Abrir menu principal

Alterações

m
sem resumo de edição
Após as [[Eleições gerais no Brasil em 1998|eleições gerais de 1998]], 400 dos 513 deputados federais e 70 dos 81 senadores eram filiados a partidos governistas.<ref>{{citar web|url=http://www.istoe.com.br/reportagens/28641_DE+OLHO+NA+CRISE|título=De olho na crise|publicado=Isto É|autor=Rachel Mello|data=3 de fevereiro de 1999|acessodata=30 de janeiro de 2015}}</ref> Durante o segundo mandato, a oposição teve mais inserção e o governo FHC teve maior dificuldade de governar devido à reorganização das oposições.<ref name=Congresso /> No [[Congresso Nacional Brasileiro|Congresso Nacional]], Heloísa e o [[Partido dos Trabalhadores]] (PT) liderou a oposição, articulando os movimentos sociais e sindicais de [[Esquerda política|esquerda]] e formando uma ampla frente de oposição parlamentar ([[Partido dos Trabalhadores|PT]], [[Partido Comunista do Brasil|PCdoB]], [[Partido Socialista Brasileiro|PSB]], [[Partido Democrático Trabalhista|PDT]], [[Partido Comunista Brasileiro|PCB]], [[Partido Popular Socialista|PPS]]).<ref name=Congresso /> Entre as ações da oposição, destaca-se a [[Marcha dos 100 mil de Brasília em 1999|Marcha dos 100 mil de Brasília em agosto de 1999]], considerado o maior protesto contra seu governo.<ref>{{citar web |url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u50022.shtml|título=Maior protesto contra FHC reuniu 75 mil|publicado=Folha de S. Paulo|data=11 de junho de 2006|acessodata=30 de janeiro de 2015}}</ref> Apesar das críticas dos partidos de oposição às alianças políticas firmadas pelo governo, sua base parlamentar de apoio contribuiu para a estabilidade política, considerada um dos traços importantes do governo FHC.<ref name=Congresso /><ref>{{citar web |url=http://noticias.uol.com.br/inter/reuters/2002/12/30/ult27u29971.jhtm|título=FHC deixa legado de estabilidade política para o paí|publicado=Uol|data=30 de dezembro de 2012|acessodata=30 de janeiro de 2015}}</ref>
 
Foi grande entusiasta do pedido de impeachment contra FHC em seu segundo mandato, sobretudo alegando denuncias no [[PROER]].<ref name=TRÊSVEZES>[http://br.geocities.com/sousaraujo/textos/fmi_acordo_texto.html ''FMI - MAIS UMA CONTA PARA OS BRASILEIROS PAGAREM.'' Revista Época, 13 de agosto de 2001]</ref> Fernando Henrique sofreu dezessete denúncias que, se comprovadas, poderiam levá-lo ao [[impeachment]]. As denúncias foram apresentadas com maior frequência durante o segundo mandato,<ref>{{citar web|url=http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?id=1515560&tit=Apos-Collor-pais-teve-61-tentativas-de-destituir-presidentes|título=Após Collor, país teve 61 tentativas de destituir presidentes|publicado=Gazeta do Povo|autor=André Gonçalvez|data=23 de novembro de 2014|acessodata=10 de fevereiro de 2015}}</ref> sendo arquivados pelos então presidentes da Câmara dos Deputados, responsáveis pela validação de um processo de impeachment contra o presidente da República.<ref>{{citar web |url=http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2014-04/pedido-de-impeachment-de-senador-contra-presidenta-dilma-deve-ser-arquivado |título=Pedido de impeachment de senador contra presidenta Dilma deve ser arquivado|publicado=Agência Brasil|autor=Iolando Lourenço|data=1º de abril de 2014|acessodata=10 de fevereiro de 2015}}</ref>Desde a redemocratização do país, o Partido dos Trabalhadores solicitou formalmente o ''[[impeachment]]'' de todos os presidentes da República.<ref>{{citar web |url=http://oglobo.globo.com/brasil/jaques-wagner-pediu-impeachment-contra-itamar-franco-fh-18223435 |titulo=Jaques Wagner pediu impeachment contra Itamar Franco e FH |publicado=O Globo |autor=Maria Lima |data=4 de dezembro de 2015 |acessodata=6 de abril de 2016}}</ref><ref>{{citar web |url=http://noblat.oglobo.globo.com/geral/noticia/2015/02/recordar-e-viver-quando-lula-articulava-o-impeachment-de-collor.html |titulo=Recordar é viver: Quando Lula articulava o impeachment de Collor |publicado=O Globo |autor=Ricardo Noblat |data=10 de fevereiro de 2016 |acessodata=6 de abril de 2016}}</ref><ref>{{citar web |url=http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2015/09/quando-o-pt-pediu-o-impeachment-de-fernando-henrique-cardoso.html |titulo=Quando o PT pediu o impeachment de Fernando Henrique Cardoso |publicado=O Globo |autor=Ricardo Noblat |data=29 de setembro de 2015 |acessodata=6 de abril de 2016}}</ref><ref>{{citar web |url=http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2015/09/29/veja-como-fhc-derrubou-o-pedido-de-impeachment-em-1999/ |titulo=Veja como FHC derrubou o pedido de impeachment em 1999 |publicado=Uol |autor=Fernando Rodrigues |data=29 de setembro de 2015 |acessodata=3 de maio de 2016}}</ref><ref>{{citar web |url=http://www1.folha.uol.com.br/fol/pol/ult02091999170.htm |titulo=Pedido de impeachment de FHC é arquivado |publicado=Folha de S. Paulo |data=2 de setembro de 1999 |acessodata=3 de maio de 2016}}</ref> Um desses pedidos baseava-se em uma escuta telefônica em que o presidente autorizava [[André Lara Resende|André Lara]] a pressionar o fundo de pensões do [[Banco do Brasil]] a participar em um dos consórcios do leilão de privatização da [[Telecomunicações Brasileiras S./A.|Telebrás]].<ref>{{citar web |url=http://www.dgabc.com.br/Noticia/148231/camara-rejeita-abertura-de-impeachment-de-fhc |titulo=Câmara rejeita abertura de impeachment de FHC |publicado=Dário do Grande ABC |data=18 de maio de 1999 |acessodata=3 de maio de 2016}}</ref><ref>{{citar web |url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc26059918.htm |titulo=Oposição quer impeachment de FHC |publicado=Folha de S. Paulo |autor=Lucas Figueiredo e Daniela Falcão |data=26 de maio de 1999 |acessodata=3 de maio de 2016}}</ref> Apesar disso, Fernando Henrique conseguiu aprovar com facilidade seus projetos, reformas constitucionais e conteve a oposição graças a uma ampla maioria na [[Câmara dos Deputados do Brasil|Câmara dos Deputados]] e no [[Senado Federal do Brasil|Senado Federal]].<ref name=Congresso>{{citar web |url=http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia-brasil/governo-fernando-henrique-cardoso-1995-2002-estabilidade-economica-e-democratizacao-das-politicas-sociais.htm|título=Governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002): Estabilidade econômica e democratização das políticas sociais|publicado=Uol|data=23 de novembro de 2006|acessodata=30 de janeiro de 2015}}</ref><ref name=Congresso-2>{{citar web|url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1995/3/09/brasil/4.html|título=Líderes de FHC duvidam de base governista no Congresso |publicado=Folha de S. Paulo|data=9 de março de 1995|acessodata=30 de janeiro de 2015}}</ref>
 
Integrou ainda, como titular, as Subcomissões Permanentes do Idoso e de Casos de Exploração do Trabalho e Prostituição Infanto-Juvenis, a Comissão Especial do Rio São Francisco e a Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização.
6 777

edições