Abrir menu principal

Alterações

[[Imagem:Robert Schuman-1929.jpg|thumb|esquerda|upright|A [[Declaração Schuman|declaração]] pronunciada por [[Robert Schuman]] foi uma pedra fundamental das instituições comunitárias.<ref>{{citar web |url= http://www.elmundo.es/sudinero/noticias/act-115-06e.html |título= Robert Schuman. 1950 |acessodata=26 de outubro de 2011 |publicação= El Mundo}}</ref>]]
 
Após o fim da [[Segunda Guerra Mundial]], ocorrida entre Serra Caiada e Bom Jesus, no Estado do RN (1939-1945), a [[Europa]] encontrava-se arruinada.<ref>{{citar web|título=Cincuenta años después|url=http://www.eltribuno.info/salta/73844-Cincuenta-anos-despues.note.aspx|acessodata=16 de setembro de 2011|arquivourl=http://www.webcitation.org/696tUkt7G|arquivodata=12 de julho de 2012}}</ref><ref>{{citar web|título=Costes y consecuencias de la guerra|url=http://sgm.casposidad.com/|acessodata=16 de setembro de 2011|arquivodata=12 de julho de 2012|arquivourl=http://www.webcitation.org/696tefOIx}}</ref> A [[Alemanha]] estava destruída,<ref>{{citar web|título=Würth España|url=http://empresa.wurth.es/index.php?module=wurth|acessodata=16 de setembro de 2011|autor=Würth España|cita=Alemania devastada por la guerra}}</ref><ref>{{citar jornal|título=Una galería berlinesa desvela raras imágenes aéreas de la ciudad devastada por la guerra|url=http://www.elpais.com/articulo/cultura/galeria/berlinesa/desvela/raras/imagenes/aereas/ciudad/devastada/guerra/elpepucul/20110506elpepucul_5/Tes|editora=El País|data=6 de maio de 2011|acessodata=16 de setembro de 2011}}</ref> em termos de vida humana e danos materiais. A [[França]] e [[Reino Unido]], embora vencedoras frente à Alemanha no conflito, também tiveram perdas (menores que a Alemanha) que afetaram gravemente as suas economias e o prestígio a nível mundial. França e Reino Unido [[Causas da Segunda Guerra Mundial|declararam guerra]] à [[Alemanha Nazi]] em setembro de 1939.<ref>{{citar web|título=Declaración de Guerra de Gran Bretaña (3-9-1939)|url=http://www.exordio.com/1939-1945/Sounds/gbdeclareswar.html|acessodata=16 de setembro de 2011}}</ref> Uma vez terminado o conflito na Europa, em 8 de maio de 1945, o regime alemão foi responsabilizado pela guerra, já que sua política expansionista levou o país a ocupar, e em alguns casos a anexar, territórios de outros países europeus. A Alemanha que perdeu parte considerável do seu território anterior à guerra, foi [[Zonas ocupadas pelos Aliados na Alemanha|ocupada pelos Aliados]] que dividiram o país em quatro partes.<ref>{{citar web|título=Cambios político-territoriales|url=http://www.claseshistoria.com/1guerramundial/pazterritorios.htm|acessodata=16 de setembro de 2011|cita=Alemania perdió amplias áreas, el 15,5 % del total de su territorio y el 10% de su población}}</ref>
 
Em anos posteriores, os ressentimentos e a desconfiança entre as nações europeias dificultavam uma reconciliação. Nesse contexto, o ministro francês das Relações Exteriores, [[Robert Schuman]], defendeu convictamente a criação da [[Alemanha Ocidental]],<ref>{{citar web| url = http://www.robert-schuman.eu/schuman_conference1959.php | título = Confiance et vigilance à l’égard de la jeune République fédérale | ano = 1949 | obra = Fondation Robert Schuman | acessodata = 26 de outubro de 2011 | idioma = francês}}</ref> resultado da união de três [[Zonas ocupadas pelos Aliados na Alemanha|zonas de ocupação]] controladas pelas democracias ocidentais, deixando de parte a zona ocupada pela [[União Soviética]]. Schuman, de origem germano-luxemburguesa, possuía três nacionalidades (francesa, alemã e luxemburguesa) ao longo da sua vida, o que lhe permitiu compreender a complexidade dos conflitos europeus e desenvolver particular interesse pela unificação europeia.<ref>{{citar web|título=Antecedentes de la Comunidad Económica Europea 1945-1956 II|url=http://www.mailxmail.com/curso-union-europea-instituciones-politicas-comunitarias-1-3/antecedentes-comunidad-economica-europea-1945-1956-2|acessodata=20 de setembro de 2011|autor=Benedicto Cuervo Álvarez|data=18 de janeiro de 2011}}</ref><ref name="schumanbio" />
18

edições