Diferenças entre edições de "Emídio Rangel"

25 bytes adicionados ,  15h36min de 9 de março de 2019
m
link desambig
m (link desambig)
O mais velho de quatro irmãos, Emídio Rangel iniciou a sua carreira profissional em [[Província Ultramarina de Angola|Angola]], corria o ano de [[1965]].
 
Sem ter qualquer relação com a comunicação social — o pai, [[Ilha da Madeira|madeirense]], era operador de máquinas, e a mãe, angolana, de origem [[boer]], era doméstica —, Rangel começou como locutor de um programa para jovens na Rádio Club da Huíla. Antes disso, participara na edição do jornal escolar ''O Padrão'', no Liceu Diogo Cão, em [[Sá da Bandeira (Angola)|Sá da Bandeira]], o que motivara o convite para a rádio<ref>[http://perfildojornalista.eusou.com/pt/entrevista.asp?det=4459&mid=282 CIES - Ser jornalista em Portugal. Perfis sociológicos]</ref>. Da rádio da Huíla passou para a Rádio Comercial de Angola, onde a partir de [[1967]] fez sucesso com o programa ''Nocturno''.
 
Sem deixar a rádio — viria depois a dirigir a Rádio Comercial de Angola — fez tropa e preparação como comando do [[Exército]]; a alta classificação obtida na instrução militar colocou-o em [[Vila Pereira de Eça]], uma zona quer era inicialmente tranquila, mas que a abertura de nova região militar por parte do [[MPLA]] viria a colocar sob ameaça.<ref>[http://perfildojornalista.eusou.com/pt/entrevista_documento.asp?det=4459&id=1863&mid=282 CIES - Ser jornalista em Portugal. Perfis sociológicos]</ref>
4 755

edições