Diferenças entre edições de "Produtor musical"

1 byte removido ,  02h26min de 16 de março de 2019
m
sem resumo de edição
m
m
Muitos artistas tornaram-se produtores musicais sozinhos, e o contrário também já ocorreu: produtores viraram os artistas.
 
Em [[Portugal]], as [[licenciatura]]<nowiki/>s orientadas para a área de produção musical encontram-se na [[Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo|Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo]] do [[Instituto Politécnico do Porto|Instituto Politécnico de Porto]] (curso de Produção e Tecnologias da Música) e na [[Escola Superior de Artes Aplicadas]] do [[Instituto Politécnico de Castelo Branco]] (Música Electrónica e Produção Musical).
 
 
Em [[Portugal]], as [[licenciatura]]<nowiki/>s orientadas para a área de produção musical encontram-se na [[Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo|Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo]] do [[Instituto Politécnico do Porto|Instituto Politécnico de Porto]] (curso de Produção e Tecnologias da Música) e na [[Escola Superior de Artes Aplicadas]] do [[Instituto Politécnico de Castelo Branco]] (Música Electrónica e Produção Musical).
 
No [[Brasil]], existe o bacharelado em Música com ênfase em produção musical na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG),; a graduação em 'Produção Fonográfica' nas Faculdades Integradas Barros Melo (AESO). Emem Olinda, Pernambuco,; na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) em São Leopoldo, Rio Grande do Sul,; graduação em 'Produção Fonográfica' na Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Rio Grande do Sul; graduação em 'Produção Fonográfica' na Universidade Estácio de Sá no Rio de Janeiro; e o tecnólogo em 'Produção Musical' na Universidade Anhembi Morumbi (SP).
 
{{Tópicos musicais}}
258

edições