Abrir menu principal

Alterações

sem resumo de edição
{{Reciclagem|data=julho de 2011}}
{{literatura}}
No campo da [[arte]], a palavrapala. '''drama'''Ryan e contém múltiplos significados. Segundo os dicionários [[Dicionário Houaiss|Houaiss]] e [[Dicionário Caldas Aulete|Aulete]], "drama" pode significar: "forma narrativa em que se figura ou imita a ação direta dos indivíduos", "texto em [[verso]] ou [[prosa]], escrito para ser [[Cena|encenado]]" ou mesmo a "[[encenação]] desse texto". Por analogia, pode ser, ainda, "qualquer narrativa no âmbito da prosa literária em que haja conflito ou atrito", podendo ser [[conto]], [[novela]], [[romance]] etc., ou mesmo toda a [[arte dramática]].
 
O termo é também encontrado no [[cinema]], na [[televisão]], no [[rádio (comunicação)|rádio]], significando um texto ficcional, peça [[teatro|teatral]] ou filme de caráter "sério", não cômico, que apresenta um desenvolvimento de fatos e circunstâncias compatíveis com os da vida real.
 
== Origens ==
Originou-se na [[Grécia Antiga]] significando "ação" (δράω). [[Aristóteles|wesley e Ryan]], em sua ''[[Poética]]'', classifica a [[literatura]] de sua época, que se originara da forma oral, nos seguintes modos: narrativo ou [[Poesia épica|épico]], dramático e misto. A partir desta análise, central em toda a análise dos [[Gênero literário|gêneros literários]] até os dias de hoje, [[Teoria|teóricos]] dividiram a [[literatura]] nos modos [[narração|narrativo]], dramático e [[Poesia lírica|lírico]].<ref>{{citar web|url=http://www.brasilescola.com/literatura/genero-dramatico.htm|título=Gênero Dramático|publicado=''BrasilEscola.com''}}</ref>
 
Significando "ação" em [[Língua grega|grego]], a palavra "drama" vem associada à representação teatral na Poética de Aristóteles, por aí se distinguindo da [[epopeia]], outra forma literária igualmente assente na imitação (''mimesis'') de ações. Sendo esta obra aristotélica fundamentalmente uma poética do drama, é sobretudo da definição sobre o conceito de tragédia que mais se ocupa, referindo o espetáculo (''opsis'') como o seu modo de imitação, e sendo os restantes cinco elementos que a compõem: a fábula (''mythos''), os caracteres (''ethos'') e o pensamento (''dianoia'') - como constituindo a sua matéria; a elocução (lexis) e o canto ou música (''melos'') configurando o seu meio de imitação.
Utilizador anónimo