Diferenças entre edições de "Alberto da Suécia"

1 byte adicionado ,  02h47min de 14 de fevereiro de 2019
sem resumo de edição
Foi chamado à Suécia e eleito rei pela alta nobreza do país, em rebelião contra [[Magno IV da Suécia|Magno IV]] e [[Haakon VI da Noruega|Haakon VI]]. A sua presença na Suécia desencadeou um guerra civil durante oito anos. Em 1384, uniu a Suécia e Meclemburgo. Durante todo o seu reinado, a presença alemã aumentou até criar uma reação geral contra ela - o povo e a nobreza sueca acabaram por pedir à rainha [[Margarida I da Dinamarca|Margarida I da Dinamarca e da Noruega]] que ajudasse a derrubar Alberto. Na [[batalha de Åsle]], travada na [[Gotalândia Ocidental]], as tropas de Alberto foram derrotadas, e o próprio Alberto foi aprisionado e encarcerado em Lindholmen, na [[Escânia]], durante seis anos. Após o pagamento de um grande resgate, Alberto pode regressar a Meclemburgo, na [[Alemanha]], onde morreu em 1412, com 74 anos de idade<ref>{{Citar livro |sobrenome=Lagerqvist |nome=Lars |coautor=Nils Åberg |título=Litet lexikon över Sveriges regenter (Pequeno léxico dos regentes da Suécia)|idioma=sueco |local=Boda kyrkby |editora=Vincent |ano=2004|páginas=63 |página=21-22|capítulo=Albrekt av Mecklenburg |isbn=91-87064-43-X}}</ref><ref name=klm>{{citar web |url=http://medeltiden.kalmarlansmuseum.se/niva3/1-11-7.phtml?userid=0 |título=7. Albrekt av Mecklenburg |publicado=Kalmar läns museum |autor= |língua=sueco |acessodata=21 de março de 2017 }}</ref>
 
Alberto foi o segundo filho do duque [[Alberto II, Duque de Meclemburgo]] e de Eufêmia Eriksdotter, irmã do rei sueco Magno IV. Alberto se declarou herdeiro do trono sueco, porque haviam morrido o rei [[Magno IV da Suécia|Magno IV]] e seu filho [[Haakon VI da Noruega|Haakon VI]]. Os duques se [[Meclemburgo]] também se aparentavam com a [[Casa de SuerqueroSuérquero]] (''Sverkerska ätten''), que havia reinado anteriormente na Suécia.<ref name=klm/>
 
{{Referências}}