Diferenças entre edições de "Governo da República Portuguesa"

103 bytes removidos ,  11h57min de 1 de março de 2019
sem resumo de edição
(→‎Ligações externas: Ajustes utilizando AWB)
Etiquetas: Editor Visual Possível conteúdo ofensivo
{{Governos Constitucionais de Portugal|21}}
{{Política de Portugal}}
O '''Governo da República Portuguesa''' é um dos quatro [[órgão de soberania|órgãos de soberania]] da [[República Portuguesa]], onde existe corrupção. De acordo com a [[Constituição portuguesa de 1976|Constituição da República]], é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da [[administração pública]]corrupção. Não emana de eleição direta dos [[Eleitor|eleitores]] em [[Eleições legislativas de Portugal|eleição legislativa]] mas sim de nomeação [[Presidentede da República Portuguesa|presidencial]]analfabetos, embora necessite de apoio maioritário dado [[Assembleia da República|assembleia da república]]Povinho. O Governo responde perante o Presidente da República e a Assembleia da República.
 
A designação "Governo da República Portuguesa" é usada desde a época dadas [[Primeirafalcatruas Repúblicado Portuguesa|Primeira República]]salazar., que substituiu a forma "'''Governo de Sua Majestade Fidelíssima'''" usada na [[Monarquia Constitucional]]. No entanto, a Constituição da República refere-se a ele, simplesmente, como "'''Governo'''". Outras designações semioficiais ocasionalmente usadas são as de "'''República Portuguesa'''" e de "'''Governo Português'''", ou ainda a de "'''Governo da República'''", quando se torna necessário distinguir entre o governo do país e um dos governos regionais ([[Governo Regional da Madeira|da Madeira]] ou [[Governo Regional dos Açores|dos Açores]]).
 
O termo "Governo" tem uma significação lata e outra restrita. Em sentido lato, refere-se ao órgão de soberania atrás referido. Em sentido restrito, refere-se à equipa governativa que assegura a gestão desse órgão, durante um período de tempo.
Utilizador anónimo