Diferenças entre edições de "Filme"

2 314 bytes adicionados ,  02h21min de 18 de março de 2019
sem resumo de edição
m (Informações gerais, quadro.)
 
A partir dos [[anos 1990]], com a crescente utilização da [[tecnologia digital]], tanto no cinema quanto na televisão e no vídeo, a palavra ''filme'' passou a ser usada, cada vez mais, como sinônimo de [[produto audiovisual]], independentemente do suporte de captação ou de finalização. O [[Dicionário Houaiss]] (2001) já define 'filme' como "obra cinematográfica registrada em filme", mas também como "obra cinematográfica registrada em qualquer suporte". <ref>HOUAISS, Antônio: "Dicionário da língua portuguesa", ed. Objetiva, 2001, p. 1343</ref>
 
== Qual o primeiro filme? ==
 
No dia 22 de março de 1895, foi apresentado ao público um filme chamado "A saída dos operários da fábrica Lumière", com 46 segundos de duração. E no dia 28 de dezembro de 1895, 33 pessoas pagaram um franco para assistirem "Chegada do trem à estação", contendo 56 segundos de duração, este segundo filme ficou marcado na história como "o dia em que a plateia fugiu da sala acreditado que o trem sairia da tela". Os dois filmes citados anteriormente são considerados os primeiros da história, os quais foram produzidos pelos irmãos Auguste e louis Lumière, em Paris.
 
Contradizendo os pensamentos de muitos, não foram os dois irmãos que criaram o cinematógrafo (na época, aparelho responsável pela filmagem e projeção), mas, sim, Léon Bouly, a maioria considera sua obra um aperfeiçoamento do trabalho de Thomas Edilson. Bouly acabou perdendo a patente de seu produto, sendo mais tarde registrado pelos Lumière, que acabaram ficando com a fama.
 
Não muito tempo depois, no dia 26 de dezembro de 1906, foi lançado o primeiro filme de longa-metragem da história: "The Story of Kelly Gang", produzido pelo diretor e roteirista Charles Tait, com duração de 70 minutos (infelizmente sobreviveram somente 20 minutos da obra completa, que hoje são de domínio público). As gravações ocorreram em Melbourne na Austrália.
 
No dia 6 de outubro de 1927 , em Nova York, foi exibido "O Cantor de Jazz", uma longa-metragem, produzida por Alan Crosland. Esse filme foi o primeiro a ter passagens faladas e cantadas e a usar um sistema sonoro, conhecido como vitaphone, lançado um ano antes (1926), pela Warner Bros.
 
"Vaidade e Beleza" foi uma longa-metragem lançada em Nova York, no dia 13 de junho de 1935, dirigido por Rouben Marmoulian e criado por William Thackeray e Langden Mitchell, foi o primeiro filme colorido, contendo somente três cores.
 
{{Referências}}
 
http://lounge.obviousmag.org/bibliotela/2014/03/ha-119-anos-os-irmaos-lumiere-exibiram-o-primeiro-filme-ao-grande-publico-dando-inicio-a-magia-do-ci.html
http://hqscomcafe.com.br/index.php/2016/06/15/voce-sabe-qual-foi-o-primeiro-filme-do-mundo/
http://arquivoaudiovisual.blogspot.com/2016/05/o-primeiro-filme-em-longa-metragem-da.html
http://www.ebc.com.br/cultura/2012/10/cantor-de-jazz-completa-85-anos
 
[[Categoria:Filmes| ]]
1

edição