Diferenças entre edições de "Tectónica de placas"

Sem alteração do tamanho ,  17h11min de 25 de fevereiro de 2019
m
Foram revertidas as edições de 187.13.132.200 para a última revisão de NotFatal, de 16h29min de 7 de janeiro de 2019 (UTC)
(Coreação de erro)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 187.13.132.200 para a última revisão de NotFatal, de 16h29min de 7 de janeiro de 2019 (UTC))
Etiqueta: Reversão
{{PEPB|Tectónica de placas|tectônica de placas}} (do [[Língua grega|grego]] τεκτονικός ''relativo à construção'') é uma [[teoria]] da [[geologia]] que descreve os movimentos de grande escala que ocorrem na [[Litosfera|litosfera terrestre]].
 
Na teoria da '''tectônicatectónica de placas''', a parte mais exterior da [[Terra]] é composta de duas camadas: a litosfera, que inclui a [[crosta]] e a zona solidificada na parte mais externa do [[manto]], e a [[astenosfera]], que inclui a parte mais interior e viscosa do manto. Numa escala temporal de milhões de anos, o manto parece comportar-se como um líquido superaquecido, mas em resposta a forças repentinas, como os [[terramoto]]s, comporta-se como um sólido rígido.<ref name="astenosfera_usp">{{citar web|url=http://www.iag.usp.br/siae98/geofisica/aterra.htm|titulo= Geofísica - A Terra|publicado=Universidade de São Paulo - Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas - iag.usp.br|acessodata=23/10/2012}}</ref> A litosfera encontra-se dividida em várias [[placas tectónicas]] e estas deslocam-se sobre a [[astenosfera]].<ref name="uol">{{citar web|url=http://educacao.uol.com.br/geografia/placas-tectonicas-movimento-de-placas-muda-relevo.jhtm|titulo=Movimento de placas muda relevo|publicado=uol.com.br|acessodata=28/02/2012}}</ref>
 
Esta teoria surgiu a partir da observação de dois fenómenos geológicos distintos: a [[deriva continental]], identificada no início do [[século XX]] por [[Alfred Wegener]],<ref name="uol_deriva">{{citar web|url=http://educacao.uol.com.br/geografia/deriva-continental-pangeia-deu-origem-aos-continentes.jhtm|titulo=Pangeia deu origem aos continentes|publicado=uol.com.br|acessodata=28/02/2012}}</ref> e a [[#Expansão dos fundos oceânicos|expansão dos fundos oceânicos]], detectada pela primeira vez na década de 1960.<ref name="infopedia_exp_fundos_oceanos">{{citar web|url=http://www.infopedia.pt/$expansao-dos-fundos-oceanicos|titulo=expansão dos fundos oceânicos|publicado=infopedia.pt|acessodata=28/02/2012}}</ref> A teoria propriamente dita foi desenvolvida no final dos anos 60, por Robert Palmer e Donald Mackenzie,<ref name="tectonica_nomes">{{citar web|url=http://walrus.wr.usgs.gov/infobank/programs/html/school/moviepage/05.01.23.html|titulo= Placas tectónicas|publicado=U.S. Geological Survey - USGS.gov|língua=Inglês|acessodata=24/10/2012}}</ref> e desde então tem sido universalmente aceite pelos cientistas, tendo revolucionado as [[Ciências da Terra]] (comparável no seu alcance com o desenvolvimento da [[tabela periódica]] na [[Química]], a descoberta do [[código genético]] na [[Biologia]] ou à [[mecânica quântica]] na [[Física]]).
40 095

edições