Onúris: diferenças entre revisões

14 bytes adicionados ,  19 de fevereiro de 2019
sem resumo de edição
m (ajustes usando script)
[[Imagem:Shu.svg|miniatura|upright|Onúris era retratado usando um [[cocar]] de duas ou quatro penas.<ref>Wilkinson, Richard H. (2003). ''The Complete Gods and Goddesses of Ancient Egypt''. Thames & Hudson. p. 118</ref>]]
Na [[mitologia egípcia]], '''Onúris''' (também escrito '''Anhur''', '''Onouris''', '''An-Her''', '''Anhuret''', '''Han-Her''', '''Inhert''') era originalmente um [[deus da guerra]], que era adorado na região egípcia de [[AbydosAbidos (Egito)|Abidos]], e particularmente em [[ThinisTinis]]. Os mitos dizem que trouxe sua esposa, [[Menhit]], que era sua contraparte feminina, a partir da [[Núbia]], e seu nome reflete isso - significando "Aquele que nos guia de volta a alguém distante."<ref>''The Way to Eternity: Egyptian Myth'', F. Fleming & A. Lothian, p. 56</ref>
 
Um de seus títulos era "Assassino de Inimigos". Onúris foi retratado como um homem barbudo vestindo uma [[túnica]] e um [[cocar]] com quatro penas e segurando uma lança, ou, ocasionalmente, como um [[deus]] com cabeça de leão (que representava força e poder). Em algumas representações, o manto era mais semelhante a um [[kilt]].<ref>Turner and Coulter, Dictionary of ancient deities, 2001</ref>