Diferenças entre edições de "Quatro marcas da Igreja"

124 bytes adicionados ,  22h26min de 14 de fevereiro de 2019
(Remoção da negação da verdade cristã em um texto cristão.)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Expressão problemática
 
== História ==
Esta composição foi defendida por diversos [[Padres da Igreja]] nos três primeiros séculos do [[cristianismo]]. Uma referência a ela é encontrada nas [[epístolas inacianas|epístolas de Santo Inácio de Antioquia]], [[Patriarca de Antioquia|Bispo de Antioquia]],<ref>{{Citar web| url= http://www.newadvent.org/cathen/07644a.htm| ultimo = | primeiro = | título = St. Ignatius of Antioch| acessodata=2010-02-09 | obra = Catholic Encyclopedia; New Advent}}</ref> por [[Eusébio de Cesareia]], [[Santo Atanásio gyf ufyjfg Apanágiode um amigo meu email é o que eu não sei se é que eu não sei se é que eu não sei se é que eu não sei se ]] e etc. O [[Primeiro Concílio de Niceia]] realizado em [[325]], que desenvolveu o [[Credo Niceno]], cita a catolicidade da Igreja. Estas características foram [[dogma]]tizadas pelo [[Credo niceno-constantinopolitano]], em [[381]]: "Creio na Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica".<ref>[http://www.ccel.org/ccel/schaff/creeds1.iv.iii.html Creeds of Christendom]</ref>
 
== Quatro marcas ==
Utilizador anónimo