Diferenças entre edições de "Azeca"

23 bytes adicionados ,  04h58min de 9 de fevereiro de 2019
sem resumo de edição
 
{{Sem infocaixa|Sítio arqueológico2}}
{{Sem imagem|hist-mo|data=dezembro de 2012}}
'''Azeca''', uma cidade na região da Sefelá, que guardava os limites superiores do [[vale de Elá]]. O lugar é identificado com Tel Zacarias (''Tell Zakariyeh'') ou (Tel ‛Azeqa)Azeca, a uns 26 km a noroeste de [[HebronHebrom]].
 
== História ==
A primeira menção da cidade ocorre em Josué 10:5-11, com respeito ao ataque coligado de cinco reis cananeus contra [[Gibeão]]. [[Josué]] e seu exército, vindo em socorro de Gibeão, perseguiram os exércitos cananeus “até Azeca e Maquedá”, uma distância de cerca de 30 km. A cidade foi depois designada à [[Tribo de Judá]].<ref>Josué 15:20, 35</ref>
 
Durante o reinado do Rei [[Saul]] (1117-{{AC|1078 AEC|X}}), os filisteus juntaram suas forças entre Socó e Azeca, apresentando [[Golias]] como seu campeão. Quando os israelitas chegaram, os dois exércitos se confrontaram em lados opostos do vale de Elá, até que a vitória de surpresa de [[Davi]] sobre Golias pôs em fuga os filisteus.<ref>1 Samuel 17:1-53</ref>
 
Com a divisão da nação, depois da morte de [[Salomão]] (c. {{AC|998 AEC|x}}), o Rei [[Roboão]], de Judá, fortificou Azeca, junto com Laquis e outras cidades estratégicas.<ref>2 Crônicas 11:5-10</ref> Escavações feitas em TellTel ZakariyehZacarias revelam os restos de muros e torres, e a evidência duma cidadela fortificada no ponto mais alto desse lugar.
 
Quando as tropas babilônicas de [[Nabucodonosor]] invadiram o reino de Judá (609-607 AEC), Azeca e Laquis foram as duas últimas cidades fortificadas a cair, antes da derrota da própria [[Jerusalém]].<ref>Jeremias 34:6, 7</ref> A aparente confirmação disso foi revelada pela descoberta dos óstracos inscritos, chamados de Cartas de Laquis, um deles contendo a seguinte mensagem, evidentemente dirigida por um posto militar avançado ao comandante militar de Laquis, que reza, em parte: “estamos atentos aos sinais de Laquis, segundo todas as indicações que meu senhor deu, porque não podemos ver Azeca”.<ref>''Ancient Near Eastern Texts'' [Textos Antigos do Oriente Próximo], editado por J. B. Pritchard, 1974, p. 322</ref> Se, conforme parece ser o caso, esta carta foi escrita no tempo do ataque babilônico, indicaria que Azeca já havia caído, de modo que não se recebiam mais sinais dessa fortaleza.