Diferenças entre edições de "Revolução Egípcia de 1919"

Sem alteração do tamanho ,  08h08min de 26 de fevereiro de 2019
sem resumo de edição
m (ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações, outros ajustes usando script)
 
[[Imagem:Cairo-Demonstrations1919.jpg|thumb|Manifestações de mulheres egípcias na Revolução de 1919.]]
{{História do Egito}}
[[Imagem:Cairo-Demonstrations1919.jpg|thumb|Manifestações de mulheres egípcias na Revolução de 1919.]]
A '''Revolução Egípcia de 1919''' foi uma [[revolução nacional]] contra a [[ocupação britânica do Egito]] e do [[Sudão Anglo-Egípcio|Sudão]]. Foi realizada pelos egípcios e sudaneses de diferentes classes sociais e a centelha foi a extensão do exílio decretado pela [[Grã-Bretanha]] ao líder revolucionário [[Saad Zaghlul]] e outros membros do [[Partido Wafd]] em [[1919]]. O evento levou a concessão de independência unilateral da Grã-Bretanha ao [[Egito]] em [[1922]], e a implementação de uma nova constituição em [[1923]]. A Grã-Bretanha, no entanto, se recusou a reconhecer a soberania egípcia completa sobre o Sudão ou a retirar suas forças da [[Zona do Canal de Suez]], fatores que continuaram a prejudicar as relações anglo-egípcias nas décadas que antecederam a [[Revolução Egípcia de 1952]], o golpe vitorioso do [[Movimento dos Oficiais Livres]] de [[Muhammad Naguib]] e [[Gamal Abdel Nasser]] em [[1952]] e a subseqüente nacionalização do [[Canal de Suez]] em [[1956]], que finalmente levou o Egito a sua independência total e substancial dos estrangeiros.
 
* {{citar livro|último =Quraishi |primeiro =Zaheer Masood |título=Liberal Nationalism in Egypt: Rise and Fall of the Wafd Party |publicado=Kitab Mahal Private LTD.|ano=1967}}
* {{citar livro|último =Zunes |primeiro =Stephen |título=Nonviolent Social Movements: A Geographical Perspective |publicado=Blackwell Publishing |ano=1999}}
 
{{História do Egito}}
 
[[Categoria:Revoluções não violentas]]