =Sant'Anna detta dei Calzettari| sobrenome = Nibby| nome = Antonio| volume = 3| local = Roma| editora = Tip. delle Belle Arti| ano = 1839| url = http://dlib.biblhertz.it/Dg450-4380-3#page/116/mode/2up| página = 98| língua = italiano}}</ref><ref name=RAL>{{citar web | url = https://www.romeartlover.it/Vasi96.htm#Eremitorio| título = Monte Aventino e Ponte Sublicio| publicado =Rome Art Lover| língua = inglês}}</ref>.
 
No século XIV, ela tinha um pequeno mosteiro anexo para quatro monges, motivo pelo qual era chamado de ''eremitorio''. Na [[Idade Média]], o ''Clivo'' era a rota principal para os principais mosteiros do Aventino e este pequeno complexo vigiava a entrada. Em 1745, a igreja foi assumida pelos ''calzettari'', a [[guilda]] dos fabricantes de meias, que aparentemente a reformaram completamente. No século XIX, a igreja provavelmente ainda tinha um monge residente<ref name=ARM>{{citar livro| título = Le chiese di Roma dal secolo IV al XIX| subtítulo = Sant'Anna dei Calzettari| sobrenome = Armellini| nome = Mariano| local = Roma| editora = Tipografia Vaticana| ano = 1891| língua = italiano| url = http://dlib.biblhertz.it/Dm500-4870-a#page/624/mode/2up | página = 606}}</ref><ref name=NIB/>.
 
Em data incerta no final do século XIX, o complexo todo foi demolido e substituído por um edifício moderno que abriga na fachada um relevo de Santa Ana.
 
== Descrição ==
198 349

edições