Abrir menu principal

Alterações

m
ajustes
A '''Habilitação e Reabilitaçãoreabilitação Auditivaauditiva''' é um dos campos de atuação da [[fonoaudiologiaFonoaudiologia]] que compreende desde a seleção e adaptação do [[Aparelho de Amplificaçãoamplificação Sonorasonora e Individualindividual]] (AASI)]] até a reabilitação audiológica, por meio da terapia [[Fonoaudiologia|fonoaudiológica]].<blockquote> O objetivo da Reabilitaçãoreabilitação Auditivaauditiva é desenvolver ou devolver a capacidade de percepção auditiva ao indivíduo com deficiência auditiva, com auxilio de dispositivos que possam amplificar o som. <ref name=":2">{{Citar periódico|ultimo=Scaranello|primeiro=Carla Alessandra|data=2005-12-30|titulo=REABILITAÇÃO AUDITIVA PÓS IMPLANTE COCLEAR|url=http://dx.doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v38i3/4p273-278|jornal=Medicina (Ribeirao Preto. Online)|volume=38|numero=3/4|paginas=273|doi=10.11606/issn.2176-7262.v38i3/4p273-278|issn=2176-7262}}</ref></blockquote>O desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem, durante o processo de reabilitação auditiva, depende de alguns fatores determinantes como: tempo de privação auditiva, [[etiologia]], engajamento do paciente e da família, entre outros. <ref name=":2" /><ref name=":1" />
== Abordagem aurioral ==
A [[Abordagemabordagem Aurioralaurioral]] é uma intervenção que tem como proposta priorizar a alteração primária: a audição, de forma que haja auxílio para que a criança possa usar sua audição residual e aprender a ouvir e falar de forma a evoluir conhecimentos, se integrar com as pessoas, e a participarem de atividades sociais, como dentro da própria [[família]], [[escola]] e em grupos no geral.
 
A Abordagemabordagem Aurioralaurioral visa desenvolver a sua audição residual, por menor que seja, para que seja aproveitada<ref name=":1" />.
 
Na Abordagemabordagem Aurioralaurioral o canal sensorial da audição é priorizado, e considerado fundamental para o desenvolvimento da comunicação oral. Mesmo que durante o trabalho outros canais sensoriais sejam utilizados, de forma que auxiliem o desenvolvimento de linguagem oral, como a visão, se necessário, a leitura labial, estes são apoios de terapia, mas a prioridade sempre se mantém com sensação [[Audição|auditiva]]. <ref name=":1">{{citar livro|título=Audiologia Educacional - Uma Opção Terapêutica Para A Criança Deficiente Auditiva (Cód: 4492457)|ultimo=Pimentel Formigoni,Gisela Maria|primeiro=Bevilacqua, Maria Cecilia|editora=ProFono|ano=2003|local=|páginas=|acessodata=}}</ref>
 
== Princípios ==
Na '''Abordagemabordagem Aurioral'''aurioral existem princípios básicos e fundamentais para que a terapia possa ser desenvolvida de forma apropriada, sendo descritos:<ref name=":1" />
 
'''1-=== Detecção e Intervenção Precoce''' ===
 
O diagnóstico precoce é muito importante para o [[desenvolvimento]] da criança com [[Deficiência auditiva|deficiência auditiva]], pois é nos primeiros anos de vida que ocorre a maturação neurológica, tempo ideal para a estimulação auditiva.
 
'''2 – ===Dispositivos Eletrônicos'''eletrônicos===
 
A amplificação e o uso constante e correto do [[Aparelhoaparelho de Amplificaçãoamplificação Sonorasonora e Individual (AASI)individual]] ou do [[Implante coclear|Implante Coclear]] (IC) multicanal, pois é por meio destes que a criança poderá ouvir a fala e os sons ao seu redor.
 
'''3- ===Desenvolvimento da função auditiva &nbsp; &nbsp; &nbsp; &nbsp;'''===
 
O desenvolvimento da função [[Audição|auditiva]] acontece quando existe um ambiente acústico favorável, e a partir da introdução da criança em um mundo sonoro, com contextos significativos. Isso envolve não apenas o processo de terapias, mas também o dia a dia da criança, por meio da linguagem incidental, sendo um processo prazeroso e divertido.
 
É importante também todos os cuidados possíveis com as condições acústicas do ambiente, sempre que possível atenuar ruídos para tornar-se uma qualidade mais clara do som, e manter o [[Aparelho de Amplificaçãoamplificação Sonorasonora e Individualindividual]] (AASI)]] ou do [[Implante coclear|Implante Coclear]] (IC) sempre o mais eficientes possível.
 
'''4- ===Integrar'''===
 
Na '''Abordagem Aurioralaurioral''' é fundamental desenvolver o resíduo auditivo, e assim integrar a audição à personalidade da criança. A criança deve ser capaz de monitorar sua fala em desenvolvimento, ou seja, ouvir suas próprias emissões, a [[Voz humana|voz]] de outras pessoas e compará-las. Assim, deve ser trabalhado o saber ouvir, para que haja o uso adequado do resíduo auditivo e a atenção aos sons e aos significados que transmitem, possibilitando o domínio das habilidades da comunicação verbal.
 
'''5- ===Comunicação'''===
 
O princípio de [[comunicação]] se refere às atividades comunicativas, que se iniciam desde de o primeiro ano de vida, quando a mãe conversa com o bebê. Mesmo os cuidadores de bebês surdos, devem falar e estimular a comunicação, pois se os cuidadores forem bons falantes, a criança também será. A comunicação envolve o falar e ouvir, essencial para efetividade comunicativa. Quando os pais ouvem e compreendem os filhos praticam um incentivo ao desenvolvimento da [[linguagem]], já que é um meio da criança perceber que sua atividade comunicativa tem função.
 
'''6-&nbsp; ===Etapas das habilidades auditivas'''===
 
As etapas das habilidades auditivas é o sexto princípio,. neleNele, o objetivo é fazer com que a criança com deficiência auditiva vivencie as mesmas etapas auditivas pelas quais as crianças ouvintes passam naturalmente, que são detecção auditiva, discriminação auditiva, reconhecimento auditivo e a compreensão. Estas etapas envolvem os sons ambientais e da fala, além dos processos psíquicos de atenção e memória, os quais são fundamentais para o desenvolvimento.
 
'''7- ===Avaliação'''===
 
Durante todo processo terapêutico a criança deve estar sendo avaliada, tanto quanto a linguagem, ao [[Aparelhoaparelho de Amplificaçãoamplificação Sonorasonora e Individual (AASI)]]individual ou do [[Implante coclear|Implante Coclear]] (IC) , ao grau da deficiência auditiva e seus relacionamentos sociais. Para a efetiva avaliação, é essencial ter em mente que cada criança é única, com suas individualidades e seu próprio desenvolvimento, de acordo com fatores internos e ambientais, de convivência e etc.
 
E por conta disso, é difícil estabelecer exatamente o que esperar de cada um, o que pode ser feito é ter possibilidades gerais de certos objetivos a serem alcançados pelo trabalho terapêutico.<ref name=":1" />
 
<br />
 
== Avaliação das habilidades auditivas e linguagem ==
O desenvolvimento das habilidades [[Audição|auditivas]] e linguagem procede da mesma maneira para crianças com audição normal e para as crianças com deficiência auditiva. Mas as crianças com deficiência auditiva que fazem uso ou não do [[Aparelhoaparelho de Amplificaçãoamplificação Sonorasonora e Individual (AASI)]]individual ou do [[Implante coclear|Implante Coclear]] (IC) devido à perda auditiva o desenvolvimento ocorre num ritmo mais lento. <ref name=":0">{{Citar livro|url=http://worldcat.org/oclc/995048108|título=Introduction to aural rehabilitation|ultimo=editor.|primeiro=Hull, Raymond H.,|isbn=9781597569095|oclc=995048108}}</ref>
 
O desenvolvimento da Linguagem está diretamente ligada ao desenvolvimento das habilidades auditivas. A crianças desenvolvem a [[linguagem]] escutando as palavras ao seu redor. Se a criança tiver uma perda auditiva, dificulta para ela captar e reconhecer essas palavras e aprender. A [[Perda auditiva|perda auditiva]] quanto maior o grau maior é a dificuldade da percepção e discriminação da fala e maior é o défice de linguagem.
 
Para o desenvolvimento da audição e linguagem, é necessário que a criança aprenda um conjunto de habilidades essenciais como:
* Compreensão<ref>{{Citar periódico|ultimo=Oliveira|primeiro=Patrícia Santos|ultimo2=Penna|primeiro2=Letícia Macedo|ultimo3=Lemos|primeiro3=Stela Maris Aguiar|data=2015-12|titulo=Desenvolvimento da linguagem e deficiência auditiva: revisão de literatura|url=http://dx.doi.org/10.1590/1982-0216201517611214|jornal=Revista CEFAC|volume=17|numero=6|paginas=2044–2055|doi=10.1590/1982-0216201517611214|issn=1516-1846}}</ref>
 
'''A Detecçãodetecção Auditiva'''auditiva é capacidade da criança perceber os [[Som|sons]] existentes ao seu redor. A capacidade de prestar atenção se o som está presente ou ausente. Para as crianças com perda auditiva, ela só é capaz de desenvolver essa capacidade de reconhecer com o parelho de ampliação e junto com a abordagem aurioral e ensinado pelo pais a prestar atenção a presença do som. <blockquote>A família é que representa para criança o primeiro mecanismo percepção do som por isso o papel mais importante da família é dar assistência à criança para dar atenção e responder numa conversa. (Simmons-Martin,1981)</blockquote>''' A Discriminaçãodiscriminação auditiva''' é a capacidade de perceber deferentes sons como identificar diferentes intensidades, passos, duração, sons que veio primeiro, mas isso só é desenvolvido após adquirir a habilidade de detecção.
 
'''O Reconhecimento [[Audição|Auditivo]]''' é a capacidade/etapa onde a criança consegue repetir ou reconhecer um conjunto especifico de sons, por exemplo “oink” para o porco e “moo-o’ para vaca. Isso já requer o desenvolvimento da memória da crianças, a detecção do som e discriminação de um som do outro. Nessa etapa não a compressão, isso ocorre porque a criança ainda não compreendeu o que o som significa, mas sim memorizou.
 
'''O Reconhecimentoreconhecimento [[Audição|Auditivoauditivo]]''' é a capacidade/etapa onde a criança consegue repetir ou reconhecer um conjunto especifico de sons, por exemplo “oink” para o porco e “moo-o’ para vaca. Isso já requer o desenvolvimento da memória da crianças, a detecção do som e discriminação de um som do outro. Nessa etapa não a compressão, isso ocorre porque a criança ainda não compreendeu o que o som significa, mas sim memorizou.
'''A [[Compreensão]]''' é a capacidade de compressão dos sons, é etapa final, a mais difícil e necessária para desenvolvimento da audição e linguagem. É a utilização de todas a habilidades anteriores para que a criança conseguir repetir algumas palavras e demostrar que intende o que o conjunto de sons significa.<ref name=":0" />
 
'''A [[Compreensãocompreensão]]''' é a capacidade de compressão dos sons, é etapa final, a mais difícil e necessária para desenvolvimento da audição e linguagem. É a utilização de todas a habilidades anteriores para que a criança conseguir repetir algumas palavras e demostrar que intende o que o conjunto de sons significa.<ref name=":0" />
'''[[Linguagem]]'''
 
Para a aquisição da [[linguagem]] é essencial a interação entre a audição, o social, o motor e funções cognitivas vinda da infância e parentes. Qualquer perda na capacidade auditiva, mesmo que pequena, impede a criança de receber adequadamente as informações sonoras que são essenciais para a aprendizagem da linguagem.<ref name=":0" />
 
O ideal seria que todas as crianças fossem submetidas a uma '''[[Avaliação audiológica|avaliação audiológica]] no período neonatal'''. Uma perda de audição não identificada pode ter consequências devastadoras sobre o desenvolvimento da palavra e da linguagem da criança, mas também sobre seu comportamento psíquico e social ( Oliveira et al., 1990; Roslyng – Jensen, 1997)<blockquote>Devido ao benefício do uso implante ou AASI, e a métodos terapeutas a criança pode ser capaz de ouvir as palavras e desenvolver as habilidades auditivas, e assim conseguir escutar e compreender as palavras, e isso conduz a aprendizagem da linguagem.<ref>{{Citar periódico|data=2015-08-28|titulo=Problemas auditivos na infância interferem no desenvolvimento da linguagem - Deficiência Auditiva|url=http://deficienciaauditiva.com.br/problemas-auditivos-na-infancia-interferem-no-desenvolvimento-da-linguagem/|jornal=Deficiência Auditiva|lingua=pt-BR}}</ref></blockquote>
 
== Referências: ==