Diferenças entre edições de "Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra"

(Eliminação de conteúdo.)
Etiqueta: Remoção considerável de conteúdo
Em 1956 foi inaugurado o actual edifício da Faculdade de Medicina - Polo I. É nele que, volvido quase meio século, continuam instalados alguns serviços e laboratórios. 
 
Este conjunto arquitectónico encontra-se situado entre a Rua Larga, a Rua de MirandaSão João, a Rua dos Estudos e o Largo da Sé Nova e é servido por três entradas. Em duas delas podem ver-se belos portões de bronze ornamentados com motivos decorativos por Vasco Pereira da Conceição, que se encontram ladeados por baixos relevos referentes às temáticas da Vida e da Morte e à História da Medicina. Trata-se de um edifício de seis pisos, de estilo e construção clássicos, com harmonia de linhas e de espaços, construído à volta de um amplo pátio central ajardinado, ocupando uma área de 31 500m2. Nos átrios do edifício podem ver-se baixos relevos alegóricos à Medicina, de Vasco Pereira da Conceição e um colorido painel a fresco (em movimento à esquerda, na Página), da autoria de Severo Portela Jr., representando a História da Medicina. Domingos Rebelo é o autor dos cartões das duas tapeçarias de Portalegre que ornamentam as paredes da Sala do Conselho Científico da Faculdade, apresentando motivos alusivos às Ciências Médicas. 
 
Em 1986, com a construção do novo Hospital da Universidade de Coimbra (HUC), em Celas, este abandonou as instalações dos antigos Colégios das Artes e de S. Jerónimo, que ocupava desde 1852. 
Utilizador anónimo