Abrir menu principal

Alterações

→‎Cultura: correção de erro
[[Imagem:While pilgrims are performing these rites, Muslims who are not at Hajj are celebrating the Eid al-Adha holiday. - Flickr - Al Jazeera English.jpg|thumb|esquerda|[[Apedrejamento do Diabo]] na cidade de [[Mina (Arábia Saudita)|Mina]]]]
 
A Arábia Saudita tem atitudes e tradições, muitas vezes derivadas da centenária civilização árabe tribal. Esta cultura foi reforçada pela interpretação [[uaabismo|uaabita]] austeramente [[PuritanismoFundamentalismo islâmico|puritanafundamentalista e islâmica]] do islamismo, que surgiu no {{séc|XVIII}} e agora predomina no país. As muitas limitações sobre o comportamento e a vestimenta são rigorosamente aplicadas legalmente e socialmente. Bebidas alcoólicas são proibidas, por exemplo, e não há teatro ou exibição pública de filmes. No entanto, o ''[[Daily Mail]]'' e o ''[[Wikileaks]]'' indicam que a família real saudita aplica um código moral diferente para si mesma ("WikiLeaks: ...príncipes sauditas ostentam bebidas, drogas e sexo. Os nobres desrespeitam as leis puritanas em festas para jovens da elite, enquanto a polícia religiosa é obrigada a fechar os olhos.")<ref>{{citar web | url=http://www.guardian.co.uk/world/2010/dec/07/wikileaks-cables-saudi-princes-parties | título= WikiLeaks cables: Saudi princes throw parties boasting drink, drugs and sex | World news | publicado=www.guardian.co.uk }}. The Guardian (7 de dezembro de 2010). Acessado em 9 de maio de 2012.</ref> A expressão pública de opinião sobre questões políticas ou sociais internas é desencorajada. Não existem organizações como [[partidos políticos]] ou [[sindicato]]s para servirem como fóruns públicos.
 
A vida cotidiana é dominada pela observância islâmica. Cinco vezes por dia, os muçulmanos são chamados para a oração pelos [[minarete]]s de [[mesquita]]s espalhadas por todo o país. Como a [[sexta-feira]] é o dia mais sagrado para os muçulmanos, o [[fim de semana]] era [[quinta-feira]] e sexta-feira.<ref name=Britannica/><ref>Sulaiman, Tosin. {{citar web | url=http://business.timesonline.co.uk/tol/business/economics/article697051.ece | título= Bahrain changes the weekend in efficiency drive | publicado=business.timesonline.co.uk }}, ''The Times'', 2 de agsoto de 2006. Acessado em 2 de dezembro de 2013. Turkey has a weekend on Saturday and Sunday</ref> A partir do dia 29 de junho de 2013 o fim de semana foi transferido para sexta e sábado, para melhor servir a economia saudita e seus compromissos internacionais.<ref>"Weekend shift: A welcome change", SaudiGazette.com.sa, June 24, 2013 http://www.saudigazette.com.sa/index.cfm?method=home.regcon&contentid=20130624171030 {{Wayback|url=http://www.saudigazette.com.sa/index.cfm?method=home.regcon&contentid=20130624171030 |date=20141029175552 }}</ref> De acordo com a doutrina uaabita, apenas dois feriados religiosos são reconhecidos publicamente, o ''[[Eid ul-Fitr]]'' e o ''[[Eid al-Adha]]''. A celebração de outros feriados islâmicos, como o aniversário do Profeta e o ''[[Ashura]]'' (um feriado importante para os [[xiitas]]), é tolerada somente quando celebrada localmente e em pequena escala, do contrário é proibida. Não há feriados religiosos não-islâmicos, com exceção do dia 23 de setembro, que comemora a unificação do reino.<ref name=Britannica/>
Utilizador anónimo