Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
| local de enterro = [[Mosteiro e Sítio do Escorial|São Lourenço de El Escorial]],<br/>[[San Lorenzo de El Escorial|El Escorial]], [[Espanha]]
| religião = [[Igreja Católica|Catolicismo]]<br/>{{small|(anteriormente [[Igreja Anglicana|Anglicanismo]])}}
| brasão = Coat of Arms of Victoria Eugenie of Battenberg, Queen Consort of Spain.svg
}}
'''Vitória Eugénia Júlia Ena''' ([[Aberdeenshire]], [[24 de outubro]] de [[1887]] – [[Lausana]], [[15 de abril]] de [[1969]]) foi a esposa do rei [[Afonso XIII de Espanha|Afonso XIII]] e [[Lista de consortes reais da Espanha|Rainha Consorte]] da [[Espanha]] de 1906 até a abolição da monarquia em 1931. Era filha do príncipe [[Henrique de Battenberg]], com sua esposa a princesa [[Beatriz do Reino Unido]].
 
== Início de vida ==
[[Ficheiro:Princess Victoria Eugenie 1888.png|esquerda|thumb|200px|''Vitória Eugénia em 1888'']]
[[Ficheiro:Queen Victoria with Prince and Princess Henry of Battenberg and their children, 1889.jpg|esquerda|miniaturadaimagem|A família de Vitória Eugénia em 1889. ''Da esquerda para a direita'': o príncipe [[Alexander Mountbatten, 1.º Marquês de Carisbrooke|Alexandre]] e a rainha [[Vitória do Reino Unido|Vitória]]; a princesa Vitória Eugénia junto a seu pai [[Henrique de Battenberg|Henrique de Battenberg;]] a princesa [[Beatriz do Reino Unido|Beatriz]] e o príncipe [[Leopoldo Mountbatten|Leopoldo]].]]
Vitória Eugénia nasceu em 24 de outubro de 1887 no [[Castelo de Balmoral]], na [[Escócia]]. Seu pai era o príncipe [[Henrique de Battenberg]], terceiro filho do príncipe [[Alexandre de Hesse e Reno]] e de [[Julia de Hauke]]. Sua mãe era a princesa [[Beatriz do Reino Unido|Beatriz]], a quinta e última filha da rainha [[Vitória do Reino Unido|Vitória]] e do príncipe [[Alberto de Saxe-Coburgo-Gota|Alberto]].
 
 
== Rainha da Espanha ==
[[Ficheiro:Queen Victoria Eugenie of SpainBattenberg by Joaquin Sorolla.jpg|thumb|180px200px|left|''Rainha Vitória Eugénia''<br><small>[[LuisJoaquín Menéndez PidalSorolla]], c. 19091910</small>]]
Depois do pouco auspicioso começo do seu reinado, Vitória Eugênia ficou isolada do povo espanhol e tornou-se pouco popular no seu novo país. A sua vida de casada melhorou quando deu à luz um filho, Alfonso, Príncipe das Astúrias. No entanto, quando o príncipe foi circuncizado, os médicos reparam que a hemorragia não parava — os primeiros sinais de que o infante tinha herdado a hemofilia. Vitória Eugênia era a óbvia origem da doença, que também sido herdada pelos seus irmãos mais velho e mais novo. Contrariamente ao que fez o czar [[Nicolau II da Rússia]], cujo único filho herdou a doença através de outra neta da rainha Vitória, Alfonso alegadamente nunca perdoou Vitória Eugênia por tal facto. Mesmo assim, o rei Alfonso XIII e a rainha Vitória Eugênia tiveram sete filhos, cinco rapazes e duas raparigas. Depois do nascimento dos filhos, as relações de Vitória Eugênia com Alfonso deterioram-se e ele teve numerosos ''affairs''.[[File:Reina Victoria con sus dos hijos menores, la infantita María Cristina y el infante Don Juan.jpg|thumb|upright=0.8|A rainha com seus dois filhos, [[Maria Cristina de Espanha|Maria Cristina]] e [[João de Bourbon|João]].]]
 
Vitória Eugênia dedicou-se a ajudar hospitais e serviços para os pobres, bem como na área da educação e ensino, envolvendo-se ainda na reorganização da Cruz Vermelha espanhola. Em 1929, a cidade de Barcelona madou erigir-lhe uma estátua em uniforme de enfermeira pelo seu trabalho e dedicação a Cruz Vermelha (tendo esta, posteriormente, sido destruída). Vários locais e instituições receberam o nome de Vitória Eugênia, em sua homenagem. Por exemplo, em 1909, ponte neoclássica de Madrid sobre o rio Manzanares foi apelidada de "''Puente de la Reina Victoria''". Em 1912, a monumental casa de ópera "''Teatro Victoria Eugenie''" em San Sebastián, recebeu o seu nome. Em 1920, ela batizou o barco da Marinha Espanhola ''Reina Victoria Eugenie'', em sua homenagem.
 
== Exílio ==
[[Ficheiro:Laszlo - Queen of Spain1920.jpg|thumb|200px|rigth|''Rainha Vitória Eugénia''<br><small>[[Philip de László]], 1920</small>]]
A família real espanhola foi para o exílio em 14 de abril de 1931 depois de umas eleições municipais terem colocado republicanos no poder nas maiores cidades, levando à proclamação da [[Segunda República Espanhola|Segunda República]] em Espanha. Alfonso XIII esperava que o seu exílio impedisse a guerra civil entre republicanos e nacionalistas. A família foi primeiro para [[França]] e depois para [[Itália]]. Ena e Alfonso viveram pouco tempo junto depois, indo ela viver no [[Reino Unido]], e, depois de o governo do país lhe ter pedido para sair, foi viver na [[Suíça]], onde ela comprou um castelo, o ''Vieille Fontaine'', perto de [[Lausanne]].
 
Ena morreu em [[Lausanne]] a 15 de abril de 1969, com 81 anos, exatamente 38 anos depois de ter deixado a Espanha para o exílio. Foi sepultada na Igreja do ''Sacré Coeur'' em Lausanne. Em 25 de abril de 1985, o seu caixão voltou para Espanha, ficando na Cripta Real no Mosteiro do Escorial, próximo de Madrid, junto do túmulo do marido, Alfonso XIII, e dos filhos, os Infantes Don Alfonso, Don Jaime e Don Gonzalo.
 
== Títulos, estilos e brasões ==
== Descendência ==
{{Info/Estilos reais
[[File:Reina Victoria con sus dos hijos menores, la infantita María Cristina y el infante Don Juan.jpg|thumb|upright=0.8|A rainha com seus dois filhos, [[Maria Cristina de Espanha|Maria Cristina]] e [[João de Bourbon|João]].]]
| nome = Vitória Eugénia de Battenberg
| imagem = [[Ficheiro:Arms of Queen Victoria Eugenie of Spain.png|101px]]
| estilo = [[Sua Majestade]]
| alternativo = [[Sua Majestade Católica]]
}}
===Títulos e estilos===
*24 de outubro de 1887 – 3 de abril de 1906: [[Sua Alteza Sereníssima]], a princesa Vitória Eugénia de Battenberg
*3 de abril de 1906 – 31 de maio de 1906: [[Sua Alteza Real]], a princesa Vitória Eugénia de Battenberg
*31 de maio de 1906 – 14 de abril de 1931: [[Sua Majestade]], a Rainha da Espanha
*14 de abril de 1931 – 15 de abril de 1969: Sua Majestade, a Rainha Vitória Eugénia da Espanha
 
===Brasões===
*[[Afonso, Príncipe das Astúrias (1907–1938)|Afonso Pio Cristino Eduardo]], hemofílico [[Príncipe das Astúrias]], renunciou ao trono em 1936 para contrair matrimónio com uma plebeia, tornando-se [[Conde de Covadonga]], desde então. Sem descendência.
{| border="0" align="center" width="70%"
*[[Jaime, Duque de Segóvia|Jaime Leopoldo Isabelino Henrique]], o chamado "infante surdo", devido à surdez, consequência de uma operação, renunciando aos seus direitos ao trono em 1933, tornando-se, desde então, [[Duque de Segóvia]], e, mais tarde, [[Duque de Madrid]], tal como pretendente ao trono de [[França]], desde 1941 a 1975, e [[Duque de Anjou]]. Com descendência.
|-
*[[Beatriz de Espanha|Beatriz Isabel Frederica Afonsa Eugénia]], infanta de [[Espanha]], nascida em [[Madrid]] e falecida em [[Roma]]. Com descendência.
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Victoria Eugenie of Battenberg, Queen Consort of Spain.svg|center|170px]]
*[[Fernando de Borbón e Battenberg]], nascido morto em [[1910]].
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Princess Victoria Eugenie of Battenberg (Before 1906).svg|center|245px]]
*[[Maria Cristina de Espanha|Maria Cristina Teresa Alexandra]], infanta de [[Espanha]]. Com descendência.
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Princess Victoria Eugenie of Battenberg (1906).svg|center|300px]]
*[[João de Bourbon|João Carlos Teresa Silvestre Afonso]], [[Conde de Barcelona]], casou com [[Maria das Mercedes de Bourbon-Duas Sicílias]], [[Príncipe das Duas Sicílas|Princesa das Duas Sicílias]]. Com descendência.
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Victoria Eugenie of Battenberg as Dowager.svg|center|170px]]
*[[Gonçalo de Espanha|Gonçalo Manuel Maria Bernardo]], nascido [[hemofilia|hemofílico]]. Sem descendência.
|-
|<center>Brasão de Vitória Eugénia como Rainha Consorte da Espanha</center>
|<center>Brasão da Princesa Vitória Eugénia de Battenberg antes de 1906</center>
|<center>Brasão da Princesa Vitória Eugénia de Battenberg depois de 1906</center>
|<center>Brasão de Vitória Eugénia como Rainha-viúva</center>
|}
 
==Descendência==
A tendência hemofílica desta família provém da rainha [[Vitória do Reino Unido|Vitória]], que já portava o gene e que o espalhou, através dos seus filhos, pela maioria das [[Casa Real|casas reais]] [[europa|europeias]]. Como Beatriz, a mãe de Vitória Eugénia, era filha da rainha [[Vitória do Reino Unido|Vitória]], alguns dos seus filhos e netos nasceram hemofílicos.
[[Ficheiro:Alfonso XIII and Queen Victoria Eugenia with their six children.jpg|centro|miniaturadaimagem|500x500px|''Afonso XIII e a Rainha Vitória Eugénia e seus Seis Filhos''. Esquerda para direita: Infanta Maria Cristina, o Príncipe das Astúrias e a Infanta Beatriz. Rainha Vitória Eugénia, o Infante Jaime a direita da mãe, o Infante João sentado no chão e o Infante Gonçalo ao lado de seu pai, o rei Afonso XIII.]]
{| class="wikitable"
!
!Nome
!Nascimento
!Morte
!Notas<ref>{{harvnb|Weir|1996|pp=286–299}}</ref>
|-
|[[Ficheiro:Alfonso de Borbón y Battenberg.jpg|133x133px]]
|[[Afonso, Príncipe das Astúrias (1907–1938)|Afonso, Príncipe das Astúrias]]
| align="center" |10 de maio de 1907
| align="center" |6 de setembro de 1938
|Casou-se com Edelmira Sampedro y Robato, sem descendência.
Casou-se com Marta Esther Rocafort-Altuzarra, sem descendência.
|-
|[[Ficheiro:Jaime Enrique de Borbón.jpg|135x135px]]
|[[Jaime, Duque de Segóvia]]
| align="center" |23 de junho de 1908
| align="center" |20 de março de 1975
|Casou-se com Emanuela de Dampierre, com descendência.
Casou-se com Charlotte de Tiedemann, com descendência.
|-
|[[Ficheiro:The Infanta doña Beatriz de Borbón y Battenberg; daughter of Alfonso XIII.jpg|130x130px]]
|[[Beatriz de Espanha|Beatriz da Espanha]]
| align="center" |22 de junho de 1909
| align="center" |22 de novembro de 2002
|Casou-se com Alessandro Torlonia, com descendência.
|-
|[[Ficheiro:The Infanta doña María Cristina de Borbón y Battenberg, daughter of Alfonso XIII.jpg|133x133px]]
|[[Maria Cristina de Espanha|Maria Cristina da Espanha]]
| align="center" |12 de dezembro de 1911
| align="center" |23 de dezembro de 1996
|Casou-se com Enrico Eugenio Marone-Cinzano, com descendência.
|-
|[[Ficheiro:Juan de Borbón. NL-HaNA 2.24.01.09 0 901-4072.jpg|129x129px]]
|[[João de Bourbon|João, Conde de Barcelona]]
| align="center" |20 de junho de 1913
| align="center" |1 de abril de 1993
|Casou-se com [[Maria das Mercedes de Bourbon-Duas Sicílias]], com descendência.
|-
|[[Ficheiro:Infante Gonzalo of Spain (1914 - 1934).jpg|148x148px]]
|[[Gonçalo de Espanha|Gonçalo da Espanha]]
| align="center" |24 de outubro de 1914
| align="center" |13 de agosto de 1934
|Não se casou, morreu aos 19 anos.
|}
 
==Ancestrais==
}}
{{ahnentafel fim}}
 
== Títulos, estilos e brasões ==
{{Info/Estilos reais
| nome = Vitória Eugénia de Battenberg
| imagem = [[Ficheiro:Arms of Queen Victoria Eugenie of Spain.png|101px]]
| estilo = [[Sua Majestade]]
| alternativo = [[Sua Majestade Católica]]
}}
===Títulos e estilos===
*24 de outubro de 1887 – 3 de abril de 1906: [[Sua Alteza Sereníssima]], a princesa Vitória Eugénia de Battenberg
*3 de abril de 1906 – 31 de maio de 1906: [[Sua Alteza Real]], a princesa Vitória Eugénia de Battenberg
*31 de maio de 1906 – 14 de abril de 1931: [[Sua Majestade]], a Rainha da Espanha
*14 de abril de 1931 – 15 de abril de 1969: Sua Majestade, a Rainha Vitória Eugénia da Espanha
 
===Brasões===
{| border="0" align="center" width="70%"
|-
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Victoria Eugenie of Battenberg, Queen Consort of Spain.svg|center|170px]]
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Princess Victoria Eugenie of Battenberg (Before 1906).svg|center|245px]]
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Princess Victoria Eugenie of Battenberg (1906).svg|center|300px]]
!width=20% |[[Imagem:Coat of Arms of Victoria Eugenie of Battenberg as Dowager.svg|center|170px]]
|-
|<center>Brasão de Vitória Eugénia como Rainha Consorte da Espanha</center>
|<center>Brasão da Princesa Vitória Eugénia de Battenberg antes de 1906</center>
|<center>Brasão da Princesa Vitória Eugénia de Battenberg depois de 1906</center>
|<center>Brasão de Vitória Eugénia como Rainha-viúva</center>
|}
 
{{Referências}}
887

edições